Em 23/01/2012 17h12

Questão 12 - 3º dia - Segunda fase - Unicamp 2012

Correções de Provas

Por Oficina do Estudante

A cirrose hepática é uma séria enfermidade que frequentemente surge do hábito de ingerir bebida alcoólica. O álcool pode alterar várias estruturas do fígado, como ductos biliares e as células produtoras de bile, além de causar acúmulo de glóbulos de gordura.

a) Qual a importância da bile para o processo de digestão e em que parte do tubo digestório a bile é lançada?

b) Outra função realizada pelo fígado é a produção e armazenamento de glicogênio. Espera-se que esse processo ocorra depois de uma refeição ou após um longo período de jejum? Qual a importância do armazenamento do glicogênio?

Respostas

a) A bile é um fluido lançado no duodeno e é responsável pela emulsificação de gorduras, ou seja, pela fragmentação desses lipídios em moléculas menores (micelas), mais acessíveis à ação da enzima digestiva lípase. No intestino delgado, conclui-se a digestão de lipídios.

b) A produção de glicogênio é condicionada a uma alta concentração de glicose no sangue, ou seja, após uma refeição. Essa alta concentração sinaliza ao hipotálamo a necessidade de armazenamento de açúcares (sensação de saciedade). O hipotálamo estimula a ação de células beta no pâncreas, as quais produzem insulina, hormônio que absorve e estimula a conversão de glicose em glicogênio e o seu armazenamento pelo fígado e pelos músculos. O glicogênio é fundamental para o suprimento de reservas energéticas, especialmente em situações de jejum e atividades físicas. O glicogênio armazenado no fígado mantém a glicemia em níveis normais e impede que os níveis de glicose no sangue apresentem variações bruscas. Já o glicogênio dos músculos é consumido de modo a permitir uma locomoção e uma movimentação adequadas.

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES