Topo
pesquisar
Em 19/09/2017 14h40, atualizado em 19/09/2017 14h46

5 profissões para quem gosta de ler e escrever

Orientação Vocacional

Letras, Jornalismo e Direito são algumas carreiras para estudantes que têm essas preferências Por Silvia Tancredi
Letras e Direito são profissões indicadas para quem gosta de ler
Letras e Direito são profissões indicadas para quem gosta de ler
PUBLICIDADE

Se perguntarmos a alguns estudantes do terceiro ano do ensino médio sobre a carreira que gostariam de seguir, sempre haverá aqueles que responderão com firmeza: “adoro ler e escrever, então quero trabalhar com isso”. 

Esses alunos têm diversas opções de cursos de graduação nos quais possam exercer essas atividades que eles consideram prazerosas e que poderão praticá-las no dia a dia da profissão. 

Você é algum deles? Então, veja exemplos de cursos e profissões para quem gosta de ler e escrever.

Letras

Como o próprio nome diz, no curso de Letras você vai estudar a Língua Portuguesa e todas suas especialidades. Se gosta de ler, vai adorar a disciplina de Literatura. E não vão faltar chances de escrever também, produzindo textos de vários formatos. 

Na vida profissional, você pode ser redator ou escritor, de qualquer assunto que seja; revisor de textos (sim, você vai ler muito!) ou seguir carreira acadêmica, pesquisando algum tema do seu interesse. 

Jornalismo

Jornalista com notebook
Jornalistas precisam ler bastante para se informar e redigir matérias

O profissional de Jornalismo vai ler muito, pois terá que pesquisar temas para notícias, reportagens, artigos de opinião, documentários etc. Em seguida, será necessário juntar toda essa pesquisa e construir textos noticiosos, sejam para meios impressos, sejam para digitais ou audiovisuais.

O jornalista pode atuar em redações de jornais, de televisões, de revistas e de portais de notícias. Também pode trabalhar como assessor de imprensa e de comunicação, lendo e escrevendo sobre temas específicos. 

História

O nome da carreira já sugere muita leitura; afinal, é preciso saber dos acontecimentos passados, o que se consegue lendo, lendo e lendo. Há casos de historiadores que têm sempre um livro à mão e, às vezes, até colecionam esses objetos.

O profissional de História pode trabalhar como professor, pesquisador, consultor, entre outras áreas de atuação. Não raro, alguns historiadores tornam-se escritores profissionais. 

Direito

homem lendo e escrevendo
O advogado costuma ler e escrever bastante no dia a dia da profissão

Desde a faculdade, os futuros advogados leem muito, uma vez que precisam estar a par de todas as leis. No Direito, a leitura também continua pois é preciso buscar muitas informações para se dar bem nos casos nos quais vai atuar. Os profissionais do Direito também escrevem bastante, em especial petições, ou seja, os pedidos para começar um caso. 

Para os graduados em Direito, há diversos campos de atuação, seja na iniciativa pública, seja na privada. Juízes, delegados, procuradores, defensores públicos são alguns exemplos de profissionais. Contudo, para exercer a advocacia, é necessário que o bacharel em Direito faça o exame da Ordem dos Advogados (OAB).

Ciências Sociais

O profissional de Ciências Sociais tem como foco estudar e analisar a sociedade. Por esse motivo, lê bastante. Geralmente, essa análise é feita de uma forma escrita, exigindo que o sociólogo também goste de escrever. 

Quem se gradua em Ciências Sociais pode atuar tanto em empresas privadas quanto públicas, além de educacionais, governamentais e segmentos do Terceiro Setor. 

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola