Em 04/08/2020 13h12 , atualizado em 04/08/2020 15h15

Gráfica do Enem 2020 é mesma de vazamento em 2009

Notícias

Gráfica Plural foi a responsável pela impressão das provas do Enem 2009, que foram roubadas após falha na segurança dos malotes. Por Adriano Lesme
PUBLICIDADE

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou nesta terça-feira, 4 de agosto, que fechou contrato com a gráfica Plural para a impressão das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020. A gráfica é a mesma do vazamento do Enem 2009.

O contrato foi assinado no dia 31 de julho e tem validade de um ano, ao custo de R$ 63 milhões. A gráfica Plural será responsável pela impressão de todos os cadernos de questões, cartões-resposta, folhas de redação e folhas de rascunho das versões impressa e digital - a redação do Enem Digital será impressa.

O documento também prevê que a gráfica cuida da impressão do material para o pré-teste de itens e as provas para privados de liberdade e jovens sob medida socioeducativa (Enem PPL). Os cadernos de provas da reaplicação do Enem 2020, para participantes que enfrentaram problemas logísticos ou tiveram doenças infectocontagiosas (como coronavírus), também serão impressos pela Plural.

Vazamento em 2009

Em 2009, cadernos de questões do Enem foram roubados da gráfica Plural e as provas foram canceladas faltando dois dias para o exame. O roubo foi descoberto após o jornal O Estado de São Paulo (Estadão) denunciar ao Ministério da Educação (MEC) que uma pessoa tentou vender para o jornal os cadernos de provas por R$ 500 mil.

A investigação mostrou que o roubo foi praticado por funcionários do consórcio responsável pela aplicação do Enem 2009, formado pelas empresas Funrio, Cetro e Consultec. Na época, a contratação da gráfica era de responsabilidade do consórcio, o que não acontece atualmente.

A Polícia Federal descobriu que três funcionários da empresa Cetro furtaram dois cadernos após terem acesso ao local onde os malotes de provas eram separados para distribuição. A investigação também mostrou que a segurança da gráfica era falha em vários procedimentos, porém não foi constatada participação da Plural no vazamento.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Leia também: veja outros casos de vazamento das provas do Enem

Em 2011, a Justiça Federal condenou a prisão os três funcionários da Cetro, mas todos já estão em liberdade. A pessoa que tentou vender as provas para o Estadão também foi condenada, mas sua pena foi substituída por prestações de serviços à comunidade.

O vazamento do Enem 2009 causou um prejuízo de cerca de R$ 45 milhões, pois um novo consórcio teve que ser contratado às pressas para a impressão das provas. O exame foi adiado de outubro para dezembro e coincidiu com as datas de vários vestibulares, o que causou uma abstenção recorde de 40%.

Enem 2020

As provas do Enem 2020 foram adiadas devido à pandemia de coronavírus (covid-19). As provas impressas serão aplicadas nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021 e a versão digital nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

A estrutura das provas permanece a mesma, tanto para a versão impressa quanto digital, com 180 questões objetivas e uma redação.

1º dia do Enem: 45 questões de Linguagens e Códigos; 45 de Ciências Humanas; uma redação
2º dia do Enem: 45 questões de Ciências da Natureza; 45 questões de Matemática

Ao todo, 5.783.357 participantes tiveram a inscrição confirmada no Enem 2020. Todos eles deverão usar máscara desde a entrada no local de prova até a saída.

Entre as inscrições confirmadas, 5.687.271 são para a prova impressa do Enem e 96.086 para o Enem Digital. Neste ano, do total de inscritos confirmados, 83% receberam a gratuidade da inscrição.

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES