Whatsapp
Em 04/12/2007 01h59 , atualizado em 01/09/2021 14h48

Psicologia

Guia de Profissões

Ciência estuda a relação entre aspectos mentais e o comportamento humano. Por Lorraine Vilela Campos
Psicólogo pode adotar diferentes correntes da Psicologia para ajudar um paciente
Psicólogo pode adotar diferentes correntes da Psicologia para ajudar um paciente
Crédito da Imagem: Shutterstock
PUBLICIDADE

A Psicologia é a ciência que estuda a relação dos aspectos mentais/psíquicos com o comportamento humano. A origem do termo vem do grego psique (mente/alma) com logos (estudo), ou seja, estudo da mente. 

Para a Psicologia, o bom funcionamento do corpo depende de uma mente saudável. O psicólogo é o profissional responsável por ajudar o indivíduo a encontrar e manter esse equilíbrio do físico com o psicológico.

O que faz um psicólogo?

O psicólogo identifica, previne e trata diferentes distúrbios psicológicos. O diagnóstico é feito a partir da observação do comportamento do paciente e do histórico que ele descreve ao profissional da Psicologia. 

É fundamental gostar de lidar com pessoas para ser psicólogo, já que a Psicologia tem a mente e o comportamento humanos como objetos de estudo e trabalho. Se você não tem paciência para ouvir e não tem empatia com os outros, esta profissão não é sua praia. 

Veja também: Quanto ganha um profissional de Humanas?

Psicologia tem um salário médio de R$ 2.327, mas os valores variam conforme a área de atuação: um psicólogo clínico tem ganho médio de R$ 2.113, enquanto um psicólogo organizacional (que seleciona funcionários para empresas) recebe cerca de R$ 2.175, valor que sobe para o psicólogo de trânsito, o qual ganha aproximadamente R$ 2.440. Os salários informados estão disponíveis para consulta na agência Catho.

Áreas de atuação do psicólogo

O mercado de trabalho do psicólogo é amplo e contempla empresas privadas, setor público e o terceiro setor (Organizações Não-Governamentais/Ong). Com função comumente atribuída ao atendimento clínico (terapias), o psicólogo está presente em diferentes áreas. Veja!

Psicologia Clínica

A Psicologia Clínica é a atuação mais conhecida do psicólogo, na qual o profissional conduz o seu cliente ao autoconhecimento para a solução de seus conflitos emocionais/psicológicos com a psicoterapia. Os atendimentos podem ser individuais ou coletivos, variando conforme a vertente adotada pelo psicólogo. 

Dentro da Psicologia Clínica existem cinco principais linhas: Psicanálise; Terapia Analítica; Psicodrama; Comportamental e Gestalt.

  • Psicanálise: tem base em Sigmund Freud e tem o princípio de que todos têm um inconsciente, área da psique em que acontecem os processos que explicam os conflitos interiores de uma pessoa. Sua utilização é comum em casos de traumas e usa artifícios como relatos dos sonhos para um melhor entendimento dos sentimentos do paciente.
     
  • Terapia Analítica: tem base em Carl Gustav Jung e parte da ideia de um inconsciente coletivo e leva em consideração a crença de símbolos comuns a todas as pessoas. 
     
  • Psicodrama: terapia feita em grupo (em sua maioria) e que utiliza encenações para representar as situações vividas. Parte da ideia de que os conflitos são resultantes de situações e relações vividas ainda na infância.
     
  • Psicologia Comportamental: seu foco é no comportamento da pessoa, deixando de lado o inconsciente do paciente. Analisa os padrões de repetição de comportamentos e o contexto em que isso acontece. 
     
  • Gestalt: o foco é como o paciente interpreta os acontecimentos de sua vida. O profissional analisa a forma como a pessoa se enxerga, como organiza seu pensamento e a maneira que se expressa. O propósito é que o individuo tome consciência do que é tratado em cada sessão e possa reconhecer isso em seu cotidiano.

Psicologia do Trabalho ou Organizacional

O Psicólogo do Trabalho ou Organizacional atua no processo de contratação de colaboradores das empresas e, em alguns casos, acompanha a rotina dos funcionários e busca aplicar atividades para melhorar a convivência das equipes. O profissional pode fazer parte do departamento de Recursos Humanos (RH) da própria organização ou ser terceirizado. 

É crescente o número de empresas especializadas em processos de seleção que oferecem serviço terceirizado para outras empresas. Estas agências selecionam os currículos recebidos, entrevistam os candidatos, aplicam testes (quando solicitados) e encaminham os escolhidos para os seus contratantes. 

Psicologia Educacional

O Psicólogo Educacional trabalha em escolas e instituições de ensino superior, dando auxílio aos estudantes e também aos familiares. O profissional que atua no ambiente escolar/acadêmico identifica problemas de aprendizagem e convivência, auxiliando o aluno – se for de sua competência – ou indicando que um médico ou outro profissional habilitado seja procurado para a resolução do problema. 

Psicologia do Trânsito

O Psicólogo de Trânsito conduz o exame psicotécnico do processo de habilitação, ocasião em que aplica testes aos futuros condutores para avaliar sua condição mental. 

Outra função do Psicólogo de Trânsito é a promoção de ações de educação no trânsito junto a outros profissionais. 

Psicologia Jurídica

O Psicólogo Jurídico acompanha vítimas de violência (auxiliando-as a minimizar o trauma e dando suporte nos depoimentos), auxilia nos processos de adoção, atende detentos e jovens que cumprem medidas socioeducativas, faz análise dos réus (quando solicitado pelo magistrado, muitas vezes em conjunto com o psiquiatra), além de promover ações de saúde mental nos órgãos da Justiça. 

Psicologia Hospitalar

O Psicólogo Hospitalar atende os pacientes que se encontram internados, promovendo a recuperação mental e também física. Sua atuação é em conjunto com profissionais como Médicos, Enfermeiros, Fisioterapeutas, Fonoaudiólogos, Nutricionistas e Assistentes Sociais. 

Algumas unidades de saúde contam com a Psicologia Hospitalar também para dar suporte às famílias dos pacientes que estão em tratamento e/ou internados. 

Psicologia do Esporte

Função mais recente, a Psicologia do Esporte proporciona ao atleta o apoio emocional e caráter motivacional por meio do acompanhamento do psicólogo específico. Além disso, o profissional trabalha a superação de traumas dos esportistas que estejam atrapalhando-os em seu desempenho. 

Orientação Profissional/Vocacional

O psicólogo pode trabalhar com orientação profissional/vocacional atendendo quem está em dúvida sobre que carreira seguir. Ele formula e aplica testes, avalia os resultados e orienta o estudante sobre as escolhas que mais se encaixam com sua personalidade e objetivos. 
 
Análise do comportamento do consumidor

Empresas de marketing e publicidade contam com o trabalho do psicólogo para conhecer o consumidor. Pesquisas ou estudos são aplicados a grupos focais para identificar seus gostos, preferências e padrões para definir o perfil do público que um determinado produto ou publicidade pretende atingir. 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O Curso de Psicologia

O curso de Psicologia tem duração de cinco anos, graduação que pode ser para formação do profissional de psicologia ou licenciatura (que atuará com professor). O profissional só poderá atender como psicólogo se for aprovado ao fim do curso e se registrar no Conselho Regional de Psicologia. 

De acordo com o que determina o Ministério da Educação (MEC), o profissional que se formar no curso superior de Psicologia poderá acrescentar em sua formação o título de professor, sendo necessário o cumprimento de 500 horas/aula e 300 horas de estágio em docência, partes que integram a licenciatura. 

As disciplinas do curso de Psicologia proporcionam ao estudante o estudo teórico e prático, sendo algumas comuns a outras graduações como Sociologia, Antropologia e Métodos de Pesquisa ou Iniciação Científica (normas da ABNT), enquanto grande parte da grade curricular é composta por matérias específicas. Confira abaixo disciplinas que estão presentes na graduação:

  • Anatomia;
  • Fisiologia;
  • Neurofisiologia;
  • Psicologia Escolar-Educacional;
  • Psicologia do Esporte;
  • Psicologia Organizacional e do Trabalho;
  • Psicologia Clínica;
  • Psicologia Jurídica;
  • Psicologia do Trânsito;
  • Psicologia Social;
  • Psicologia Hospitalar;
  • Neuropsicologia;
  • Psicopedagogia;
  • Psicomotricidade;
  • Relações Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS).
  • Psicofarmacologia;
  • Diagnóstico e Avaliação Psicológica;
  • Ética e Meio Ambiente;
  • Bioética;
  • Teorias, Métodos, Técnicas e Procedimentos de Intervenção no Âmbito da Psicologia;
  • Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Os estudantes fazem estágio durante o curso para vivenciarem o cotidiano do psicólogo. As instituições de ensino superior costumam ter clínicas-escola nas quais os alunos fazem atendimentos psicológicos, a partir do 7º período, supervisionados por seus professores. Tais clínicas atendem gratuitamente, ou com valores simbólicos, pessoas da comunidade. 

A mensalidade do curso de Psicologia varia conforme a estrutura da instituição, a demanda da região em que se encontra e outros fatores, mas o mais comum é encontrar graduações com valores mensais entre R$ 600 e R$ 1.000

Como fazer Psicologia com a nota do Enem

Diversas instituições públicas de ensino superior usam o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para ingresso de estudantes no curso de Psicologia. Os candidatos são selecionados pelo Sistema de Seleção Unificada (SiSU), gratuitamente. 

Várias faculdades e universidades financiam o curso por meio do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) ou dão bolsas de estudos pelo Programa Universidade Para Todos (ProUni). Os dois programas contam com seleção pelo Enem e avaliação de renda dos estudantes. 

Diferença entre Psicologia e Psiquiatria

Muitas pessoas confundem os papéis do psicólogo e do psiquiatra por conta da similaridade dos nomes das profissões e por ambos terem as funções psíquicas como objeto de trabalho. No entanto, Psicologia e Psiquiatria são áreas diferentes de formação e atuação.

Psicologia

A Psicologia é uma profissão com graduação própria, como descrito anteriormente. O trabalho do psicólogo está ligado ao estudo e compreensão da relação dos fenômenos psíquicos com o comportamento humano, utilizando meios comparativos para analisar os pensamentos e emoções de seu paciente. A Psicologia trabalha com a subjetividade, ou seja, leva em consideração sentimentos, sonhos e medos e outros fatores pessoais do indivíduo para seu tratamento. 

No Brasil, o psicólogo não pode receitar medicamentos para o tratamento de seus pacientes. Existem países em que a função do psicólogo responsável pela psicanálise é exercida pelos médicos psiquiatras e, em tais casos, o tratamento pode se dividir entre abordagem psicológica e medicamentosa. 

Psiquiatria

A psiquiatria é uma área da Medicina, ou seja, para ser psiquiatra é preciso se formar em Medicina e se especializar. O médico psiquiatra tem conhecimento em psicopatologia, fisiologia, farmacologia, neurociências e epidemiologia, baseando os diagnósticos de doenças e transtornos psiquiátricos em evidências físicas, além de poder utilizar exames (clínicos e laboratoriais) para determinar o tratamento adequado.

O psiquiatra pode receitar medicamentos para os pacientes e, em determinados casos, existe o encaminhamento para o psicólogo. O médico que atua com Psiquiatria pode se tornar psicoterapeuta, sendo necessária a residência na área ou pós-graduação na linha desejada. 

Veja mais sobre a diferença entre Psicologia e Psiquiatria neste artigo.

Principais faculdades de Psicologia

Região Centro-Oeste
Distrito Federal: UCB, UnB, UNIP, IESB, Uniceub
Goiás: PUC-Goiás, UFG, Fesurv, UNIP, Universo, Anhenguera de Anápolis
Mato Grosso: UFMT; Univag; UNIC
Mato Grosso do Sul: UFMS; UFGD; UCDB; AEMS; Unigran

Região Nordeste
Alagoas: UFAL; Cesmac
Bahia: UEFS, UFBA; UFRB; UNEB; FSBA; FTC (Salvador, Vitória da Conquista, Jequié, Itabuna e Feira de Santana)
Ceará: UFC, UECE
Maranhão: UFMA.
Paraíba: UEPB, UFCG, UFPB.
Pernambuco: Univasf, UFPE.
Piauí: Uespi, UFPI.
Rio Grande do Norte: UFRN; FARN; FACEX.
Sergipe: UFS, UNIT.

Região Norte
Acre: FAB; FAAO.
Amazonas: UFAM; UniNorte; UNIP; Ulbra.
Amapá: SEAMA.
Pará: UFPA; UNAMA; IESPES.
Rondônia: UNIR; FIMCA; UNESC.
Roraima: UFRR; FACES.
Tocantins: CEULP

Região Sudeste
Espírito Santo: Ufes, UVV.
Minas Gerais: Uemg, UFTM, UFU, UFSJ, UFMG, UFJF.
Rio de Janeiro: UFRJ, UFRRJ, Estácio, Universo, UFF, PUC-Rio, Uerj, Uniabeu
São Paulo: Unip, Unesp, PUC-Campinas, USP, Unifesp, Anhembi Morumbi, Mackenzie, PUC-SP, Uninove, UFSCar.

Região Sul
Paraná: PUCPR, UEM, UFPR, Unicentro, UEL, UP, UTP.
Rio Grande do Sul: UFRGS; FURG; UFCSPA; UFPel; UFSM; Unisc; Feevale. Ulbra; PUCRS; URI; Unijui
Santa Catarina: Furb, UFSC, Unesc.

Assista às nossas videoaulas
Artigos Relacionados
Confira como a psicologia pode ajudar estudantes no período de vestibulares e Enem. Algumas vantagens são ajudar a ter equilíbrio emocional, lidar com situações de ansiedade e estresse, organizar a mente, entre outras.
Conheça o curso de Enfermagem e saiba como é a formação dos enfermeiros. Veja as melhores carreiras e opções oferecidas no mercado profissional.
O curso contém disciplinas de diversas áreas do conhecimento como biologia, sociologia e linguística.
Saiba mais sobre o curso de Medicina, as disciplinas oferecidas, o mercado de trabalho e o salário do médico. Curso é bastante concorrido nos vestibulares e SiSU.
Ana Beatriz Nery Ferreira foi aprovada em primeiro lugar para o curso de Psicologia na USP. A jovem ingressou pelas cotas por ter estudado na rede pública.
Entenda a diferença entre Psicologia e Psiquiatria e saiba qual curso se adapta mais ao seu perfil.
Trabalho em prol da cidadania e integração do indivíduo na sociedade.
Candidatos do sistema de cotas enfrentarão disputa maior que do sistema universal.
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES