Whatsapp
Em 03/12/2007 01h55 , atualizado em 18/09/2014 07h58

Os principais países para intercâmbio

Intercâmbio

Por Dayse Luan
Estudar um pouco da história e dos costumes do país ajuda a escolher o melhor destino
Estudar um pouco da história e dos costumes do país ajuda a escolher o melhor destino
PUBLICIDADE

Fazer intercâmbio é uma prática que se tornou mais acessível nos últimos anos entre os brasileiros. Há vários programas e formas de estudar, trabalhar ou fazer ambas as coisas no exterior. Os destinos também podem variar de acordo com o objetivo e com a renda do viajante.

O Canadá é o lugar que mais recebeu brasileiros nos últimos 10 anos, de acordo com uma pesquisa feita pelo site Exame.com. O país é o mais procurado para cursos de idiomas, de férias, programas de trabalho e para fazer o ensino médio. Esse destino só perde para os Estados Unidos, entre os brasileiros, em relação ao ensino superior e à pós-graduação. Os dois países são os mais buscados por interessados em aprender inglês. Em terceiro lugar está o Reino Unido.

Ainda de acordo com a pesquisa, entre as pessoas que preferem o espanhol como idioma, os locais mais procurados são Espanha, Argentina — que é a opção mais econômica — e Chile, que, por sua vez, atrai muitos intercambistas brasileiros em razão da proximidade com o Brasil e do estilo de vida dos hermanos.

Entre os intercambistas, 73% referem-se àqueles com idade de até 17 anos. Entre 18 e 30 anos, somam-se 20%. Os 7% restantes são de pessoas entre 31 e 50 anos.

O tempo de estadia varia bastante de acordo com o objetivo da pessoa. Segundo a jornalista Brenda Bellani, do Hotcourses Brasil, que é voltado para o ensino superior, cursos de inglês costumam durar de uma semana a um mês. Já as pós-graduações vão de um a quatro anos, dependendo do nível de estudo e do curso desejado. 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

De acordo com Brenda, Holanda e Austrália são países que também estão destacando-se ultimamente no gosto dos brasileiros. Já o site Exame.com aponta Malta, África do Sul e China como destinos que também estão se popularizando aqui no Brasil.

Custos

Em média, para fazer um curso de idioma no exterior, os brasileiros investem cerca de U$ 4,8 mil. Para cursos de férias, o preço fica em torno de U$ 5,8 mil, enquanto nos programas de trabalho o valor é de U$ 6,2 mil. Para estudos mais longos, como o de ensino médio, superior e pós-graduação, o investimento varia entre U$ 15 mil e U$ 25 mil.

Também existem programas como o Au Pair e True que integram estudo e trabalho. Eles possuem preços mais razoáveis e com possibilidade de pagar o investimento com o dinheiro recebido lá fora. Geralmente os destinos desses programas são Estados Unidos e França. As mulheres costumam trabalhar em casas de família, cuidando de crianças, e os homens, em bares e restaurantes, sempre respeitando o horário para estudo do intercambista.

Artigos Relacionados
Confira as dicas de duas mães de intercambistas. Como saber se seu filho está preparado para um intercâmbio.
O Salão do Estudante, maior feira de cursos no exterior e intercâmbios da América Latina, passará por sete capitais brasileiras – São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte, Salvador, Porto Alegre e Curitiba.
Saiba o que você precisa fazer para estudar nos países do Reino Unido, como Inglaterra e Escócia.
Conheça as regras para trabalhar nos EUA com visto de estudante, quais os procedimentos para exercer sua profissão legalmente.
Candidatos que ficarem entre os 50 melhores colocados no Vestibular 2018 da UniBH vão concorrer a bolsas de estudo e a intercâmbios nos Estados Unidos. 
Para estudar nos Estados Unidos é preciso conseguir um determinado tipo de visto. Conheça todos eles e saiba como solicitá-los.
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES