Whatsapp
Em 04/11/2016 12h41 , atualizado em 04/11/2016 14h21

Enem 2016 é adiado em mais 60 escolas ocupadas

Notícias

Mais de 240 mil estudantes de 18 estados farão as provas somente em dezembro Por Adriano Lesme
Crédito da Imagem: INEP
PUBLICIDADE

Em entrevista coletiva realizada na manhã desta sexta-feira, 4 de novembro, o Ministério da Educação (MEC) anunciou o adiamento das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016 em mais 60 escolas que estão ocupadas por estudantes. 

Veja a lista atualizada de escolas ocupadas

Ao todo, 364 escolas que seriam locais de provas do Enem estão ocupadas em 18 estados e no Distrito Federal. O número de participantes que não poderão fazer as provas neste final de semana, dias 5 e 6 de novembro, subiu de 191 mil para 240.304. Eles farão o Enem nos dias 3 e 4 de dezembro.

O estado de Minas Gerais passou o Paraná no número de locais de provas do Enem ocupados. São 90 escolas em Minas Gerais e 77 no Paraná. O Espírito Santo é o terceiro estado com mais escolas ocupadas, passando a Bahia. Veja o número de locais de provas ocupados por estado:

Minas Gerais - 90 escolas (60.659 estudantes)
Paraná - 77 escolas (43.618 estudantes)
Espírito Santo - 43 escolas (21.245 estudantes)
Bahia - 42 escolas (31.775 estudantes)
Pernambuco - 21 escolas (16.635 estudantes)
Alagoas - 16 escolas (7.929 estudantes)
Pará - 13 escolas (5.240 estudantes)
Goiás - 11 escolas (8.337 estudantes)
Distrito Federal - 10 escolas (8.409 estudantes)
Rio de Janeiro - 10 escolas (15.975 estudantes)
Maranhão - 6 escolas (3.676 estudantes)
Rio Grande do Norte - 6 escolas (5.150 estudantes)
Paraíba - 4 escolas (2.468 estudantes)
Rio Grande do Sul - 4 escolas (1.957 estudantes)
Tocantins - 3 escolas (2.619 estudantes)
Piauí - 2 escolas (1.912 estudantes)
Sergipe - 2 escolas (1.588 estudantes)
Mato Grosso - 1 escola (624 estudantes)
Mato Grosso do Sul - 1 escola (488 estudantes)

O Enem também poderá ser adiado em locais de provas que forem ocupados até domingo. Segundo o ministro da Educação, Mendonça Filho, coordenadores regionais irão comunicar ao MEC sobre eventuais problemas nos locais de prova e possíveis adiamentos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Novos locais

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) está avisando os participantes que não poderão fazer as provas neste final de semana. Os novos locais serão escolhidos pelo órgão nos próximos dias. De acordo com o Inep, as provas dos dias 3 e 4 de dezembro não serão aplicadas nas escolas que estão atualmente ocupadas.

Nova data

A presidente do Inep, Maria Inês Fini, também falou sobre os vestibulares que irão ocorrer na mesma data da nova prova do Enem. Fini descartou alterar a data e lamentou a situação dos estudantes que terão que optar em fazer Enem ou vestibular. “Infelizmente, não tem como ponderar a incompatibilidade dos vestibulares”, finalizou a presidente.

Ocupações

Os estudantes, a maioria secundaristas, protestam contra a reforma no ensino médio e a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241, que limita os gastos públicos por um período de 20 anos, o que, segundo os manifestantes, agravaria a situação da Educação no Brasil. Os manifestantes também acusam o MEC de não ouvir estudantes e professores antes da Medida Provisória (MP) do ensino médico e da PEC 241.

Já o ministro da Educação voltou a acusar entidades, sindicatos e partidos políticos, como o Partido dos Trabalhadores (PT) e o Partido Comunista do Brasil (PCdoB), de estarem por trás das manifestações. Mendonça Filho também disse que os jovens manifestantes não têm conhecimento sobre a PEC 241, que, segundo o ministro, não vai prejudicar a educação. Ao final, afirmou que o ensino médio precisa de reformas urgentes e que está aberto ao diálogo com professores e estudantes. No entanto, descartou voltar atrás com a MP do Ensino Médio.

Relacionados
Após meses de dedicação e estudos, essa é a hora de controlar a ansiedade e nervosismo para garantir um bom desempenho nas provas do Enem 2016.
O Enem 2016 entra em seu segundo dia de provas neste domingo (6). Hoje serão os conteúdos de Matemática, Linguagens e Códigos, além da Redação.
O Enem 2016 para privados de liberdade é adiado para 13 e 14/12. Com o prazo alterado para quem teve as escolas ocupadas, o Inep teve que se adequar.
Em comunicado, Inep afirma que não houve vazamento da redação e que a semelhança dos temas foi apenas uma coincidência.
As provas do Enem 2016 começam neste sábado (5). Hoje serão aplicadas as questões de Ciências da Natureza e Ciências Humanas.
O INEP divulga lista de escolas ocupadas que terão o Enem 2016 adiado. Novas provas serão aplicadas em 3 e 4 de dezembro.
O pedido de suspensão do Enem 2016 foi negado na noite de ontem, 3 de novembro, pela juíza federal Elise Frota.
Mais de 20 vestibulares serão realizados na mesma data do Enem 2016 das escolas ocupadas. Provas serão em 3 e 4 de dezembro.