Em 13/05/2020 17h31 , atualizado em 13/05/2020 18h15

Fuvest e Unicamp não irão alterar datas das provas de vestibular em razão do Enem Digital

Notícias

Provas digitais do Enem 2020 serão aplicadas nas mesmas datas das primeiras fases dos Vestibulares 2021 da Fuvest e Unicamp. Por Adriano Lesme
PUBLICIDADE

Em contato realizado pelo Brasil Escola, a Fundação Universitária para o Vestibular da Universidade de São Paulo (Fuvest/USP) e a Comissão Permanente para os Vestibulares da Universidade Estadual de Campinas (Comvest/Unicamp) informaram que não pretendem alterar as provas dos Vestibulares 2021 por coincidirem com as provas digitais do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020.

O Enem Digital 2020 estava marcado para os dias 11 e 18 de outubro, mas foi adiado para os dias 22 e 29 de novembro em razão da pandemia de coronavírus. A alteração fez as novas datas coincidirem com a primeira fase da Unicamp, no dia 22 de novembro, e da Fuvest, no dia 29.

As assessorias de comunicação da Fuvest e Unicamp deram justificativas semelhantes para a manutenção das datas dos vestibulares. Elas alegaram que as universidades paulistas, públicas e algumas privadas, já haviam definido seus calendários quando as datas das provas digitais do Enem foram alteradas.

As maiores universidades de São Paulo, como USP, Unicamp, Unesp, ITA, PUC-SP e Unifesp, reúnem-se todos os anos para elaboração de um calendário único de provas, para possibilitar que os candidatos participem de todos os vestibulares do estado.

Veja o cronograma dos Vestibulares 2021 das universidades em São Paulo

Um outro motivo apresentado pela Fuvest e Comvest é o fato do Enem Digital ser opcional e que os estudantes podem optar por fazer as provas impressas do Enem 2020, nos dias 1 e 8 de novembro. Essas datas não coincidem com nenhum vestibular das grandes universidades de São Paulo.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A Fuvest também lembra que as provas digitais do Enem são restritas a uma pequena parcela de participantes. "A prova digital do Enem é uma experiência inédita, restrita a 100 mil candidatos. Ou seja, apenas cerca de 2% dos estudantes de um universo de mais de 5 milhões poderão fazer essa opção."

Apesar de não cogitar o adiamento por conta do Enem Digital, a Comvest afirmou que está acompanhando a evolução da pandemia e não descarta o adiamento, se for para garantir a segurança e bem-estar dos candidatos.

Enem Digital

Pela primeira vez, o Inep irá aplicar provas digitais do Enem 2020 para até 101.100 participantes que concluíram o ensino médio ou irão concluir este ano. Até às 10h de ontem, dia 12, cerca de 93 mil estudantes já haviam feito a opção pela versão digital.

Saiba como vai funcionar o Enem Digital

As provas serão feitas em 110 cidades em todos os estados e no Distrito Federal, em locais com uma infraestrutura adequada para receber os computadores onde serão aplicados os exames. As questões poderão apresentar infográficos, vídeos e games. Apenas a redação será redigida no formato impresso.

As inscrições para o Enem 2020, provas impressas e digitais, seguem abertas até 22 de maio. A taxa é de R$ 85 e poderá ser paga até 28 de maio.

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES