Whatsapp
Em 15/08/2019 14h23 , atualizado em 15/08/2019 14h42

Brasileiros estão em maior número no ensino superior do Reino Unido entre sul-americanos

Estudar no Exterior

Pouco mais de 1.600 brasileiros estão estudando no Reino Unido. Estrangeiros são quase 20%. Por Hotcourses Brasil
PUBLICIDADE

A nova edição do relatório International Facts and Figures da UUKi, organização representante de 136 universidades do Reino Unido, identificou que 19,6% de todos os estudantes no ensino superior britânico são estrangeiros, mesmo que o crescimento deste número tenha desacelerado nos últimos anos. Entre os países da América do Sul, apesar de a porcentagem ainda ser bem pequena comparada ao resto do mundo, o Brasil é o melhor representado.

Além de estudar a população estudantil, a pesquisa, com dados de órgãos como o OECD e HESA, também traz informações sobre educação transnacional, um dos grandes fortes do Reino Unido, e o número de professores estrangeiros contratados no país. De maneira geral, o relatório comprova o sucesso da internacionalização do ensino superior no Reino Unido.

Estrangeiros no Reino Unido

Em 2017-2018, 458.490 estudantes internacionais estavam matriculados em cursos acadêmicos no Reino Unido, representando 19,6% de todo o corpo discente do país. Estes números são suficientes para manter o Reino Unido como o segundo destino de estudo mais procurado pelos estrangeiros, perdendo apenas para os Estados Unidos. 

Leia também: Prepare-se para o ensino superior no Reino Unido

Destes mais de 450.000 estrangeiros, 319.340 vieram de países não europeus; 50,6% cursavam graduações, 39,4% pós-graduações profissionais, e 9,9% pós-graduações de pesquisa. As áreas de estudo mais populares entre eles, em todos os níveis acadêmicos, foram as de Negócios e Estudos Administrativos, Engenharia e Tecnologia, Estudos Sociais, Artes Criativas e Design, Ciências Biológicas e Direito.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Outros dados promissores em relação à internacionalização do ensino superior britânico vão além do corpo discente: 55,2% de todas as publicações científicas do Reino Unido foram feiras a partir de colaborações internacionais de pesquisa e 20% de toda a equipe acadêmica das universidades britânicas é estrangeira.

Brasileiros estudando no Reino Unido
    
A América do Sul, infelizmente, mantém-se sem grandes destaques. Segundo o relatório, o número de estudantes internacionais desta região ainda é pequeno comparado às demais e apenas cresceu 0,65% entre 2016-2017 e 2017-2018. Entretanto, houve aumento de coautores de pesquisas publicadas e professores contratados dos países sul-americanos no Reino Unido.

Embora os número sejam pequenos, os brasileiros continuam a dominar a representatividade da América do Sul na educação superior britânica:

  • Dos 5.385 estudantes sul-americanos no Reino Unido em 2017-2018, 1.670 eram brasileiros;
  • Dos 1.470 professores e acadêmicos sul-americanos no Reino Unido em 2017-2018, 610 eram brasileiros;
  • Das 22.595 publicações científicas do Reino Unido com parcerias na América do Sul entre 2015 e 2018, 13.913 tiveram coautores brasileiros.
Artigos Relacionados
Confira respostas para as cinco perguntas mais feitas sobre estudar no Reino Unido. Quer fazer intercâmbio na Inglaterra? Leia este texto e faça seu planejamento.
A De Montfort University (DMU), no Reino Unido, está com inscrições abertas para bolsas de estudo atléticas em graduação e pós-graduação de qualquer área.
Os estudantes brasileiros estão investindo cada vez mais em uma formação acadêmica no exterior, segundo pesquisa realizada pela BMI, do Salão do Estudante.
Estudantes estrangeiros que se formam em universidades do Reino Unido ganham até 50% a mais do que os seus colegas de classe britânicos.
Se você estiver considerando estudar uma graduação no Reino Unido e gostaria de escolher o curso que proporcionará um alto salário mínimo inicial, o site The Telegraph tem informações que podem te interessar. Você imagina quais são os cursos que formam os profissionais mais bem pagos no país?
Utilizando técnicas criadas pelo FBI, um novo software de “linguística forense” está sendo desenvolvido no Reino Unido para identificar plágios em trabalhos universitários ao analisar a composição dos documentos, como vocabulário, pontuação e formato. 
Se você pretende fazer uma graduação na Inglaterra (Reino Unido), muito provavelmente vai precisar do UCAS. Entenda o UCAS e saiba como se inscrever.
Conheça a University of South Wales, no País de Gales, que oferece bolsas de estudo para estudantes internacionais com um bom histórico escolar.
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES