Topo
pesquisar
Em 04/11/2016 12h41, atualizado em 04/11/2016 14h21

Enem 2016 é adiado em mais 60 escolas ocupadas

Notícias

Mais de 240 mil estudantes de 18 estados farão as provas somente em dezembro Por Adriano Lesme
PUBLICIDADE

Em entrevista coletiva realizada na manhã desta sexta-feira, 4 de novembro, o Ministério da Educação (MEC) anunciou o adiamento das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016 em mais 60 escolas que estão ocupadas por estudantes. 

Veja a lista atualizada de escolas ocupadas

Ao todo, 364 escolas que seriam locais de provas do Enem estão ocupadas em 18 estados e no Distrito Federal. O número de participantes que não poderão fazer as provas neste final de semana, dias 5 e 6 de novembro, subiu de 191 mil para 240.304. Eles farão o Enem nos dias 3 e 4 de dezembro.

O estado de Minas Gerais passou o Paraná no número de locais de provas do Enem ocupados. São 90 escolas em Minas Gerais e 77 no Paraná. O Espírito Santo é o terceiro estado com mais escolas ocupadas, passando a Bahia. Veja o número de locais de provas ocupados por estado:

Minas Gerais - 90 escolas (60.659 estudantes)
Paraná - 77 escolas (43.618 estudantes)
Espírito Santo - 43 escolas (21.245 estudantes)
Bahia - 42 escolas (31.775 estudantes)
Pernambuco - 21 escolas (16.635 estudantes)
Alagoas - 16 escolas (7.929 estudantes)
Pará - 13 escolas (5.240 estudantes)
Goiás - 11 escolas (8.337 estudantes)
Distrito Federal - 10 escolas (8.409 estudantes)
Rio de Janeiro - 10 escolas (15.975 estudantes)
Maranhão - 6 escolas (3.676 estudantes)
Rio Grande do Norte - 6 escolas (5.150 estudantes)
Paraíba - 4 escolas (2.468 estudantes)
Rio Grande do Sul - 4 escolas (1.957 estudantes)
Tocantins - 3 escolas (2.619 estudantes)
Piauí - 2 escolas (1.912 estudantes)
Sergipe - 2 escolas (1.588 estudantes)
Mato Grosso - 1 escola (624 estudantes)
Mato Grosso do Sul - 1 escola (488 estudantes)

O Enem também poderá ser adiado em locais de provas que forem ocupados até domingo. Segundo o ministro da Educação, Mendonça Filho, coordenadores regionais irão comunicar ao MEC sobre eventuais problemas nos locais de prova e possíveis adiamentos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Novos locais

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) está avisando os participantes que não poderão fazer as provas neste final de semana. Os novos locais serão escolhidos pelo órgão nos próximos dias. De acordo com o Inep, as provas dos dias 3 e 4 de dezembro não serão aplicadas nas escolas que estão atualmente ocupadas.

Nova data

A presidente do Inep, Maria Inês Fini, também falou sobre os vestibulares que irão ocorrer na mesma data da nova prova do Enem. Fini descartou alterar a data e lamentou a situação dos estudantes que terão que optar em fazer Enem ou vestibular. “Infelizmente, não tem como ponderar a incompatibilidade dos vestibulares”, finalizou a presidente.

Ocupações

Os estudantes, a maioria secundaristas, protestam contra a reforma no ensino médio e a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241, que limita os gastos públicos por um período de 20 anos, o que, segundo os manifestantes, agravaria a situação da Educação no Brasil. Os manifestantes também acusam o MEC de não ouvir estudantes e professores antes da Medida Provisória (MP) do ensino médico e da PEC 241.

Já o ministro da Educação voltou a acusar entidades, sindicatos e partidos políticos, como o Partido dos Trabalhadores (PT) e o Partido Comunista do Brasil (PCdoB), de estarem por trás das manifestações. Mendonça Filho também disse que os jovens manifestantes não têm conhecimento sobre a PEC 241, que, segundo o ministro, não vai prejudicar a educação. Ao final, afirmou que o ensino médio precisa de reformas urgentes e que está aberto ao diálogo com professores e estudantes. No entanto, descartou voltar atrás com a MP do Ensino Médio.

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Enem Brasil Escola