Em 03/08/2018 09h45 , atualizado em 03/08/2018 10h07

As 10 universidades mais concorridas do Reino Unido

Estudar no Exterior

Liderança é da renomada Universidade de Cambridge, fundada há mais de 800 anos na Inglaterra. Por Hotcourses Brasil
Universidade de Glasgow, na Escócia, é a sexta mais concorrida do Reino Unido
Universidade de Glasgow, na Escócia, é a sexta mais concorrida do Reino Unido
PUBLICIDADE

O Complete University Guide listou as universidades do Reino Unido com os padrões mais altos para a seleção de estudantes para o ano letivo de 2019. Os dados foram coletados pela Agência de Estatísticas de Educação Superior e têm como base a pontuação exigida de novos estudantes de graduação pelo UCAS, o serviço central britânico de inscrições universitárias. 

E aí, você imagina quais são as universidades mais concorridas e difíceis de entrar no Reino Unido?

Fatores analisados

Para chegar aos resultados da pesquisa, o Complete University Guide analisou e deu notas para cada um dos seguintes fatores:

Padrões para a admissão: Sem pontuação máxima;
Satisfação estudantil: 5.00;
Qualidade de pesquisa (intensidade e qualidade): 4.00
Perspectiva após a graduação: 100.0;
Nota geral: 1000

10. University of Bath

A Universidade de Bath exige uma pontuação de 186 no UCAS para os novos estudantes de graduação e também tem uma das melhores experiências estudantis do país, ficando em quarto lugar no ranking da Times Higher Education de 2018.

9. University College London (UCL)

A UCL exige que os estudantes tenham só notas excepcionais no A-Level, ensino médio do Reino Unido que serve como preparatório universitário. Os interessados precisam ter de notas de A*A*A* a ABB no boletim. A Universidade tem orgulho de ser a primeira da Inglaterra a admitir estudantes de todas as etnias, classes sociais e religiões. A pontuação mínima no UCAS deve ser de 191.

8. Durham University

A Durham tem um processo seletivo diferente: ao invés de uma inscrição geral para toda a Universidade, o estudante deve se inscrever pelo departamento acadêmico que oferecer o seu curso de interesse e, se admitido, passa a fazer parte de uma comunidade da instituição. A sua média de pontuação no UCAS é de 197.

7. London School of Economic (LSE)

A LSE é especializada em antropologia, criminologia, relações internacionais e sociologia. Todos os cursos da Universidade custam £ 9.000 por ano. Os candidatos devem atingir uma pontuação mínima de 200 no UCAS, fazendo com que a LSE empatasse com a Universidade de Glasgow em sexto lugar.

6. University of Glasgow

A Universidade de Glasgow é a quarta universidade mais antiga das nações anglófonas do mundo, e, juntamente com Aberdeen, Edimburgo e St. Andrews, também é uma das mais tradicionais da Escócia. Apesar de ficar em 24º lugar de acordo com a avaliação geral, ela conseguiu empatar em sexto nesta lista com a LSE graças à sua exigente pontuação no UCAS.

5. University of Strathclyde

Originalmente chamada de Andersonian Institute ao ser fundada em 1796, ela foi nomeada a primeira universidade técnica do Reino Unido em 1964. A Strathclyde é uma escolha popular entre os estudantes, comprovado pela sua população discente, a terceira maior do Reino Unido. Mas não é fácil entrar nela, não: a Universidade exige uma pontuação de 201 no UCAS.

4. University of St. Andrews

Universidade melhor classificada da Escócia, a St. Andrews exige 206 pontos no UCAS para ser admitido. Ela é a instituição de ensino superior mais antiga do seu país e, na hora de selecionar seus estudantes, dá bastante valor às referências que comprovem o potencial de cada candidato. Sabe quem já estudou lá? O Príncipe William e Kate Middleton! Foi na St. Andrews que eles se conheceram.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

3. University of Oxford 

A universidade mais antiga do mundo anglófono ainda mantém padrões excepcionalmente altos para a seleção de seus estudantes: pontuação mínima de 217 no UCAS e um boletim do A-Level com notas A*A*A e AAA. A maioria dos candidatos da Oxford também precisa prestar testes escritos ou enviar redações, além de passar por entrevista com tutores da instituições.

2. Imperial College London

A Imperial tem os padrões mais altos de seleção entre todas as universidades localizadas em Londres, exigindo a média de 219 pontos no UCAS. Ela é especializada na aplicação prática das ciências e os seus departamentos de pesquisa focam em áreas como saúde global, mudança climática e recursos sustentáveis de tecnologia da energia.

1. University os Cambridge

Sim, a famosíssima Universidade de Cambridge é a mais difícil de entrar em todo o Reino Unido. A pontuação no UCAS deve ser de 226 e tipicamente os estudantes admitidos têm notas A*AA ou A*A*A no A-level, dependendo do curso. Não é à toa que a instituição já formou 98 vencedores do Prêmio Nobel! 

Veja a lista completa aqui. (Com informações do The Telegraph.)

3 dicas para conseguir ser admitido em uma dessas universidades

Sabemos que é difícil – como as estatísticas comprovam –, mas não é impossível. Para ser admitido em uma destas universidades incríveis do Reino Unido, você vai precisar de muita dedicação, comprometimento, persistência e um desempenho escolar impecável. 

1. Começar a se preparar com muita antecedência

Se a sua intenção é estudar em uma destas universidades superconcorridas do Reino Unido (ou de qualquer país do mundo, na verdade), você precisa começar a se preparar com muita antecedência. O ideal é ter, pelo menos, três anos para entender o processo, estudar, prestar todos os exames necessários e conseguir caprichar na escola. Em alguns casos, você vai precisar cursar pelo menos o primeiro ano de uma graduação em uma universidade do Brasil para poder concorrer.

2. Manter um desempenho escolar impecável

Começando a se preparar com antecedência, você consegue caprichar durante todo o ensino médio. Como pôde perceber pelas pontuações exigidas pelas universidades, só estudantes com um boletim recheado de notas altas têm chances.

3. Fazer o ensino médio no Reino Unido

Leia nosso guia completo sobre o ensino médio no Reino Unido para entender como funciona o sistema educacional e a preparação para o mundo universitário no país. Aprenda também como você pode usar a sua nota no ENEM e em vestibulares brasileiros para ser admitido no Reino Unido.

Artigos Relacionados
Mais de 270 mil estudantes de todo o mundo escolhem o Reino Unido para estudar todos os anos. Veja os motivos que fazem Londres e outras cidades ótimos destinos.
Conheça a University of South Wales, no País de Gales, que oferece bolsas de estudo para estudantes internacionais com um bom histórico escolar.
Se você pretende fazer uma graduação na Inglaterra (Reino Unido), muito provavelmente vai precisar do UCAS. Entenda o UCAS e saiba como se inscrever.
Os seguros são essenciais para ser atendido no exterior caso o estudante tenha qualquer tipo de emergência durante a viagem.
Estudantes estrangeiros que se formam em universidades do Reino Unido ganham até 50% a mais do que os seus colegas de classe britânicos.
A bolsa de estudo internacional para graduação é válida para estudantes brasileiros, assim como os de outras nacionalidades.
Utilizando técnicas criadas pelo FBI, um novo software de “linguística forense” está sendo desenvolvido no Reino Unido para identificar plágios em trabalhos universitários ao analisar a composição dos documentos, como vocabulário, pontuação e formato. 
Se você estiver considerando estudar uma graduação no Reino Unido e gostaria de escolher o curso que proporcionará um alto salário mínimo inicial, o site The Telegraph tem informações que podem te interessar. Você imagina quais são os cursos que formam os profissionais mais bem pagos no país?
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES