Topo
pesquisar
Em 18/04/2019 14h25

Estudantes internacionais graduados no Reino Unido ganham mais do que os britânicos

Estudar no Exterior

Entre as 21 áreas de estudo verificadas, os estrangeiros ganhavam mais do que os nativos em quase todas as profissões, com exceção de apenas seis delas. Por Hotcourses Brasil
PUBLICIDADE

Segundo um relatório publicado pelo Higher Education Policy Institute (Hepi), os estudantes estrangeiros que se formam em universidades do Reino Unido ganham até 50% a mais do que os seus colegas de classe britânicos. Um dos principais exemplos são os estudantes formados em Matemática: os britânicos ganham uma média de £ 33.100 anuais após cinco anos de graduação, enquanto os graduados que vieram de fora da Europa ganham £ 48.400.

A grande diferença também é identificada entre os graduados de Economia. Britânicos ganham £ 37.900 por ano e os estrangeiros, £ 45.700. Em ambas as áreas de estudo, os estudantes dos países da União Europeia também ganham mais do que os nascidos no Reino Unido, mas ainda assim a média salarial é inferior em relação aos dos vindos de fora da Europa.

Segundo o site The Telegraph, o relatório analisou dados sobre a média salarial anual de profissionais britânicos e internacionais cinco anos após terem concluído uma graduação no Reino Unido. Entre as 21 áreas de estudo verificadas, os estrangeiros ganhavam mais do que os nativos em todas com exceção de apenas seis delas.

Uma possível explicação para a disparidade é o diferencial dos profissionais estrangeiros, que, por precisarem se firmar em um mercado internacional, costumam se mostrar mais inspirados, trabalhadores e ambiciosos. O relatório diz que os graduados estrangeiros estão ajudando a economia do Reino Unido ao diminuir a escassez de habilidades – e diminuir também as vagas de emprego – que existiriam se não fosse por eles.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Brexit: trabalhar no Reino Unido após a graduação

As mudanças que o Brexit – a saída da Grã-Bretanha da União Europeia – causará na educação superior do país ainda são indefinidas. No entanto, o governo tem buscado medidas para continuar a incentivar a vinda de estrangeiros e atrair as mentes mais brilhantes do mundo acadêmico internacional ao Reino Unido.

Uma das possíveis estratégias estudadas é aumentar a estadia dos estudantes no país por seis meses a dois anos após a conclusão de uma graduação ou pós-graduação. O governo ainda não chegou a um consenso em relação à duração do post-study work visa. O período seria usado para permanecer no país legalmente e procurar por oportunidades profissionais ao invés de precisar retornar ao país de origem logo depois da conclusão dos estudos. 

Atualmente, o visto geral de estudante Tier 4 permite a estadia até apenas quatro meses após a graduação. O estudante pode trabalhar integralmente durante este período, mas se quiser estender a permanência, precisa solicitar um visto de trabalho adequado. Os estrangeiros também podem participar dos graduate schemes, programas de treinamentos criados e conduzidos por empregadores britânicos a fim de desenvolver profissionais.
 

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola