Topo
pesquisar
Em 23/03/2018 14h51

Mudanças do Enem 2018

Enem

Estudantes contam com diversas mudanças no Enem 2018! Por Lorraine Vilela Campos
Pedidos de isenção e tempo adicional no segundo dia do Enem estão entre as mudanças
Pedidos de isenção e tempo adicional no segundo dia do Enem estão entre as mudanças
PUBLICIDADE

Na edição em que completa 20 anos, o Enem 2018 chega com algumas mudanças em sua aplicação. A principal diferença deste ano é a separação dos períodos de isenção e inscrição

A taxa de inscrição do Enem 2018 não sofreu alterações em relação ao último ano, permanecendo em R$ 82. Cerca de 70% das pessoas que fazer as provas estão em categorias de baixa renda ou escolaridade pública, o que dá a elas o direito de pedir a isenção da taxa do Enem

Leia mais: Saiba quem pode fazer o Enem 2018

Confira o que mudou no Enem 2018!

MEC anunciou nove mudanças para o Enem 2018
Créditos: Inep/MEC

Isenção antes da inscrição

No Enem 2018 os pedidos de isenção terão que ser feitos antes da inscrição. Para ser dispensado do pagamento da taxa é preciso solicitar isenção entre 2 a 11 de abril. A isenção é dada aos estudantes que estiverem nas seguintes condições:

=> Alunos do 3º ano do ensino médio de escola pública;

=> Estudantes que tiveram a certificação do ensino médio por meio do Exame Nacional de Certificação de Jovens e Adultos (Encceja);

=> Beneficiados pela Lei 12.799/2013: alunos de escolas públicas ou bolsistas integrais de colégios particulares que tenham renda familiar de até 1,5 salário mínimo por pessoa;

=> Inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico): participantes com renda familiar de meio salário mínimo por pessoa ou renda familiar total de até três salários mínimos. 

Os aprovados no Encceja formam a nova categoria de isenção do Enem, ampliando o benefício da gratuidade da taxa. 

Saiba como não pagar a taxa do Enem 2018

O resultado da isenção do Enem 2018 está previsto para o dia 23 de abril. Os isentos não estarão automaticamente inscritos no exame, sendo necessário fazer a inscrição de 7 a 18 de maio.

Justificativa de ausência

Para diminuir os gastos com o Enem, os participantes que conseguiram a isenção de taxa no Enem 2017 e faltaram às provas terão que justificar a ausência para conseguir o benefício no Enem 2018.

Os participantes precisam comprovar a ausência com documentos oficiais como atestados médicos, boletim de ocorrência, por exemplo. O prazo também será entre 2 e 11 de abril.

Recursos da isenção

Os participantes que tiverem seus pedidos de isenção negados poderão recorrer entre 23 e 29 de abril. Eles terão que apresentar a documentação listada neste link

Se o Inep analisar a documentação e constatar inconsistência nos dados, o recurso será negado e o participante terá que pagar a taxa de R$ 82 se quiser se inscrever no Enem 2018. 

Novo sistema de inscrição

Como grande parte dos participantes do Enem 2018 pedirá a isenção da taxa de 2 a 11 de abril, informações escolares e socioeconômicas já serão respondidas nesta etapa de cadastro, diferente das edições anteriores em que tudo era feito no momento da inscrição do exame. 

Veja também: como se inscrever no Enem 2018

Quem pedir a isenção não precisará preencher os dados sobre estudos e renda novamente ao se inscrever no Enem 2018. Já os demais participantes farão o cadastro completo, levando em consideração os dados que o Inep pedir no formulário que estará disponível em maio. 

Fim do zero por desrespeito aos Direitos Humanos

Após a decisão da Justiça no Enem 2017, o Inep excluiu das competências da correção da redação a possibilidade de atribuir nota zero ao participante que desrespeitar os Direitos Humanos. 

Para o Enem 2018, essa regra foi formalizada em edital. Apesar de não zerar, o estudante pode perder pontos se estimular a violência ou demonstrar o preconceito em sua redação, por exemplo. 

Mais tempo para prova

Uma mudança importante para os estudantes é o acréscimo de 30 minutos no tempo total do segundo dia do Enem 2018, o qual terá 5h de duração.

Veja também: Onde posso usar minha nota do Enem 2018?

As provas de Matemática e Ciências da Natureza (Química, Física e Biologia) do Enem 2017 tinham 4h30 de duração, tempo considerado insuficiente por muitos participantes por causa do tamanho das questões. 

Reforço na segurança

O Inep anunciou que haverá aumento no número de detectores de metais nos dois dias do Enem 2018. A quantidade ainda não foi informada pelo instituto. 

No ano passado, o Enem já foi aplicado com maior quantidade de detectores em relação às outras edições. Foram disponibilizados 67 mil aparelhos, sendo um para cada 100 participantes. Em 2016, o quantitativo era de um para cada 110 estudantes. 

Regras de eliminação

Além dos que já eram previstos em edições anteriores do exame, os participantes do Enem 2018 poderão ser eliminados por mais cinco motivos: 

- Não permitir que vestimentas e artigos religiosos, como burca e quipá, sejam revistados pelos fiscais de sala;

- Não permitir revista de aparelhos de auxílio como máquinas perkins, punção, reglete, sorobã ou cubaritmo, régua, assinador, óculos especiais, lupa, telelupa, tábuas de apoio e outros;

- Não entregar o cartão resposta e a folha de redação depois do tempo destinado para as provas.

- Se o acompanhante da participante lactante entrar na sala de prova;

- Apresentar-se ao fiscal de sala sem documento de identidade ou aguardar possível entrega do documento dentro do local de prova.

Atendimento específico e especializado

O Inep passa a aceitar outros documentos para comprovação da necessidade de atendimento especial. Antes, o participante tinha que apresentar laudo médico.

Também chega ao fim a necessidade de carimbo no documento que comprove a necessidade de atendimento especial. 

Médicos que tenham registro no Ministério da Saúde poderão emitir documento que comprove a necessidade de atendimento especial do candidato, tirando a exclusividade dos registrados no CRM.

A videoprova em Libras torna-se oficial, já que no Enem 2017 ela foi experimental, podendo ser requerida pelos surdos e pessoas com baixa audição.

O Inep ampliou o prazo para recursos dos atendimentos específicos ou especializados de três para cinco dias, assim como para o uso do nome social.

Outra novidade é que o atendimento hospitalar poderá ser solicitado pelo telefone 0800 616161. As solicitações passarão por análise da Comissão de Demanda e o participante será avisado por SMS ou e-mail.

Novos documentos de identificação

Com a participação de refugiados e imigrantes no Enem, o Ministério da Educação (MEC) ampliou os tipos de documentos aceitos como identificação dos estudantes.

Documento provisório de solicitação de refúgio; Carteira de registro nacional migratório e documento provisório de registro nacional passam a ser aceitos como identificação no momento das provas do Enem 2018. 

Assista às nossas videoaulas
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Enem Brasil Escola