Em 06/03/2018 16h15 , atualizado em 28/02/2020 09h27

Como usar o Enem no FIES

Enem

Saiba como usar a nota do Enem para financiar até 100% do curso superior pelo Fies Por Lorraine Vilela Campos
Com o Fies é possível usar a nota do Enem para financiar o seu curso
Com o Fies é possível usar a nota do Enem para financiar o seu curso
PUBLICIDADE

Já pensou em financiar até 100% do seu curso usando as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)? Saiba que isso é possível com o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), programa do Governo Federal que utiliza a pontuação do Enem como um dos critérios de seleção.

Veja também: como usar o Fies e o ProUni juntos

O Fies financia entre 50% e 100% da mensalidade do estudante que fizer o Enem e atender as exigências do Ministério da Educação (MEC). Como o Enem também é requisito para concessão de bolsas de estudos (50% ou 100%) no Programa Universidade Para Todos (ProUni), bolsistas parciais também podem conseguir o financiamento pelo Fies.

Datas do Fies 2020

  • Inscrições: 5 a 10 de fevereiro de 2020
  • Resultado: 26 de fevereiro
  • Complementação das informações da modalidade Fies: 27 de fevereiro a 2 de março
  • Lista de espera: 28 de fevereiro a 31 de março

Vagas do Fies

A quantidade de vagas do Fies é variável e depende de fatores como demanda e sustentabilidade do programa (capacidade de manutenção). Em 2020, por exemplo, o financiamento terá 100 mil vagas, número que será reduzido para 54 mil em 2020 e 2021.  

Regras do Fies

Se você deseja usar o Enem para financiar seu curso, terá que comprovar a participação no exame a partir de 2010. Caso tenha feito a prova em mais de um ano, escolha o seu melhor desempenho. O candidato precisa ter média de 450 pontos nas provas do Enem e nota acima de zero na redação do exame. 

Além da participação no Enem, o candidato deve atender aos critérios de renda para participar. O Fies Fundo Garantidor (Juros Zero) é para quem tem renda máxima de três salários mínimos, enquanto a renda máxima para o P-Fies é de cinco salários mínimos. 

Inscrição no Fies 2020/1

O MEC abre as inscrições do Fies duas vezes ao ano, geralmente em fevereiro e julho. O cadastro é aberto após as divulgações dos resultados do Enem, do Sistema de Seleção Unificada (SiSU) e do ProUni, nesta ordem. 

Quem pretende usar o Enem para o Fies deve ter seus dados cadastrais atualizados. É importante saber sua senha de acesso às notas do Enem, já que ela será utilizada para acesso à inscrição do Fies. Seu CPF também tem que estar atualizado porque o MEC utiliza o número do Cadastro de Pessoa Física no Fies Seleção, site do Financiamento Estudantil. 

Saiba como recuperar a senha do Enem

Você pode calcular a sua média do Enem para saber se ela alcança os 450 pontos necessários para se inscrever no Fies. No entanto, o próprio sistema do Fies Seleção tem acesso às suas notas e já faz o cálculo automático da média. 

Calcule sua média no Enem

Ter noção da renda é fundamental para saber se tem direito às vagas oferecidas no Fies e em qual modalidade pode se inscrever. Para saber sua renda familiar per capita, some os rendimentos de todas pessoas que moram com você e divida pelo número de integrantes da residência. 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Quem for estudante sem renda ou pessoa desempregada basta colocar R$ 0,00 como renda própria, valor que será somado ao restante da família para determinar a renda total. Guardar comprovantes de pagamento (também vale para benefícios sociais do Governo, aposentadoria e bolsas de pesquisa) e ter os dados bancários atualizados são medidas importantes caso o banco solicite a comprovação de renda. 

Como saber se fui aprovado no Fies?

O Fies tem uma chamada regular e uma convocação da lista de espera. Após conferir o resultado, os procedimentos são os seguintes:

  • 1º fase: o pré-selecionado no Fies Fundo Garantidor deve completar as informações no site oficial. Esta etapa não existe no P-Fies.
  • 2ª fase: depois de completar as informações, todos os pré-selecionados terão que procurar Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) da instituição de ensino na qual a vaga é oferecida para análise da documentação, dentro do prazo de cinco dias. 
  • 3ª fase: após validar a documentação pela CPSA, o selecionado tem 10 dias (após o 3º dia da validação) para procurar o banco parceiro do Fies para o fechamento do contrato. 

Mudanças a partir do Fies 2020/2

A partir da edição do segundo semestre de 2020, as modalidades do Fundo de Financiamento Estudantil não terão mais seleções conjuntas (como eram realizadas desde 2018) e o P-Fies não usará mais o Enem como critério de seleção dos candidatos.

Independente a partir do segundo semestre de 2020, o P-Fies contará com inscrições em qualquer período do ano, mas o MEC ainda não informou como será o processo de participação e a seleção. Outra mudança para o P-Fies é o fim da exigência de até cinco salários mínimos como renda. 

Mudança no Fies a partir de 2021

O Fies Fundo Garantidor (Juros Zero) continuará com o uso do Enem, mas a pontuação mínima exigida para a redação será de 400 pontos. Até o segundo semestre de 2020 só será preciso que o candidato não tenha zero a produção textual (além da média geral de 450 nas provas), mas a mudança ocorrerá a partir do Fies 2021/1.

Ficou com alguma dúvida? Consulte o artigo completo do Vestibular Brasil Escola sobre o Fies

Assista às nossas videoaulas
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES