Em 17/01/2012 14h30

Questão 2 - 2º dia - Segunda fase - Unicamp 2012

Correções de Provas

Por Oficina do Estudante

Durante a conquista espanhola no México, iniciada em 1519 por Cortés, a superioridade tecnológica dos europeus era amplamente compensada pela superioridade numérica dos indígenas e muitos truques foram inventados para atrapalhar o deslocamento dos cavalos: os indígenas acostumaram-se a cavar fossas profundas nas quais espetavam paus em que as montarias eram empaladas. Mais tarde, em 1521, canoas "encouraçadas" resistiriam às armas de fogo. A tática indígena evoluiu e adaptou-se às práticas do adversário: os mexicas, contrariamente ao costume, armaram ataques noturnos ou em terreno coberto. Por outro lado, se as epidemias de varíola já estavam dizimando as tropas de México-Tenochtitlan, também não poupavam os índios de Tlaxcala ou de Texcoco, que apoiavam os espanhóis.

(Adaptado de Carmen Bernand e Serge Gruzinski, História do Novo Mundo. São Paulo: Edusp, 1997, p. 351.)

a) Identifique uma estratégia utilizada por espanhóis e outra pelos indígenas durante as disputas pelo domínio do México.

b) Explique por que houve acentuada queda demográfica entre as populações indígenas nas primeiras décadas após a conquista espanhola.

Respostas

a) O aluno poderia partir do próprio texto para identificar algumas dessas estratégias. No caso dos índios, poderia citar as táticas de cavar fossas para impedir o avanço dos cavalos, o fortalecimento dos cascos das canoas para resistir às armas de fogo, além da preparação de ataques noturnos ou em áreas cobertas que fugiam às suas práticas rituais. Do lado espanhol, poderia indicar a varíola, que acabou servindo aos espanhóis como arma biológica, uma vez que o sistema imunológico dos índios não estava preparado para resistir a esta doença. Apesar de ser um tema polêmico na historiografia, os autores do texto ainda citam a superioridade bélica espanhola como um elemento de vantagem para estes. Como a questão não limita a resposta ao texto dado, o aluno poderia ainda citar o domínio cultural das tradições nativas, o uso da mentira, e as alianças com grupos indígenas locais contra os dominadores mexicas como estratégias dos conquistadores espanhóis.

b) Logo após a conquista espanhola, houve um processo de colonização empreendido pela metrópole que provocou o deslocamento forçado de contingentes indígenas entre diferentes regiões, acompanhado da exploração extensiva desta mão-de-obra por meio da mita e da encomienda. A mineração e a exploração agrícola baseada no modelo de plantation, em conjunto com estes deslocamentos, desestruturaram toda a produção agrícola das civilizações pré-colombianas, provocando a fome e a morte de milhares de indivíduos. A imigração intensiva de colonos espanhóis contribuiu para dizimar aldeias inteiras pela disseminação de doenças típicas europeias, do mesmo modo que a constante desconstrução dos símbolos religiosos e tradicionais indígenas ampliou os índices de suicídio nas aldeias. Por fim, não devemos esquecer que a resistência indígena materializada em combates diretos também provocou a morte de milhares de índios.

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES