Whatsapp
Em 13/09/2019 13h53

3 documentos importantes para estudar nos Estados Unidos

Estudar no Exterior

É necessário organizar todos os formulários, certificados e taxas para não ter problemas na hora da tão sonhada viagem. Por Hotcourses Brasil
PUBLICIDADE

Papeladas e documentos... O processo para estudar nos Estados Unidos pode parecer complicado, com todas as fases e formulários, certificados, taxas e escolhas necessárias até a tão sonhada viagem. Mas acredite: é possível! Tudo o que você precisa é se informar ao máximo para não deixar nada de fora. E nós estamos aqui para te ajudar. Já explicamos sobre o passo a passo para ingressar em uma universidade americana e como tirar o seu visto de estudante; agora, você aprenderá sobre três documentos essenciais para estudar nos Estados Unidos. Se você quer realizar este sonho, você deve entender esses termos que explicaremos a seguir.

1. Form I-20: Certificado de elegibilidade do estudante não-imigrante 

Todos os estudantes internacionais que precisarem de um visto F1 ou M1 para poder estudar nos Estados Unidos deverão receber um formulário chamado I-20 que comprova a elegibilidade do status como estudante não-imigrante. Parece complicado, né? Mas não é.

Basicamente, este documento é enviado por universidades, faculdades, institutos ou escolas por correio ao estrangeiro que é admitido nos Estados Unidos em um curso acadêmico, de inglês ou vocacional para que ele consiga comprovar ao consulado que está matriculado em uma instituição norte-americana. 

Sendo assim, uma vez selecionado e matriculado em sua universidade nos EUA, você precisa esperar o recebimento do seu Form I-20 antes de agendar a solicitação do seu visto.

Para isso, entenda mais alguns termos importantes:

  • SEVP: Os formulários I-20 oficiais só podem ser emitidos por escolas certificadas pelo programa de visitante de intercâmbio e estudante, chamado originalmente de Student and Exchange Visitor Program (SEVP). Por isso, se você pretende conseguir um visto de estudante, deve garantir a escolha de uma escola ou universidade que seja certificada pelo SEVP.
  • DSO: O Oficial Escolar Designado (Designated School Official) é a pessoa da sua escola ou universidade responsável em auxiliar os estudantes internacionais durante o processo de seleção e a solicitação dos vistos F1 e M1, inclusive para o envio do seu Form I-20.

Além disso, há dois tipos de formulários I-20:

  • Estudantes F1: Os estudantes admitidos em cursos acadêmicos ou de inglês recebem um Form I-20 “Certificate of Eligibility for Nonimmigrant Student Status – For Academic and Language Students”.
  • Estudantes M1: Os estudantes admitidos em cursos vocacionais recebem um Form I-20 “Certificate of Eligibility for Nonimmigrant Student Status – For Vocational Students”.

Este documento é de extrema importância para diversas situações: pagar a sua taxa SEVIS, que explicaremos a seguir; passar pela entrevista no consulado e conseguir o seu visto; entrar nos Estados Unidos, na passagem pela imigração no aeroporto; tirar uma carteira de motorista americana e o seu Social Security Number.

2. SEVIS e I-901 SEVIS Fee

A sigla SEVIS significa Student and Exchange Visitor Information System – ou Sistema de Informações de Estudante e Visitante de Intercâmbio em português. Ele é um sistema eletrônico do Departamento de Segurança Interna (DHS) dos Estados Unidos usado para armazenar as informações das escolas certificadas SEVP, dos estudantes F1 e M1 no país (e também dos estudantes J1, como é o caso do programa de au pairs). 

O objetivo principal do SEVIS é manter a segurança do país e também dos intercambistas estrangeiros e certificar-se de que todos tenham um status legal dentro do constituição.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O DSO da sua instituição de ensino é responsável por fazer o seu registro no SEVIS após você ser selecionado e matriculado oficialmente na escola ou universidade americana. 

Ao receber o seu I-20 pelo correio, você pode pagar a taxa de registro no SEVIS, chamada de I-901 SEVIS Fee, obrigatória a todos os estudantes F1 e M1 para a concessão do visto. Em alguns casos, você pode pagar a taxa antes de receber o I-20, mas precisará saber das informações que constam nele, como o seu número de identificação.

O pagamento é feio pelo site oficial do I-901, clicando em “PAY I-901 FEE” no início da página. Você informará o seu ID SEVIS, que consta no Form I-20, e preencherá todos os dados necessários. Depois, escolherá o método de pagamento: cartão de crédito, Western Union, ou ordem/cheque de pagamento. Na mesma página, você consegue acompanhar o status do seu pagamento e imprimir a confirmação.

3. DS-160: O formulário de inscrição para o visto de estudante

Só depois de receber o seu Form I-20 e pagar a I-901 SEVIS Fee, você deve começar o processo de solicitação do visto.

O DS-160 é chamado de Online Nonimmigrant Visa Application em inglês. Trata-se do formulário a ser preenchido virtualmente para a solicitação de qualquer visto de não-imigrante, isto é, para uma viagem temporária aos Estados Unidos, como os vistos de estudantes F1 e M1.

Você encontra o formulário DS-160 no site do Departamento de Estado dos Estados Unidos e o envia eletronicamente depois de preenchido. Você criará uma conta no mesmo site, inserirá o número de confirmação do seu DS-160 e pagará a taxa de solicitação de Visto de Não-Imigrante (MRV). 

Você encontra todas as informações necessárias no site do Centro de Atendimento ao Solicitante de Visto (CASV). 

Preencha o seu DS-160 com muito cuidado e atenção e, antes de enviar a sua solicitação, revise todos os seus dados para evitar qualquer tipo de erro. Os oficiais do consulado examinarão este documento no momento da entrevista para determinar se você consegue o visto ou não. 

Uma vez preenchido e enviado, imprima a página com o código de barra do DS-160 e agende a sua entrevista no CASV e Consulado-Geral. Lembre-se de levá-lo com você no dia da visita, juntamente com o seu Form I-20.

Um resumo da linha do tempo da emissão e uso destes três documentos:

  • Primeiramente, encontre uma instituição americana aprovada pelo SEVP;
  • Passe pelo processo seletivo no curso escolhido desta instituição dos Estados Unidos (cada uma tem seus requisitos específicos);
  • Uma vez admitido, matricule-se na instituição;
  • O DSO da instituição fará o seu registro oficial no SEVIS e emitirá o seu Form I-20;
  • Pague a taxa SEVIS I-901 Fee;
  • Ao receber o seu Form I-20 por correio e estiver registrado no SEVIS, preencha o formulário DS-160 para solicitar o seu visto de estudante;
  • Leve o seu Form I-20, o comprovante de pagamento da SEVIS I-90 Fee e o formulário DS-160 para a entrevista no consulado.
Artigos Relacionados
Confira lista do site Great Value Colleges com as 50 cidades universitárias mais financeiramente acessíveis dos Estados Unidos
Universidades dos Estados Unidos oferecem bolsas de estudos consideradas curiosas e peculiares para auxiliar nos custos da graduação de alguns estudantes. Confira algumas da oportunidades no canal Estudar no Exterior, aqui no Brasil Escola!
Se você está planejando fazer uma graduação nos Estados Unidos, há duas opções principais: universidades e faculdades comunitária.
Interessados devem escolher um tema e desenvolver uma dissertação de 600 a 900 palavras em inglês para concorrer.
Diferente do que acontece no Brasil, agosto é a época do ano nos Estados Unidos em que os estudantes se preparam para começar as aulas. Entenda o ano letivo nos EUA.
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES