Em 29/07/2020 18h00 , atualizado em 29/07/2020 18h00

USP vai reservar metade das vagas para cotistas somando Vestibular e SiSU 2021

Notícias

Resolução aprovada em 2017 prevê que metade das vagas da USP sejam ocupadas por estudantes de escolas públicas a partir do próximo ano. Por Adriano Lesme
Crédito da foto: Jorge Maruta / Jornal da USP
Crédito da foto: Jorge Maruta / Jornal da USP
PUBLICIDADE

Os processos seletivos para ingresso em 2021 na Universidade de São Paulo (USP) serão os primerios com a meta de 50% das vagas para estudantes da rede pública. A meta será alcançada somando as vagas do Vestibular Fuvest 2021 e do Sistema de Seleção Unificada (SiSU).

Desde o ingresso para 2018, a USP vem aumentando gradativamente a reserva de vagas para cotistas. Começou com 37% das vagas de cada unidade, subindo para 40% no ano seguinte e 45% para ingresso esse ano. A reserva de 50% vai continuar nos próximos anos.

Para ingresso em 2021, a USP vai separar 8.242 vagas para o vestibular da Fuvest e cerca de 2.800 vagas para o SiSU, que usará as notas do Enem 2020. No Vestibular 2021, a maioria das vagas (60%) continuará sendo para ampla concorrência, mas no SISU a maior parte será para cotistas.

Veja como será a distribuição das vagas no Vestibular 2021

Ampla concorrência: 4.945 vagas
Escola pública: 2.144 vagas
Escola pública e preto, pardo ou indígena: 1.153 vagas

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Como funcionam as cotas na Fuvest?

A USP divide suas vagas em três grupos: Ampla Concorrência (AC), Ação Afirmativa Escola Pública (EP) e Ação Afirmativa Preto, Pardo e Indígena (PPI).

Para se inscrever como cotista, o candidato precisa ter estudado todo o ensino médio em escolas públicas ou ter concluído por meio do Enem ou Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja). Os cotistas que autodeclaram preto, pardo ou indígena podem concorrer na modalidade EP-PPI.

Em 2020, entre os 11.086 alunos ingressantes, 5.299 estudaram o ensino médio em escola pública, o que representa 47,7% do total. Os ingressantes pretos, pardos ou indígenas somaram 2.897 ou 26,1%.

Em 150 cursos a meta de 37,5% das vagas ocupadas por candiadtos pretos, pardos ou indígenas foi alcançada. Os cursos com maior porcentual de calouros EP/PPI foram Geografia noturno (68,4%), Relações Públicas matutino (66,7%) e Relações Internacionais diurno (57%). Em Medicina, os índices ficaram em 46,8% em São Paulo, 44,4% em Ribeirão Preto e 40,7% em Bauru.

Vestibular 2021

Por causa da pandemia de covid-19, que causou a paralização das aulas presenciais, a Fuvest adiou para o ano que vem as provas da primeira fase do vestibular, marcadas para novembro. Agora, a primeira fase será no dia 10 de janeiro de 2021. Já a segunda etapa ocorrerá nos dias 21 e 22 de fevereiro.

As inscrições para o Vestibular Fuvest 2021 serão realizadas de 31 de agosto a 23 de outubro, com taxa de R$ 182. Entre os dias 15 de junho e 24 de julho, foram recebidos pedidos de isenção da taxa. A lista dos beneficiados será divulgada no dia 7 de agoto.

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES