Whatsapp
Em 03/12/2007 10h47 , atualizado em 15/04/2021 13h38

Ciências Sociais

Guia de Profissões

Cientistas sociais estudam o desenvolvimento da sociedade. Área se divise em Antropologia, Ciências Políticas e Sociologia. Por Giullya Franco
O cientista social adquire conhecimentos sobre as diversas culturas
O cientista social adquire conhecimentos sobre as diversas culturas
PUBLICIDADE

O curso de Ciências Sociais tem como principal objetivo o estudo da sociedade. Os profissionais da área são chamados de cientistas sociais e podem escolher entre uma das três ramificações: Antropologia, Ciências Políticas e Sociologia.

A área é muito abrangente e permite aos seus estudiosos optar por pesquisas sobre origem das civilizações, características políticas, culturais e econômicas de um povo, movimentos sociais e muitos outros aspectos da sociedade.

Os cientistas sociais contribuem para a compreensão das mudanças no mundo contemporâneo, entendimento de acontecimentos e movimentações políticas e impactos possíveis para gerações futuras.

Curso

A formação em Ciências Sociais é uma graduação oferecida em Licenciatura e Bacharelado, com duração de quatro anos. O curso pode ser realizado de forma presencial ou através da modalidade de ensino a distância (EaD).

Durante o período de formação do profissional, os estudantes têm o ensino mais focado em disciplinas teóricas. O estudo permeia temas como o comportamento humano, política, sociedade, demografia e muitos outros.

A grade curricular do curso de Ciências Sociais varia, nos últimos semestres, de acordo com a área que o estudante deseja seguir: Antropologia, Ciências Políticas ou Sociologia. A maior parte opta pela Sociologia.

Por isso, alguns cientistas sociais podem ser sociólogos, antropólogos e cientistas políticos, mas nem todos formados nestas áreas são um cientista social, já que os cursos de Antropologia, Sociologia e Ciência Política também são oferecidos individualmente em algumas instituições.
.
Veja um exemplo de grade curricular para Ciências Sociais:

1º ano
Introdução às Ciências Sociais (Antropologia)    
Introdução às Ciências Sociais (Sociologia)    
Introdução às Ciências Sociais (Antropologia)
Política - Pensamento Político Moderno    
Noções de Estatística
Antropologia - Questões de Antropologia Clássica    
Política - Teoria Política Contemporânea

2º ano
Antropologia - Estruturalismo    
Política - Instituições Políticas Brasileiras em Perspectiva Comparada    
Sociologia Moderna
Métodos e Técnicas de Pesquisa
Antropologia - Questões de Antropologia Clássica    
Política - Teoria Política Contemporânea
Antropologia - Questões de Antropologia Contemporânea    
Política - Instituições Políticas Brasileiras
Sociologia Contemporânea

3º ano
Fundamentos de Economia para Ciências Sociais
Política Externa Brasileira
Formação Econômica e Social do Brasil 
Movimentos Sociais Rurais
Religião, Símbolo e Poder    
As Regras da Análise Estrutural    
Sexualidade e Ciências Sociais    
Família, Política e Conflito Social    
Nascimento da Antropologia Cultural    
Antropologia e Gênero        
Antropologia Visual: Uso da Fotografia na Antropologia    
Pensamento Ameríndio
Antropologia e Computação        
Temas de Análise de Políticas Governamentais    
Sistemas Partidários e Sistemas Eleitorais    
Cultura Política        
Teorias do Comportamento Eleitoral e Identidade Ideológica    
Cidade, Política e Políticas Públicas    
Processos e Atores na Política Internacional Contemporânea    

4º ano
Introdução à Economia        
Metodologia da Economia    
Sociologia Econômica        
A Economia e o Sistema Jurídico do Estado        
Pesquisa de Campo em Antropologia    
Introdução à Etnologia Sul-americana    
Raça, Sexualidade e Identidade Nacional    
Temas do Pensamento Político Latino-Americano    
Judiciário e Política    
Globalização, Instituições Internacionais e Relações de Trabalho    
Persistência e a Mudança Social    
Individuo, Razão e Liberdade    
Marx: Destruição da Economia Política    
Benjamin, Brecht e Antropologia        

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Essas disciplinas podem variar de acordo com a instituição de ensino e com as opções de cada estudante. A maioria das disciplinas a partir do segundo ano de curso é complementar as que foram estudadas nos primeiros semestres.

Mercado de Trabalho

As maiores oportunidades de trabalho para os cientistas sociais costumam estar presentes em escolas, universidades e centros de pesquisas. Como eles são especialistas em compreender pessoas e processos sociais, seus conhecimentos são muito importantes para essas instituições. Os profissionais também encontram oportunidades em concursos públicos.

Para seguir nessa carreira é necessário um bom tempo de dedicação aos estudos, mesmo após a graduação. O estudo e a pesquisa acompanham o cientista social durante toda a vida profissional.

Veja algumas áreas para atuação:

Setor político

Atuando ao lado de governantes, esses cientistas ajudam no desenvolvimento de projetos para serem colocados em prática em determinadas regiões, compreendendo bem as necessidade e situação cultural de cada local.

Audiovisual

O setor de produção audiovisual, como filmes, documentários e reportagens especiais, também costuma buscar cientistas sociais quando vão produzir materiais referentes às questões sociais. Os cientistas ajudam na criação de um roteiro e no esclarecimento das informações.

Área digital e marketing

Com o crescimento das redes sociais, os cientistas sociais também têm espaço para estudar o comportamento humano por meios digitais. Entender o comportamento do consumidor na era digital é essencial para as empresas elaborarem estratégias de marketing.

Educação

Os licenciados em Ciências Sociais escolhem as salas de aula para exercer a profissão. Podem atuar no ensino médio, como professores de Sociologia, e até no ensino superior, a depender do grau de formação – mestres e doutores geralmente dão aulas em faculdades.

ONG

As Organizações Não Governamentais (ONGs) também costumam ter em seu quadro de profissionais os cientistas sociais. Já que estão atuando para defender interesses sociais, os profissionais são extremamente importantes no processo de atuação delas.

Quanto ganha um cientista social?

O salário de um cientista social pode variar muito de acordo com o cargo que exerce e região em que trabalha. De acordo com o portal Catho, a média é de R$ 2,9 mil reais.

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES