Em 30/07/2009 12h37 , atualizado em 10/09/2020 14h57

A importância da atividade física para os estudos

Dicas de Vestibular

Agilidade, concentração e mais disposição estão entre os benefícios das atividades físicas para os estudantes. Por Giullya Franco
PUBLICIDADE

Chegar no dia da prova de um vestibular ou do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e conseguir um bom resultado é o objetivo de todos os estudantes que passam pelo menos um ano se preparando para esse momento.

São rotinas pesadas de estudos, cursinhos, aulas até o fim do dia, simulados no final de semana e muitas outras atividades que fazem parte do processo. Mas, para chegar no dia da prova e se sair bem existem alguns outros fatores que devem ser levados em consideração, além, claro, da dedicação aos estudos.

A saúde e bem-estar do estudante também é muito importante e, é neste momento, que vamos falar sobre como a atividade física pode contribuir com quem está passando por essa fase. Muitas vezes as pessoas relacionam as vantagens de praticar atividades físicas apenas ao ganho estético, mas os seus benefícios vão muito além disso.

Para quem está neste momento se preparando para o vestibular, conheça a seguir alguns dos principais benefícios que você pode receber ao reservar alguns minutos do seu dia para a prática de uma atividade física.

Benefícios da atividade física para estudantes

1 – Melhora da memorização

A prática de atividade física contribui para a melhora das funções cognitivas dos indivíduos, que são aquelas relacionadas à memória, linguagem, atenção entre outras. Ou seja, os exercícios físicos também são estímulos para as funções cerebrais e, com isso, melhoram o desempenho da memória.

Por isso, reservar um momento para as atividades físicas diárias é extremamente importante para quem está estudando, ainda mais com um conteúdo tão extenso. A capacidade de memorização é um fator muito importante nesse momento.

Veja também: Relação entre exercícios físicos e a memória

2 – Saúde

Você já pensou como seria frustrante passar o ano inteiro estudando para uma prova e no dia de realizá-la não conseguir ter um bom desempenho, ou até mesmo não realiza-la, por não estar em bom estado de saúde? E, neste caso, além de incluirmos a prática de atividades físicas, também devemos lembrar da boa alimentação e hidratação.

Todas essas ações fazem parte de um conjunto e você precisa se dedicar um pouquinho a cada uma delas para manter sua saúde em boas condições. As atividades físicas também ajudam no sistema cardiovascular, respiratório, muscular e, praticamente, em todo o organismo.

Dificilmente, pessoas ativas fisicamente sentem dores musculares ou cansaço extremo, o que proporciona uma melhor condição de saúde física, indispensável para um estudante que fica tão sobrecarregado com tantas atividades mentais e a pressão por um bom resultado nas provas finais.

3 – Mais concentração

Assim como os benefícios para a memória, a prática de atividades físicas também ajuda na concentração, habilidade muito importante para quem está estudando. Algumas modalidades como o pilates e a ioga trabalham muito com os níveis de concentração e são consideradas como exercícios para o corpo e mente.

4 – Bem-estar

Praticar atividades físicas melhoram a qualidade de vida e dão mais disposição às pessoas

A famosa liberação de endorfina é a principal responsável pela sensação do bem-estar causada pelas atividades físicas. A endorfina é um hormônio que o organismo libera durante ou após a realização de exercícios físicos.

Até mesmo as pessoas que não gostam de atividade física sentem essa sensação de prazer, justamente por causa da endorfina. Essa sensação é excelente para que as pessoas possam se sentir mais relaxadas, alegres e, de certa forma, mais descansadas após ter movimentado o corpo. 

Para os estudantes é como se fosse um momento de descanso para a mente, proporcionando um retorno aos estudos com muito mais energia, estimulando ainda mais o aprendizado.

5 – Agilidade

O estímulo que as atividades físicas proporcionam ao nosso corpo, quando praticadas com frequência, contribuem muito para a melhora do desempenho das funções motoras, nos fazendo mais ágeis em nossas atividades do dia a dia.

Com isso, é muito comum que haja melhora nos níveis de produtividade. Uma pessoa que pratica exercícios se sente mais disposta, energizada e com muito mais disposição para exercer outras funções. Essa qualidade contribui para diminuir o cansaço, até mesmo mental, durante longas horas de leituras e estudos.

E quem não gosta de se exercitar?

Existem muitas coisas na vida que geralmente dividem o gosto das pessoas entre o “amor e o ódio”. As atividades físicas são uma delas. Para alguns, se exercitar faz parte da rotina diária e é uma das horas de maior prazer do dia, enquanto para outros ela é adiada até o último momento.

Em muitos casos, as pessoas infelizmente só procuram começar uma atividade física quando recebem um alerta médico pela saúde ou, como já mencionamos acima, pela busca de uma estética corporal melhor. Mas, se todos tiverem conhecimento de como ela é importante para a qualidade de vida, a sua prática pode deixar de ser um pesadelo e tornar-se um momento de autocuidado.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Se você é uma dessas pessoas que não gostam de atividade física mas têm consciência do quanto ela pode te ajudar em todas as áreas da sua vida, como nos estudos, confira algumas dicas de como tornar a prática um hábito para o seu dia a dia!

- Encontre a sua modalidade: Existem inúmeras opções de atividades físicas que você pode escolher. Se você não gosta de academias e musculação, tente uma aula de dança, lutas, ioga, corridas de rua, ginástica, natação, basquete e muitas outras até que você encontre uma em que se sinta mais à vontade e exerça com prazer.

- Chame um amigo: Se está faltando motivação para se exercitar, que tal chamar alguém que você goste e que está na mesma situação para começar a se exercitar com você? Pode ser um amigo, familiar, colega de turma, namorado, alguém que você se sinta bem de estar junto e que vai te ajudar a ter mais prazer na realização dessa atividade.

Atividades em grupos ou com amigos fazem o momento ser mais divertido

- Exercícios ao ar livre: As atividades em contato com a natureza também são ótimos estímulos para o bem-estar. Correr no parque, fazer uma aula funcional ou de ginástica em grupo ajudam as pessoas a terem uma sensação de leveza e tranquilidade. Escolha um parque legal perto da sua casa, que te dê segurança, e tente ir pelo menos umas três vezes na semana para se movimentar.

- Atividades coletivas: Existem muitos esportes que podem ser realizados coletivamente e são uma ótima opção para fazer amizade, ter motivação e cuidar da saúde. Algumas aulas como spinning e ritmos, muito comuns em academias, são uma opção. Os professores costumam ser preparados para deixar os minutos de exercícios mais animados e incentivar os alunos a conseguir um melhor desempenho.

- Escolha a playlist: Antes de começar seus exercícios, já escolha as músicas que você gosta de escutar e que te dão mais energia. Não esqueça o fone de ouvido. Com certeza fazer um exercício escutando algo que te motiva faz toda a diferença. E, caso você não quiser escutar uma música, escolha um podcast de notícias, resenha de um filme ou de algum tema que você goste.

Escute o Podcast do Brasil Escola

- Use sua casa: Às vezes, a falta de tempo ou de um local próximo para exercitar podem ser um empecilho para algumas pessoas. Neste caso, é possível reservar algum espaço na sua casa para se movimentar. Você pode buscar por aulas na internet ou por aplicativos que têm treinos personalizados e fazer seus exercícios em casa. Tenha uma rotina, isso ajuda você a não desistir.

Falta de tempo

Sabemos que a vida de um estudante é muito corrida, por isso é importante que se tenha um cronograma de estudos desde o início da preparação para um vestibular. Se desde o início for feito um planejamento, é mais fácil para inserir um tempo para os exercícios na sua rotina.

Alguns minutos praticando um esporte que você goste já é um bom estímulo para o seu corpo

Pelo menos 30 minutos por dia já serão um grande passo para começar a se movimentar. Você pode escolher fazer isso antes da aula, durante o período da manhã para já começar o dia com mais animação, ou em alguma parte da tarde que você tem um intervalo maior.

Mais: Aprenda a montar um cronograma de estudos

Algumas pessoas preferem se exercitar no período da noite, mas, neste caso, é importante estar em alerta quanto à forma que seu organismo responde. Algumas pessoas sentem mais cansaço à noite e não conseguem ter um bom desempenho nas atividades, enquanto outras podem perder o sono.

Cuidados

Falamos muito sobre como a atividade física é benéfica para todas as pessoas. Desde as crianças até os idosos, estar com o corpo em movimento ajuda a desenvolver a qualidade de vida e a saúde corporal e mental. No entanto, não se pode esquecer que alguns cuidados devem ser tomados.

Antes de iniciar qualquer atividade física é importante procurar um médico para saber das suas condições de saúde. Cada pessoa tem uma necessidade e elas são totalmente relevantes na hora de começar uma atividade que vai movimentar o seu corpo.

Os médicos fazem uma avaliação e dão a liberação para o que cada um está apto a fazer. Em alguns casos, procurar um profissional de Educação Física após a consulta médica também é importante para que eles possam ensiná-los a como desenvolver uma atividade sem causar lesões no seu corpo.

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES