Whatsapp
Em 13/04/2018 08h22 , atualizado em 06/06/2018 09h26

Livros para o Vestibular da Fuvest 2019

Fuvest

Alguns livros são cobrados desde 2017, mas A Relíquia, de Eça de Queiroz, aparece pela primeira vez. Por Rafael Batista
PUBLICIDADE

A lista de livros indicados para o Vestibular 2019 da Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest) está disponível. Este vestibular é um dos mais concorridos do Brasil, pois seleciona para os cursos de graduação da Universidade de São Paulo (USP).

Algumas obras literárias são cobradas desde o Vestibular de 2017: Iracema, Memórias póstuma de Brás Cubas, O cortiço, Vida Secas e Claro Enigma. Outros livros foram indicados pela primeira vez 2018: Minha vida de Menina, Sagarana e Mayombe.

A novidade para o Vestibular de 2019 é A Relíquia, escrito por Eça de Queiroz. Confira a lista completa de obras que serão cobradas no próximo vestibular da Fuvest:

Iracema – José de Alencar
Memórias póstumas de Brás Cubas – Machado de Assis
O cortiço – Aluísio Azevedo
A Relíquia – Eça de Queirós
Minha vida de menina – Helena Morley
Vidas Secas – Graciliano Ramos
Claro enigma – Carlos Drumond de Andrade
Sagarana – João Guimarães Rosa
Mayombe – Pepetela

Resumos

Sendo um dos Vestibulares mais disputado do país, nunca será cedo demais para começar os estudos. No Brasil Escola, é possível conhecer a Biografia de alguns destes autores e ler o resumo de algumas obras, confira aqui.

Obras em domínio público

No entanto, nada substitui o contato direto e completo com a obra em questão. Com as facilidades proporcionadas pela internet, os livros que estão em domínio público podem ser encontrados em formato PDF e baixado gratuitamente.

Da relação da Fuvest 2019, estão em domínio público e podem ser encontrados na internet, os seguintes livros: Iracema; Memórias Póstumas de Brás Cubas; e O Cortiço

Como Estudar

O Professor Pedro de Godoi Rosário, do Cursinho Oficina do Estudante, separou cinco dicas para estudar literatura. Quem já fez as provas da Fuvest nas duas últimas edições já teve contato com a maior parte dos livros, mas é importante estar atento aos detalhes.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

1. Ler os livros: para o Professor Pedro, o resumo pode até ajudar, mas nada substitui a leitura de toda a obra. Ter contato direto com o livro faz com que o estudante tenha lembrança da história e seus personagens. Se for o caso, faça seu próprio resumo.

2. Além do enredo, o leitor deve estar atento a toda a estrutura do texto: o narrador, o tempo da narrativa, o ambiente em que se dá a história, etc. Todos esses detalhes podem, de alguma forma, influenciar a trama.

3. É importante que o vestibulandos entendam bem o movimento literário ao qual a obra pertence. As questões do vestibular vão além da história e exigem conhecimento sobre os aspectos daquela corrente literária. O contexto da obra está diretamente influenciado pelo movimento.

4. Ler é um hábito, por isso, o professor Pedro recomenda leitura diária de alguns trechos dos livros. Segundo ele, de 30 a 45 de minutos de leitura, fazendo uma análise da história, torna o estudante apto às provas.

5. Por último, não existem obras mais ou menos importantes, o estudante deve ler todos livros indicados para o Vestibular.

Exemplos de questões

Veja abaixo alguns exemplos de como Iracema e O Cortiço foram abordados em questões das provas de 2017 e 2018:

Questão 4 da primeira fase da Fuvest 2017:

Clique na imagem para ampliar

Questão 53 da primeira fase da Fuvest 2018:

Clique na imagem para ampliar

Confira a correção comentada destas e outras questões

Artigos Relacionados
Confira cinco livros que costumam cair em vestibulares e que podem ser lidos nas férias
Algumas obras que caem no vestibular podem ser disponibilizadas de graça na internet, mas sem pirataria. Saiba como encontrar e esses livros e economize nos materiais de estudo. Existem obras em domínio público, como as dos autores Machado de Assis, José de Alencar e Aluísio de Azevedo.
A Fuvest publicou na tarde de hoje (27) as principais datas do Vestibular 2019. Seleção que é responsável pelo preenchimento de vagas na USP terá inscrições em agosto.
A Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest), que seleciona estudantes para Universidade de São Paulo (USP), anunciou que passará a identificar os estudantes através de reconhecimento facial. O novo método de identificação substitui a coleta de impressão digital, feita durante a prova.
A Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest) abriu nesta segunda-feira, 13 de agosto, as inscrições para o maior vestibular do Brasil. Para ingresso em 2019 estão sendo oferecidas 8.362 vagas nos cursos de graduação da Universidade de São Paulo (USP). 
Confira as obras literárias exigidas nos principais vestibulares 2017/2.
Confira as obras literárias exigidas nos principais Vestibulares 2019, os livros para os vestibulares da Fuvest, Unicamp, UFSC, UFRGS, UFPR e outras.
Em uma lista elaborada pela empresa britânica Quacquarelli Symonds foram avaliadas 600 universidades em todo mundo, classificando-as conforme o nível de empregabilidade de seus egressos e a relação entre estudantes e empresas.
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES