Topo
pesquisar
Em 12/07/2018 15h21, atualizado em 12/07/2018 15h26

4 formas de estudar no exterior durante as férias

Estudar no Exterior

Aulas de inglês, cursos técnicos, cursos de verão e trabalho voluntário são algumas das opções para estudar no exterior nas férias escolares. Por Hotcourses Brasil
PUBLICIDADE

Estudar no exterior não precisa ser necessariamente uma experiência longa e acadêmica. Obviamente, existem inúmeras oportunidades de graduações excelentes em universidades estrangeiras, mas não é todo mundo que tem o tempo e o orçamento necessário para esse tipo de estudos. Se você sonha estudar no exterior, mas não pode ou não quer ficar tanto tempo fora, pode recorrer aos cursos de curta duração e programas de verão – que são tão ótimos quanto variados.

A seguir, listamos quatro opções de estudos no exterior que você pode fazer durante as suas férias escolares!

1. Curso de inglês de curta duração

As escolas de inglês e universidades internacionais têm opções de cursos de inglês “de férias” ou “de curta duração” para os estudantes estrangeiros durante o período de férias escolares ou do trabalho. Como isso pode variar, as instituições dão grande liberdade aos alunos, que podem escolher programas a partir de duas a até mais de 50 semanas e com múltiplas datas de início ao longo do ano. 

Geralmente são intensivos ou semi-intensivos, para fazer valer o curto período do curso, e os estudantes têm aulas teóricas de gramática, pronúncia, compreensão oral, conversação, escrita e leitura, além de diversas outras formas de atividade e aprendizado, como excursões pela região, aulas sobre a cultura nacional e sessões de cinema.

Normalmente, são programas mais dinâmicos, com pessoas do mundo inteiro, em um ambiente de estudos mais casual, com brincadeiras e atividades culturais e sociais. No final, o estudante terá melhorado a proficiência na língua inglesa em pouco tempo e aproveitado a experiência no exterior.

Vantagens desta opção de curso de inglês:

  • Os estudantes podem combinar um curso de inglês com o período de férias;
  • Proporciona uma liberdade maior na hora de escolher a duração do seu curso;
  • Combina aulas teóricas e práticas de conversação com passeios culturais pela região;
  • Geralmente é concluído com um certificado;
  • Variedade de destinos de estudos: Estados Unidos, Canadá, Inglaterra, Irlanda, Austrália, Nova Zelândia, Malta, África do Sul, etc.

Leia também: Brasileira conta como é estudar inglês em um curso de férias no Canadá

2. Cursos técnicos/acadêmicos de curta duração

Os cursos de curta duração são uma excelente maneira de ganhar novas habilidades ou melhorar/atualizar aquelas que você já tem. O material destes programas é preparado para combinar a teoria e a prática do tópico de estudos; devido ao tempo mais limitado, normalmente de uma a quatro semanas, o curso costuma ser intensivo (até oito horas por dia) e ir direto ao assunto, sem muitos rodeios.

O formato do curso inclui diferentes dinâmicas em grupo para que os alunos aprendam na prática e, além do conteúdo específico, esse tipo de aprendizado proporciona outras habilidades transferíveis, como trabalho em equipe e comunicação.

Diferente de um programa de diploma, por exemplo, que tem uma grade curricular com várias disciplinas distintas, um curso de curta duração geralmente trata de um só tópico mais especializado, mesmo que cada aula tenha um tema diferente. O melhor desta opção é que as escolas costumam disponibilizar esses cursos nos períodos de férias em entre maio e julho e em dezembro.

A admissão em cursos de curta duração no exterior costuma exigir certa proficiência no inglês ou outro idioma estrangeiro.

Vantagens dos cursos de curta duração no exterior:

  • O curso pode valer crédito acadêmico para um curso atual ou futuro de graduação tanto no Brasil quanto no exterior ou ajudar o estudante a atender aos requisitos acadêmicos para a admissão;
  • Você ganha habilidades que te fazem destacar profissionalmente;
  • Permite explorar profundamente uma nova área de estudo ou tópico de interesse do aluno;
  • Proporciona a experiência de estudar em uma instituição no exterior e aproveitar o tempo livre para turistar;
  • Ampla variedade de opções, desde temas mais abrangentes, como criatividade, até áreas mais específicas, como gestão empresarial e recursos humanos;
  • Também estão disponíveis no mundo inteiro.

3. Summer Camps

Os “acampamentos de verão” são programas supervisionados para crianças e adolescentes de seis a 18 anos, conduzidos durante os meses de verão – no caso do Hemisfério Norte, de junho a agosto. Os participantes ficam hospedados no local por toda a duração do camp e participam 
 uma programação extensa de atividades, desde aulas teóricas a competições esportivas, canoagem e apresentações musicais. 

Apesar do nome, os estudantes não ficam literalmente acampados; há dormitórios compartilhados com camas para dois a dezenas de jovens. O ambiente é espaçoso, com ginásios, salas de aulas, espaços abertos, piscinas e até mesmo lagos. Todas as atividades são monitoradas por uma extensa equipe e há instrutores pelo local para acompanhar os estudantes o tempo todo.

Os Summer Camps podem ser temáticos: algum esporte específico, teatro, artes performáticas, atividades aquáticas, ciências, atletismo, etc. E também podem ter restrição de idade, sendo apenas para crianças ou apenas para adolescentes.

Vantagens dos Summer Camps:

  • Fazer muitas amizades com pessoas do mundo inteiro que durarão a vida inteira;
  • Além de estudar, os estudantes praticam muitas atividades físicas;
  • Adquirir diversas habilidades transferíveis;
  • Em camps temáticos, o estudante tem a chance de desenvolver suas habilidades e criar um portfólio de trabalhos que o ajudarão a se preparar para a admissão em uma graduação.

4. Trabalho voluntário

Você também pode passar as suas férias fazendo o bem! Existem diferentes programas de trabalho voluntário no exterior, alguns especificamente no período de férias, de duas semanas a alguns meses. 

O programa é pago para cobrir a acomodação do estudante, alimentação três vezes ao dia, passagens aéreas e transporte no local, instrução e assistência 24 horas por dia, materiais, entre outros custos. Os valores vão desde US$ 300 até mais de US$ 1.500, dependendo da duração, país e propósito.

O interessante é que você pode escolher o destino e área de serviço que mais te atrai:

Destinos comuns: Chile, Peru, Colômbia, Estados Unidos, Indonésia, Tailândia, Índia, Quênia, África do Sul, Namíbia, Grécia, Croácia, etc.

Atividades mais populares: preservação do meio ambiente, preservação da vida selvagem, preservação da vida marinha, empoderamento de mulheres, trabalhar com idosos ou com crianças, desenvolver e preservar projetos culturais, preservar culturas indígenas, dar aulas de inglês, etc.

Vantagens do trabalho voluntário no exterior:

  • Desenvolver habilidades sociais;
  • Fazer o bem e ajudar a comunidade local;
  • Aprender sobre as atividades realizadas e implantar o trabalho voluntário na sua própria comunidade;
  • Treinar o inglês ou outro idioma estrangeiro;
  • Costuma ser um tipo de intercâmbio mais barato.
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola