Como calcular a nota do Enem

Teoria de Resposta ao Item (TRI) é o método escolhido pelo Inep para calcular a pontuação das provas objetivas do Enem
Por Adriano Lesme

Crédito da Imagem: Shutterstock
Imprimir
Texto:
A+
A-
PUBLICIDADE

Como calcular a nota do Enem? Depois que os gabaritos são liberados, muitos estudantes pensam que podem calcular a nota do Enem com base na quantidade de acertos. Há dúvidas sobre quanto vale cada questão e quantas questões tem que acertar no Enem.

A ansiedade para saber a nota do Enem o quanto antes é compreensível, afinal, um bom desempenho no exame pode lhe render uma vaga no ensino superior.

No entanto, os estudantes precisam segurar essa ansiedade porque não é possível calcular a nota do Enem a partir do gabarito.

A nota do Enem é calculada por meio da Teoria de Resposta ao Item (TRI). Nesta metodologia, o que importa é a consistência dos acertos e não somente a quantidade. Como assim? A TRI é realmente complicada e, por isso, recomendamos também a leitura do link abaixo:

Entenda como funciona a Teoria de Resposta ao Item (TRI)

Como calcular a nota do Enem

Diferentemente de uma prova comum, a nota do Enem em cada área não representa simplesmente o número de questões que o estudante acertou na prova.

Em cada uma das quatro áreas avaliadas, a média obtida depende também da dificuldade das questões que se erra e se acerta, e da consistência das respostas. Por isso, estudantes que acertam o mesmo número de questões podem obter médias diferentes.

Em outras palavras, a TRI analisa qual a possibilidade do participante ter chutado para acertar uma questão. Se o estudante acertou apenas as questões fáceis e acertou uma difícil, por exemplo, a metodologia entende que foi um chute.

O contrário acontece se o participante tiver consistência nos acertos entre questões fáceis, médias e difíceis. Nesse contexto, a pergunta sobre quanto vale cada questão do Enem torna-se irrelevante

E a redação?

No caso da redação do Enem, não é utilizada a TRI. Os textos são corrigidos por dois corretores, que dão nota de zero a 200 pontos em cada uma das cinco competências avaliadas.

Quando acontece uma divergência entre as notas dos corretores, um terceiro avaliador fica responsável por dar a nota.

Saiba como é corrigida a redação do Enem

Como saber se fui bem no Enem?

Geralmente, a média dos exames fica próxima dos 500 pontos. Portanto, quanto mais distante deste número for a nota do estudante, para cima, maior o desempenho obtido em relação à média dos participantes.

Mesmo raciocínio vale para desempenho menor que 500, que aponta desempenho pior em relação ao obtido pela média.

Qual a nota máxima do Enem?

Os limites da escala, dentro de cada área, variam conforme o nível de dificuldade das questões da prova e o comportamento dos estudantes em cada questão. Portanto, o mínimo e máximo para cada área avaliada não são pré-fixados. Em cada edição essa pontuação se altera.

Confira abaixo as maiores e menores notas do Enem 2021.

Área de conhecimento Menor nota Maior nota
Ciências da Natureza e suas Tecnologias 307,6 867,1
Ciências Humanas e suas Tecnologias 311,6 846,9
Linguagens, Códigos e suas Tecnologias 295,2 826,1
Matemática e suas Tecnologias 310,4 953,1

Saiba mais!

*Informações retiradas do site do Inep/MEC

DÚVIDAS? - Antes de enviar sua dúvida, leia este artigo que responde as princípais dúvidas sobre o resultado do Enem.