Topo
pesquisar
Em 03/05/2019 14h31, atualizado em 15/08/2019 14h43

UCAS: a inscrição em graduações no Reino Unido

Estudar no Exterior

Site é um serviço centralizado para as admissões em graduações nas universidades inglesas. Por Hotcourses Brasil
PUBLICIDADE

Se você pretende fazer uma graduação no Reino Unido, muito provavelmente vai precisar do UCAS, o serviço centralizado de inscrições em universidades britânicas. Antes de começar o seu processo é importante aprender mais sobre o site, como ele funciona e como fazer a sua application. Vamos lá?

O Universities and Colleges Admissions Service surgiu em 1993 com a união do UCCA e SCUE, duas organizações de admissões no Reino Unido para a criação de apenas um órgão independente. Assim o UCAS se tornou um serviço centralizado para as admissões em graduações no país com intuito principal de ajudar as universidades a lidar eficientemente com múltiplas inscrições e, ao mesmo tempo, incentivar estudantes do mundo inteiro a considerar cursos no Reino Unido.

 O UCAS

Segundo o site oficial do UCAS, 2,85 milhões de inscrições de 699.850 estudantes britânicos e estrangeiros foram processadas por eles em 2017 e, no total, ajudaram 533.890 candidatos a serem admitidos integralmente em 391 faculdades e universidades do Reino Unido.

Por ser uma organização independente e não receber nenhum apoio financeiro do governo, o UCAS recebe sua renda das taxas de inscrição paga pelos candidatos e também da comissão que recebem das instituições de ensino superior toda vez que um estudante é admitido com sucesso.

Além de facilitar todo o processo de seleção universitária no país, o UCAS consegue coletar e analisar um grande volume de dados sobre o ensino superior britânico graças ao grande número de inscrições que passam por ele. Os dados e as análises do serviço estão disponíveis em seu site oficial.

A inscrição pelo UCAS

A inscrição pelo UCAS é feita completamente online e em ciclos. Primeiramente, você precisa se registrar no site para criar um log in de acesso e criar a sua página de detalhes pessoais. Não se esqueça de informar o seu nome completo como ele aparece nos seus documentos oficiais, como passaporte, RG e certificado de nascimento.

1. Detalhes pessoais

Depois de se registrar, preencha mais detalhes aprofundados: opções de bolsas de estudo ou patrocinadores, seu endereço residencial, qualquer necessidade especial, antecedentes criminais, entre outros. Ao incluir seu email, você deverá verificá-lo antes de proceder e também pode adicionar um parente ou responsável para ter acesso a sua conta. 

Os candidatos internacionais ainda precisam de informações extras sobre o aspecto financeiro. O UCAS não lida com bolsas de estudo ou empréstimos, mas alguns detalhes são essenciais para a sua admissão no Reino Unido. Por isso, você pode dar permissão ao site de compartilhar suas informações com organizações de assistência financeira.

2. Escolha dos cursos

Pelo UCAS, você consegue se inscrever em até cinco cursos de uma vez, então o próximo passo é escolher as universidades e os cursos. Não há ordem de preferência e as universidades não terão acesso às suas demais escolhas, então você tem flexibilidade de selecionar o curso e a instituição que quiser, sem se preocupar com as opções.

Mas há alguns requisitos específicos de acordo com certas áreas de estudo e universidades:

  • Os candidatos de Medicina, Odontologia, Medicina Veterinária ou Ciência Veterinária só podem se inscrever em no máximo quatro cursos.
  • Cada candidato só pode se inscrever em um curso cada da Universidade de Oxford e da Universidade de Cambridge.
  • No UCAS existe a opção deferred entry, que significa ser admitido em um curso, mas só começá-lo um ano depois da admissão. Não são todas as universidades que aceitam esse tipo de inscrição, por isso, o UCAS te orienta a verificar se esta opção está disponível nas instituições de seu interesse antes de selecioná-la.

3. Histórico educacional

O próximo passo é fornecer todas as qualificações da sua educação prévia, independente se você já tiver recebido todos os resultados ou ainda estiver esperando por eles. Se houver algum documento pendente, você deverá adicioná-los na sua inscrição online depois de recebidos pelo site do UCAS. Se não recebê-los a tempo, depois você os enviará diretamente às universidades nas quais se aplicar.

Os candidatos internacionais precisam selecionar cada qualificação por nome e país (se o seu país não aparecer na lista, é só selecionar “Other”). Em alguns casos, você mesmo terá de enviar comprovações dos seus resultados para as universidades e faculdades.

4. Experiência profissional

Se você tiver experiência profissional prévia em funções remuneradas, tanto integrais quanto de meio período, deve preencher o campo de informações sobre histórico de empregabilidade com detalhes de no máximo cinco experiências diferentes. Inclua o nome da empresa, endereço, descrições do trabalho e datas de início e término.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

As experiências não remuneradas ou trabalhos voluntários não contam nesta seção. Você pode falar sobre eles na sua carta de motivação.

5. Carta de motivação

Como de praxe quando o assunto é admissão em universidades internacionais, você precisará desenvolver uma redação chamada de personal statement – carta de motivação ou declaração pessoal, como é conhecida em português. Esta é a sua chance de provar para as universidades britânicas que você é um candidato adequado e explicar suas razões para querer estudar o curso escolhido. 

A melhor dica é não escrever uma redação genérica e enviar a mesma carta para todas as suas cinco opções de universidade/curso. Ela deve refletir sobre suas motivações, objetivos com o curso e por que você deve ser admitido – ou seja, tudo isso vai depender de acordo com a universidade. Por exemplo: uma instituição pode ter um estúdio de última geração que você gostaria muito de usar durante os estudos; e em outra, o seu interesse pode ser especificamente na grade curricular com todas as disciplinas que você gostaria de estudar.

Por isso, é importante desenvolver uma personal statement para cada opção de universidade que você selecionar no UCAS.

Saiba mais sobre personal statement

6. Revisar sua inscrição

Após preenchido, é hora da revisão. Verifique se tudo está preenchido corretamente e se você não precisa de nenhuma informação ou documento adicional. Aí é só marcar como concluído e salvar tudo.

Ao marcar todas as seções como completadas, você lerá a declaração de autorização para que o UCAS compartilhe todas as suas informações às universidades e faculdades. Se estiver de acordo, é só clicar em “Agree” e ir para a seção final.

7. Últimos passos

Os últimos passos são:

  • Adicionar uma carta de referência escrita por um professor, orientador ou profissional que te conheça acadêmica ou profissionalmente bem o suficiente. Essa parte é obrigatória.
  • Pagar a taxa de inscrição: £18 para a inscrição em um curso ou £ 24 para múltiplos cursos e para inscrições tardias enviadas após o dia 30 de junho.

Você se inscreve pelo UCAS de maneira independente, pagando a taxa online com cartão de débito ou crédito, após acrescentar a carta de referência. Ou então se inscreve por meio de uma escola, faculdade ou centro e, neste caso, eles escolhem se a taxa é paga para eles e depois repassadas para o UCAS ou se você pagará diretamente na sua inscrição online.

Requisitos de admissão

Como cada universidade estipula o seu conjunto específico de requisitos para a admissão, na hora de escolher os cursos no UCAS, verifique com cuidado os critérios para selecionar as opções nas quais você têm boas chances de ser admitido de acordo com as suas qualificações, médias e também resultado em algum teste oficial de proficiência no inglês.

A admissão pelo UCAS

Geralmente as inscrições para cursos de Medicina, Odontologia, Medicina Veterinária ou Ciência Veterinária ou para a Oxford e Cambridge devem ser completadas até outubro; e para as demais universidades e cursos, até janeiro. Mas fique atento porque os prazos finais dependem de cada uma das instituições que você escolher, por isso, comece o seu processo o quanto antes possível.

Após enviada, você pode acompanhar a sua inscrição a qualquer hora logando na sua conta no UCAS. Sempre que houver qualquer atualização, você receberá um e-mail de aviso. 

Você pode receber dois tipos de respostas: a admissão incondicional significa que você foi admitido definitivamente à universidade e já pode aceitar a sua vaga; já a admissão condicional depende de outros documentos ou resultados em provas que a universidade pode solicitar antes de selecioná-lo definitivamente.

Caso você não seja selecionado por nenhuma das suas opções ou decida recursar a oferta de vaga recebida, você pode usar o Extra para se inscrever em outras universidades, uma de cada vez.

Se estiver satisfeito com suas opções, basta selecionar qual oferta você aceitará e finalizar a sua admissão dentro do prazo da universidade. Parabéns! Agora é só começar a se preparar para a sua viagem!

Visite o site do UCAS

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola