Topo
pesquisar
Em 04/11/2019 18h33, atualizado em 06/11/2019 11h46

Enem 2019: estudantes e professores comentam tema da redação

Notícias

Tema proposto dividiu opiniões dos participantes na hora de escrever a redação. Deixe sua opinião na enquete! Por Giullya Franco
Democratização do acesso ao cinema no Brasil foi o tema da redação
Democratização do acesso ao cinema no Brasil foi o tema da redação
PUBLICIDADE

As provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 começaram a ser aplicadas no último domingo, 3 de novembro, junto com a redação que, neste ano, teve como tema a Democratização do acesso ao cinema no Brasil.

Você gostou do tema da redação? Participe da enquete.

O tema da redação dividiu opiniões tanto dos estudantes que fizeram a prova como de professores que são especialistas na área.

A prova exigia que os participantes pudessem desenvolver um texto dissertativo-argumentativo e ofereceu quatro textos de apoio para que os estudantes tivessem base na construção da redação.

Vivian Costa busca uma 2ª graduação pelo Enem
(Arquivo pessoal)

De acordo com a participante Vivian Costa, de Goiânia/GO, que já é graduada em Relações Públicas e busca uma vaga no curso de Jornalismo, o tema foi difícil mas as coletâneas ajudaram. “O tema deste ano foi extremamente inesperado. Embora tenha lido alguns elogios e comentários do que poderia ser abordado, considerei difícil e meu texto acabou sendo baseado totalmente na coletânea. Minha proposta foi a junção dos setores público e privado para levar cinema às áreas carentes, como cidades do interior e periferia”, destacou a participante.

Para a coordenadora de redação do Colégio Poliedro, Maria Catarina Bozio, de São José dos Campos/SP, o tema focado no cinema também foi inesperado, mesmo que trouxesse assuntos relacionados à cultura.

“O tema surpreende pelo recorte. Está dentro dos eixos que o Enem costuma trabalhar, fala sobre questões de cidadania, sociedade e cultura, mas delimitar para o cinema foi inesperado. Trazer a questão da cultura assim como trazer algo que não está democratizado em termos de acesso nacionalmente era esperado, mas focar especificamente no cinema pode de fato ter surpreendido alguns candidatos”, afirmou a coordenadora.

Mais: Provas sem ideologia ou polêmicas marcam primeiro dia do Enem 2019

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Sofia esperava um tema mais relevante
Crédito: arquivo pessoal

A jovem Sofia Caporossi, 16 anos, de Campinas/SP, está no 2º ano do Ensino Médio e fazendo o Enem como treineira. Segundo a estudante, o Inep poderia escolher um tema mais relevante

“Achei que o tema da redação foi bem fraco, comparado aos anos anteriores, por existirem assuntos mais importantes e que possam gerar mais reflexão aos alunos. Na proposta coloquei a criação de novos cinemas nas áreas que apresentam desigualdade, diminuição do preço dos ingressos e, também, como um dos argumentos disse que o cinema virou uma indústria cultural, colocando na proposta que deveria existir um número limite para a produção de filmes com sequência”, destacou a estudante.

Veja também: Enem 2019: Inep registra abstenção de 23,1% dos mais de 5,1 milhões de inscritos

O professor de Língua Portuguesa, Marcelo Maluf, do Curso e Colégio Oficina do Estudante, de Campinas/SP fez uma análise de todas as coletâneas oferecidas na prova e destacou as principais propostas que poderiam ser abordadas pelos participantes. Entre elas, propôs abordagens sobre a causa da falta de democratização e possíveis soluções.

“Tendo em vista que a redação Enem cobra propostas de intervenção para o problema, o candidato teria, no texto 4, informações que poderiam ser utilizadas como ‘causa’ da falta de ‘democratização do acesso ao cinema no Brasil’ e, portanto, das propostas possíveis. Neste sentido, poderia mobilizar os três setores - instâncias governamentais, instâncias privadas e instâncias civis e sociais - e propor mudanças em relação à falta de investimento na infraestrutura do setor, à baixa capitalização de empresas exibidoras, à descentralização das salas de cinema, aos custos de ir ao cinema e ao local onde se encontram as salas, por exemplo”, comentou o professor.

Veja a análise completa do professor Marcelo Maluf

Como a redação do Enem é corrigida

As redações do Enem são corrigidas por dois corretores, que dão nota de 0 a 200 em cinco competências para compor a nota final. As competências exigidas pelo Inep são as mesmas desde 2013. Veja:

1) Domínio da norma-padrão da língua escrita;
2) Compreensão do tema;
3) Organização das informações e argumentos;
4) Correta aplicação da lógica;
5) Apresentar uma proposta de intervenção para o problema.

Mais: Conheça cada uma das competências da redação do Enem

Quando as notas de uma ou mais competências dos dois corretores têm uma diferença maior que 80 pontos, um terceiro corretor dá a nota daquela competência. O terceiro corretor também avalia quando a diferença da soma das cinco competências for maior que 100 e, no caso, a nota final será a média aritmética entre as duas notas totais que mais se aproximarem. Se o terceiro corretor e os outros dois examinadores não chegam a um acordo, a redação deverá ser corrigida por uma banca examinadora composta por três corretores e presidida por um doutor.

  • Nota 1000

Quando uma redação recebe a nota mil após a avaliação, a banca examinadora também é acionada para avaliar as redações com nota máxima.

Veja como fazer uma redação nota 1000 no Enem

  • Nota Zero

Além das competências exigidas para a redação, também existem oito situações que podem fazer o participante zerar a nota da redação. Veja quais são:

1) Fuga total ao tema;
2) Não obediência à estrutura dissertativo-argumentativa;
3) Texto com até 7 linhas;
4) Impropérios, desenhos e outras formas propositais de anulação ou parte do texto deliberadamente desconectada do tema proposto;
5) Redação em branco, mesmo com texto em rascunho;
6) Cópia do texto motivador;
7) Assinar a redação fora do local designado;
8)Escrever em outra língua que não o português.

Veja também: Como é a redação do Enem

Correção comentada

A partir das 18h30 do próximo domingo, 10 de novembro, o Brasil Escola, em parceria com o Colégio Oficina do Estudante, fará a correção comentada do segundo dia de provas do Enem 2019 em tempo real. A publicação das respostas será feita aqui no site do Brasil Escola e no Twitter.

Clique aqui para acompanhar a correção

Para mais informações acesse a página do Enem 2019 no Brasil Escola.

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Enem Brasil Escola