Topo
pesquisar
Em 30/11/2018 11h07, atualizado em 05/12/2018 11h01

Atualidades vestibulares e Enem - novembro de 2018

Atualidades

As eleições legislativas norte-americanas e a transição no governo brasileiro foram destaques. Por Rafael Batista
Médicos cubanos que atendiam pelo Mais Médicos vão deixar o Brasil até o final do ano
Médicos cubanos que atendiam pelo Mais Médicos vão deixar o Brasil até o final do ano
PUBLICIDADE

Muitos assuntos pautaram os principais noticiários em novembro, desde política até desastres naturais. No Brasil, a eleição de um novo presidente da República continuou repercutindo. Já nos Estados Unidos, aconteceram eleições para a Câmara dos Representantes, Senado e Governadores de alguns estados.

Estar atualizado dos principais assuntos é importante para quem se prepara para o Vestibular ou Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Aqui, o Brasil Escola listou um resumo dos temas mais importantes e que repercutiram em novembro.

Para ler mais e navegar no assunto, basta clicar no texto e será direcionado para matérias que tratam o tema.

Governo Bolsonaro

Com a eleição de um novo presidente da República no Brasil, a atenção é voltada para a equipe de transição e os nomes de possíveis Ministros e outros cargos de confiança no Palácio do Planalto. Durante a campanha, Jair Bolsonaro afirmou que seu governo teria 15 ministérios, mas agora alega que o número pode chegar a 20.

Em suas indicações e possibilidade de fusão de pastas, o presidente eleito provocou polêmica ao anunciar a extinção dos Ministérios do Meio de Ambiente e do Trabalho, mas recuou e decidiu manter os dois com status de ministérios.

Além de Paulo Guedes, considerado o “guru” de Jair Bolsonaro, o juiz Sérgio Moro e o Astronauta Marcos Pontes foram confirmados na equipe de governo. Veja quais são os nomes confirmados para o novo governo.

Mais Médicos

Outra polêmica na qual o presidente eleito se envolveu foi em relação ao programa Mais Médicos. Cuba anunciou saída do programa após Bolsonaro criticar o governo cubano, que recolhe boa parte do salário dos médicos para investir no seu sistema de saúde, e impor condições para a permanência do país no programa. São elas: Provas do Revalida para os profissionais, salário integral para os médicos e condições para que as famílias destes profissionais também venham para o país.

Cuba rejeitou as imposições e anunciou saída do programa. Mais de 8,5 mil médicos cubanos deverão sair do Brasil até o final do ano, deixando cerca de 28 milhões de brasileiros sem atendimento médico, segundo a Confederação Nacional dos Municípios (CNM). A maioria dos médicos cubanos atuava em cidades pobres do interior.

O Governo Federal abriu edital para a reposição dos médicos cubanos e 97,2% das vagas foram preenchidas por profissionais brasileiros. No entanto, menos de 10% dos inscritos se apresentaram para trabalhar e alguns médicos desistiram ao chegar no local de trabalho. Além disso, médicos das redes municipais e estaduais estão deixando seus postos para trabalhar pelo Mais Médicos.

Enem

Como novembro foi mês da aplicação das provas do Enem, o presidente eleito também se posicionou quanto ao conteúdo das provas. Ele criticou uma questão que citava o pajubá, dialeto secreto de travestis, afirmando que, em seu governo vai “fazer com o que o Enem cobre conhecimentos úteis.

Estados Unidos

Logo no início do mês de novembro, os eleitores norte-americanos foram às urnas para a eleição da Câmara dos Representantes, que equivale à Câmara dos Deputados no Brasil. Foram eleitos também Senadores e Governadores para 36 dos 50 estados.

As eleições legislativas nos EUA chamaram a atenção do mundo. Imagem: andriano.cz / Shutterstock

Os Democratas tiveram maioria dos eleitos e devem ocupar 218 cadeiras, enquanto os Republicanos, partido do Presidente Donald Trump, terão 193. As eleições deste ano ficaram marcadas também pela eleição recorde de mulheres para o Congresso, além de Muçulmanas e Indígenas.

Como nas eleições presidenciais dos EUA, as fake news também estiveram em alta neste pleito. Na véspera da votação, a rede social Twitter apagou 10 mil perfis automatizados que disparavam mensagens desmotivando os eleitores a irem à urnas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Imigração

Ainda envolvendo o governo norte-americano, o dilema da imigração continuou a se destacar na imprensa internacional. Um grupo de aproximadamente 5 mil pessoas deixaram Honduras, na América Central, com destino aos Estados Unidos. Na Cidade do México, o grupo de imigrantes se dispersou, mas parte dele seguiu rumo à fronteira.

Desastres naturais

No início do mês, diversas regiões da Itália foram castigadas por fortes chuvas. Sicília, Palermo e Agrigento estão entre as localidades mais castigadas. Segundo as autoridades italianas, o número de mortes chegou a 29 em todo o país.

O desastre que causou mortes nos EUA foi um incêndio na cidade de Paradise, a 280Km de São Francisco, na Califórnia. Mais de 150 mil moradores tiveram que ser deslocados para regiões seguras. Pelo menos nove pessoas morreram.

Um deslizamento de terra em Nitéroi, no Rio de Janeiro, causou pelo 15 mortes. A tragédia aconteceu no morro da Boa Esperança, durante a madrugada do dia 11 de novembro e, além das mortes, centenas de pessoas ficaram desabrigadas.

Sirius

Sirius: o mais complexo projeto da ciência brasileira. Imagem: Shutterstock

Foi inaugurado no dia 14 de novembro o maior e mais complexo projeto da ciência brasileira. O Sirius, como foi batizado, é um acelerador de elétrons que funciona como um grande microscópio e permite estudar qualquer material. Localizado em Campinas, no interior de São Paulo, o Sirius foi concebido em 2009, ao final do Governo Lula.

Saiba mais sobre o projeto

Submarino San Juan

Depois de um ano de buscas, a tripulação de um navio americano encontrou o submarino argentino desaparecido desde novembro de 2017. O veículo foi encontrado a mais de 900m de profundidade a 500km da costa da Argentina.

A embarcação que naufragou no Atlântico Sul tinha 44 tripulantes a bordo. Apesar do sucesso nas buscas, o Governo Argentino disse que não há tecnologia para retirar o submarino do fundo do Oceano.

Edição Genética

Um cientista chinês afirmou que alterou os DNAs de duas meninas gêmeas na fase embrionária. para que elas nascessem imúnes ao vírus do HIV. Apesar de a comunidade científica não ter confirmado o procedimento, uma grande polêmica se formou em torno do caso. Pesquisadores afirmam que editar genes de bebês humanos é "monstruoso".

Edição genética
A edição de gene em humanos é proibida na maioria dos países. Imagem: Vchal / Shutterstock

Nova missão em Marte

A sonda InSight pousou em Marte no dia 26 de novembro. Segundo a Nasa, apesar do sucesso no desembarque, o procedimento de pouso foi dramático. O objetivo da sonda InSight é investigar o interior do planeta vermelho, fazendo um estudo sismográfico do solo.

Morte de Missionário

Em uma tentativa de catequizar uma tribo indígena em um território remoto da Índia, o missionário americano Jonh Allen Chau, 26, foi assassinado pelos habitantes da região. A Ilha Sentinela do Norte, como é chamada, é uma área cujo o acesso é proibido pelas autoridades indianas. Jonh Allen trabalhava por conta própria, sem ter sido enviado por nenhuma organização religiosa.

G-20

A edição 2018 do G-20 é sediada na Argentina. Imagem: railway fx / Shutterstock

Começou no dia 29 de novembro a reunião de cúpula do G-20, na Argentina. O encontro reúne os líderes dos setes países mais ricos do mundo e das 13 economias emergentes (como China, Rússia e Brasil). Entre as demandas discutidas estão: o futuro do emprego e o desenvolvimento econômico.

Na reunião ficou definida a necessidade de uma reforma na Organização Mundial do Comércio (OMC) para otimizar seu funcionamento. Durante a reunião, o Presidente dos EUA, Donald Trump, foi alvo de protestos nas ruas da Argentina.

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola