Topo
pesquisar
Em 31/10/2017 16h51, atualizado em 31/10/2017 16h54

Primeira graduação em cannabis é inaugurada nos EUA

Estudar no Exterior

Universidade do Norte de Michigan é a primeira instituição do mundo a criar um curso universitário exclusivamente para o estudo da Maconha. Por Hotcourses Brasil
Propriedades da cannabis, formas de cultivo e empreendedorismo são assuntos abordados no curso
Propriedades da cannabis, formas de cultivo e empreendedorismo são assuntos abordados no curso
PUBLICIDADE

O uso recreativo da maconha já é legalizado em oito estados norte-americanos (para maiores de 21 anos) e em vários outros, você pode conseguir uma licença para consumi-la terapêutica e medicinalmente. De fato, o comércio legal da cannabis já movimenta mais de US$ 6,7 bilhões nos Estados Unidos, por isso, não é nenhuma surpresa que ela passe a ser uma área de estudo oficial!

A Universidade do Norte de Michigan (Northern Michigan University), conhecida também pela sigla NMU, inaugurou um curso de graduação inédito para o estudo da maconha. Com nome oficial de “Química de plantas medicinais”, a grade curricular inclui disciplinas de química, biologia, cultivo da planta, horticultura, botânica, e também aspectos de empreendedorismo e marketing, para quem pretende se aventurar em um negócio voltado à cannabis – que tem crescido em número a cada ano, desde restaurantes com pratos à base de maconha a casamento canábico.

Curso inédito

Com o mercado bilionário que a legalização criou no país, naturalmente diferentes universidades dos Estados Unidos – inclusive a Harvard – já haviam incorporado o ensino de diversos aspectos sobre o psicotrópico ao seu catálogo de cursos, como política e direito da maconha.

No entanto, a graduação da NMU é inovadora por ser a mais abrangente até agora, centrada não só nos aspectos legais da planta, como também na análise instrumental de produtos naturais. Além disso, permite que seus estudantes escolham uma grade focada em negócios e contabilidade (Empreendedorismo) ou em tópicos avançados de química e biologia (Bioanálise). 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

E o curso vai além da cannabis: os estudantes aprendem sobre várias outras ervas e plantas medicinais.

“A área de química de produtos naturais, envolvendo a identificação, isolação e, às vezes, a síntese total dos componentes bioquimicamente produzidos em uma biota existente, tem uma longa história de contribuições à medicina”, explica a descrição oficial do curso. “Atualmente, há um interesse renovado e entusiasmado na química de plantas medicinais, por estar relacionada ao mercado de extratos de ervas e, mais recentemente, ao emergente mercado da cannabis.”

Ainda segundo o site oficial da NMU, a Forbes considerou a maconha a melhor oportunidade de statup para empreendedores e investidores em 2015 e estima-se que a sua economia deve crescer para US$ 44 bilhões até 2020 nos EUA.

Maconha medicinal

A maconha já tem sido usada como tratamento alternativo de diversas doenças, como esclerose múltipla, câncer, distúrbios alimentares, depressão e estresse pós-traumático, principalmente para estimular o apetite, relaxar os músculos e aliviar a dor.

Visite a página oficial do curso da Northern Michigan University aqui.

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola