Whatsapp

Banco de Redações

julho

Tema: Por que os casamentos se tornaram descartáveis no século XXI?
PUBLICIDADE

No século 21, ficou fácil de ser percebido como os relacionamentos estão cada vez mais efêmeros. Tal fato pode ser justificado pela mudança na dinâmica social, a exemplo da ascensão da tecnologia. Tendo isso em vista, a proposta do Banco de Redações do Brasil Escola é que você desenvolva um texto sobre o seguinte tema: "Por que os casamentos se tornaram descartáveis no século XXI?

Para realizar a proposta, você deverá construir um texto dissertativo-argumentativo respondendo ao questionamento da proposta, demonstrar domínio da norma culta da língua, mobilizar diversas áreas do conhecimento, ou seja, seu conhecimento de mundo para desenvolver o tema, respeitando a estrutura do texto dissertativo-argumentativo.

Além disso, você deve levar em consideração os textos apresentados na coletânea, levantar os principais argumentos, dados e exemplos e realizar uma análise crítica, deixando claro seu posicionamento diante do tema na conclusão do texto. Apresente uma proposta de intervenção que respeite os direitos humanos.

Saiba como fazer uma boa dissertação e conheça também as características deste gênero textual?.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

ATENÇÃO: as redações serão corrigidas de acordo com os critérios do ENEM, seguindo seu método de análise e pontuação, assim como suas regras. 

Atenção aos motivos que podem zerar sua redação:
1) Fuga total ao tema;
2) Não obediência à estrutura dissertativo-argumentativa;
3) Texto com até 7 linhas;
4) Impropérios, desenhos e outras formas propositais de anulação ou parte do texto deliberadamente desconectada do tema proposto;
5) Redação em branco;
6) Cópia do texto motivador.

Cronograma para envio de redações:
1º período: 1 a 8 de julho  
2º período: 10 a 18 de julho
3º período: 20 a 27 de julho

Evite enviar a redação pelo celular. A estrutura do texto pode ficar comprometida e o corretor ortográfico do celular pode trocar as palavras.

As correções estarão disponíveis a partir de 1º de agosto.

Enviou seu texto em junho de 2022? Acesse aqui a correção.

Elabore sua redação considerando as ideias a seguir:

Texto 1:

"Segundo o sociólogo Zygmunt Bauman, o mundo atual vive um momento de frouxidão nas relações sociais. Isto quer dizer que, com o avanço da tecnologia no século XXI, as pessoas tendem a se relacionar mais por meio de aparelhos eletrônicos do que pessoalmente.

Hoje, vivemos o que os sociólogos chamam de amor líquido, já que nossas relações de afetividade tornam-se facilmente descartáveis. Assim, o verso do poeta brasileiro Vinícius de Moraes, “Que seja eterno enquanto dure”, encaixa-se perfeitamente ao que estamos vivendo nos dias atuais. Nesse sentido, as relações entre as pessoas estão cada vez mais vulneráveis e a realidade do mundo virtual proporciona a escolha de novos amigos e novos amores facilmente, ou melhor dizendo, num simples “clique” do computador. As identidades são forjadas a fim de chamar atenção das pessoas, pois vivemos a dicotomia entre mundo virtual e mundo real, em que um indivíduo pode assumir diferentes personalidades, mantendo relações pouco duradouras." [Brasil Escola] Leia o texto na íntegra 

Texto 2:

A terapeuta acrescenta que é algo do momento atual, pois tudo está "mais fluido" e as relações estão no mesmo sentido. "As novas gerações não toleram esperar e têm dificuldade de se colocar no lugar do outro. Além disso, a liberdade de se relacionar proporciona esse movimento. O problema é que o custo emocional, que pode ser extremamente desgastante, não é levado em consideração."
 

 A professora da PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo) Rosa Maria de Macedo concorda com a tese de Maria Cristina. Ela diz que o significado do casamento mudou da base do amor romântico para algo que se faz apenas enquanto é "confortável e conveniente". [UOL] Leia o texto na íntegra 
 

Texto 3:

Outro dado interessante é que entre 2016 e 2017 o número de uniões registradas diminuiu 2,3% e o número de divórcios aumentou 8,3%. Além disso, foi o segundo ano consecutivo com diminuição de casamentos e aumento de divórcios. "Foram três casamentos para cada divórcio", comentou Pettri.

Entretanto, apesar de ser uma realidade nova para sociedade brasileira, a especialista diz que a mesma pesquisa indicou uma exceção à regra por conta dos casamentos homoafetivos e que, apesar de representarem pouco mais de 0,5% das uniões registradas, são uma porção que segue crescendo, com um aumento de 10% em 2017. [Terra] Leia o texto na íntegra



  • Facebook Brasil Escola
  • Instagram Brasil Escola
  • Twitter Brasil Escola
  • Youtube Brasil Escola
  • RSS Brasil Escola
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES