Whatsapp
Em 10/08/2021 17h43 , atualizado em 11/08/2021 14h48

Incêndios na Europa e discussões climáticas em 2021

Atualidades

Queimadas ocorrem devido ao calor extremo no verão de agosto de 2021 na região Sul da Europa Por Silvia Tancredi
Incêndio na cidade de Marmaris, na Turquia, em agosto de 2021
Incêndio na cidade de Marmaris, na Turquia, em agosto de 2021
Crédito da Imagem: Crédito: Shutterstock
PUBLICIDADE

Parte da Europa, especialmente a região Sul do continente, está passando por uma grande onda de calor nos últimos dias. Como consequência, alguns países, que atualmente encontram-se no verão, têm vivenciado incêndios florestais que se alastram em proporções rápidas e alarmantes. 

Na Grécia, por exemplo, a temperatura atual é a maior registrada em 30 anos. Os gregos estão sofrendo com temperaturas de até 45°C. Como isso, há o aumento no número de problemas respiratórios e internações de pessoas. Também há registros de mortes. Além disso, só no último sábado e domingo, 7 e 8 de agosto, foram registrados mais de 150 focos de incêndios no país

Em regiões do norte da Grécia, a situação climática está tão extrema que a polícia tem ido casa por casa para avisar aos moradores que saiam de suas residências para evitar que sejam atingidos pelos incêndios. Equipes de emergência estão se esforçando para conter o fogo e impedir mais alastramento, mas os ventos fortes, típicos desta época do ano, têm dificultado essa ação. 

Saiba mais sobre a destruição das florestas

Lugares históricos, como a capital da Grécia, Atenas, a ilha de Eubeia, o Peloponeso e até a região que recebeu os primeiros jogos olímpicos sofrem com os incêndios.

O primeiro-ministro da Grécia, Kyriakos Mitsotakis, chegou a destacar que os últimos dias de calor e seca têm transformado o país num "barril de pólvora". O governo grego solicitou ajuda ao sistema de apoio de emergência da União Europeia. Bombeiros e aeronaves de alguns países próximos, como França, Ucrânia, Chipre, Croácia, Suécia e Israel, foram enviados ao país. 

Outros países

Outros países da Europa, como Itália, Espanha, Bulgária, Albânia Romênia, Bósnia e Herzegovina e Sérvia, também sofrem com o clima forte no momento. A Turquia, situada entre a Europa e Ásia, também vive situação preocupante.

Na Itália, locais como a Sicília e a Ilha da Sardenha estão entre os mais atingidos pelos incêndios. Especialistas apontam que, neste verão, as queimadas triplicaram em comparação com a média dos anos de 2008 e 2020. Como consequência, a Itália sofre não só a devastação ao meio ambiente, mas também prejuízos econômicos e no turismo. 

Na Turquia, a temperatura mais alta de todos os tempos foi registrada (43,5°C). Mais de 150 incêndios foram vistos e mais de 2 mil casas foram danificadas, especialmente nas regiões de Antalya e Mugla. 

Consequências do calor

A União Europeia destaca que vem trabalhando 24 horas por dia para apoiar os países mais atingidos pelos incêndios. Mas, enquanto o fogo não cessa, são várias as consequências em razão do calor exorbitante

Veja abaixo as consequências do calor extremo na Europa no verão de 2021:

  • Maior número de incêndios florestais
  • Má qualidade do ar
  • Perda da biodiversidade
  • Aumento do inflamabilidade do material combustível morto
  • Aumento dos problemas respiratórios nas pessoas e, com isso, no número de internações e mortes
  • Morte de animais 
  • Degradação ao meio ambiente
  • Ameaça a áreas urbanas
  • Emissão de grandes quantidades de poluição de fumaça na atmosfera

Confira detalhes sobre a poluição da atmosfera

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
Incêndios em florestas na Ilha de Rodos, em Dodecaneso, na Grécia no início de agosto/Crédito: Shutterstock

Mudanças climáticas

Na última segunda-feira, 9 de agosto, o Painel Intergovernamental de Mudança de Clima (IPCC) da Organização das Nações Unidas (ONU) divulgou um relatório que comprova que o aumento da frequência e da intensidade dos eventos extremos, como as ondas de calor da Europa, estão relacionados a mudanças climáticas.

Segundo o estudo do painel da ONU, os eventos extremos em questão são até 39 vezes mais frequentes em situações de crise climática. A pesquisa aponta ainda que as grandes variações de temperatura podem ser registradas em 2,8 vezes no mesmo período e devem se tornar anuais de 4°C a cada ano de aquecimento global.

O IPCC demonstra também que o aquecimento global está se desenvolvendo rapidamente e há grandes chances de todos esses problemas serem obra da atividades do homem. 

Confira  outros exemplos de eventos extremos cujas frequências e intensidades têm aumentado nos últimos anos:

COP26

A Conferência das Partes (COP) será realizada nos dias 1º e 12 de novembro, em Glasgow, na Escócia. O evento faz parte da Convenção Quadro da ONU sobre Mudanças Climáticas.

A COP tem como objetivo discutir as mudanças climáticas e seus efeitos e o que cada nação faz para melhorar esse cenário.  A expectativa é que líderes de 196 países participem da conferência. 

Vestibulares e Enem

Grande parte dos vestibulares cobra temas discutidos na atualidade. No Enem, também é comum que a banca elabore perguntas com assuntos importantes não só para o Brasil, como para o mundo, como estes que vimos neste texto. 

Um exemplo prático é que, no Enem, geralmente caem questões interdisciplinares, como, por exemplo, biologia e geografia juntas. Sendo assim, temas como mudanças climáticas e aquecimento global têm chance de serem trabalhados. 

Mapa mental sobre Aquecimento Global

As mudanças climáticas são alterações provocadas nos padrões climáticos a longo prazo com base nas alternâncias meteorológicas, ou seja, nas condições do tempo observadas por um período. Essas mudanças podem ser causadas por processos naturais e também pela ação do homem.

Estude também: a relação entre impactos ambientais e o surgimento de doenças

O aquecimento global designa o aumento das temperaturas médias do planeta ao longo dos últimos tempos, o que, em tese, é causado pelas práticas humanas – embora existam discordâncias quanto a isso no campo científico.

A principal causa do aquecimento global que afeta todo o planeta é a intensificação do efeito estufa, fenômeno natural responsável pela manutenção do calor na Terra e que vem apresentando uma maior intensidade em razão da poluição do ar resultante das práticas humanas.

Leia também:

Consequências do Aquecimento Global

Aquecimento Global e extinção de espécies

Acordos Climáticos e Aquecimento Global

Os efeitos do aquecimento global no Brasil

Artigos Relacionados
Veja as principais informações sobre os acontecimentos do mês de maio. Conflitos na Faixa de Gaza, pandemia e acontecimentos naturais estão nos assuntos.
Confira os assuntos que foram notícia em agosto de 2021 e chegue informado nas provas de vestibular e Enem.
Saiba o que aconteceu de importante em julho. Entre os destaques, estão os Protestos em Cuba e as Olimpíadas de Tóquio 2020
É comum que o Enem e vestibulares cobrem assuntos da atualidade. Veja o que foi notícia em junho de 2021 e se prepara para as provas!
Entenda as crises energética e hídrica no Brasil e como os assuntos podem cair no Enem e nos vestibulares em 2021 e 2022.
Conheça 12 sites com cursos on-line e gratuitos para estudantes. No dia 11 de agosto é celebrado o Dia do Estudante.
Entenda o projeto de Lei que prevê a privatização dos Correios. Veja também argumentos contra e a favor.
  • Facebook Brasil Escola
  • Instagram Brasil Escola
  • Twitter Brasil Escola
  • Youtube Brasil Escola
  • RSS Brasil Escola
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES