Whatsapp
Em 25/11/2016 16h24 , atualizado em 25/11/2016 16h40

Treineiros podem ser excluídos do Enem a partir de 2017

Notícias

Certificação do ensino médio pelo exame do Inep também pode sofrer alterações. Por Lorraine Vilela Campos
Enem
Enem
PUBLICIDADE

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) estuda excluir, a partir de 2017, do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a participação de estudantes treineiros e pessoas que fazem as provas para obter o certificado de conclusão do ensino médio. As propostas foram discutidas ontem (24) e nesta sexta-feira (25), no Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed). 

As propostas para as mudanças no exame estão em fase de análise e, de acordo com o instituto, não há nada definido até o momento. A decisão será anunciada após o fim da aplicação do Enem 2016.

Em nota, a assessoria de imprensa do Inep informou que os dados que alguns veículos de imprensa divulgaram como modificações confirmadas, na verdade ainda estão em estudo e foram apresentadas aos especialistas da área de educação. 

Novo Enem

As diretrizes estudadas para as possíveis modificações no Enem têm como objetivo a adequação ao "Novo Ensino Médio", previsto na Medida Provisória 746/2016.

Saiba mais sobre o novo ensino médio

A intenção é que quem busca a certificação do ensino médio, cerca de 11% dos inscritos, tenha um exame específico para a avaliação de tais competências. A proposta é que isso seja avaliado no Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja), prova que já é aplicada atualmente no Brasil. Já para os treineiros, que não podem utilizar a pontuação para ingresso em cursos superiores, a proposta é de um simulado nacional. 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Segundo o Inep, a utilização do Enem para o Sistema de Seleção Unificada (SiSU), Programa Universidade Para Todos (ProUni) e Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) será mantida neste novo modelo de exame. 

Confira a nota na íntegra:

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) esclarece que as informações noticiadas pela imprensa como modificações já definidas para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) são apenas propostas apresentadas a especialistas da área de Educação por autoridades do Inep e do Ministério da Educação (MEC) e que permanecem em fase de estudo e elaboração pelo corpo técnico e gestores desses órgãos. Não há qualquer alteração definida, e sim diretrizes sobre pontos em que o Enem pode avançar para continuar garantindo a inclusão dos estudantes brasileiros no Ensino Superior, inclusive por meio de programas federais como o Sisu, Prouni e Fies. Após a conclusão da elaboração das propostas e sua aprovação, estas serão apresentadas pelo MEC à sociedade brasileira, o que só ocorrerá depois da finalização do processo de aplicação do Enem 2016. 

Com informações do Inep e Agência Brasil

Relacionados
O Brasil Escola vai oferecer no Black Friday descontos de 35% nos cursos Enem 2017 do QG do Enem.
A segunda aplicação do Enem 2016 aconteceu neste fim de semana, dias 3 e 4 de dezembro,e registrou abstenção de 39,68% no 1º dia e 41,42% no 2º.
Estudantes que fariam o Enem 2016 nas escolas ocupadas já podem consultar o local da nova prova.
Quase metade dos inscritos ainda não sabe os locais do Enem de dezembro. Provas serão aplicadas no próximo fim de semana para mais de 277 mil.
Começa hoje, 3 de dezembro, a segunda aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016 para 277.622 estudantes.
A segunda aplicação do Enem 2016 segue hoje, 4 de dezembro, para 277.622 candidatos do Distrito Federal e de grande parte dos estados.
A UESB adiou as provas do Vestibular 2017 por causa do Enem em escolas ocupadas. Seleção será em 15 e 16 de janeiro.
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES