Topo
pesquisar
Em 31/10/2019 18h48, atualizado em 01/11/2019 10h42

Enem 2019: o que comer nos dias de prova?

Notícias

A nutricionista Luna Azevedo deu dicas sobre como os estudantes devem se alimentar nas últimas refeições e na hora da prova. Por Giullya Franco
Manter alimentação equilibrada é importante para o bem-estar no dia da prova
Manter alimentação equilibrada é importante para o bem-estar no dia da prova
PUBLICIDADE

O primeiro domingo de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 está chegando e, com isso, muitos estudantes acabam sofrendo com a ansiedade, que pode afetar tanto o sistema emocional quanto a parte fisiológica dos participantes.

Para amenizar os sintomas, além da calma e concentração, manter uma alimentação adequada nas vésperas da prova é fundamental e ajuda a garantir o bem-estar, estimular a memória e sustentar a energia corporal.

Nutricionista Luna Azevedo (Arquivo Pessoal)

Mais de 5 milhões de estudantes de todo o país estão inscritos no Enem 2019 e nos dias 3 e 10 de novembro passarão por uma prova de 180 questões e uma redação. Por isso, o Brasil Escola conversou com a nutricionista Luna Azevedo, que trouxe dicas de alimentos para as últimas refeições antes da prova e, também, os melhores lanches para serem consumidos na hora do exame.

Mais: O que vestir no Enem

Veja as dicas de alimentação da nutricionista Luna Azevedo para o Enem 2019:

  • Sábado (dia anterior à prova)

Jantar: É aconselhado que essa refeição não seja feita muito tarde, o ideal é que ocorra três horas antes de dormir. A refeição deve ser leve e balanceada para que a digestão seja adequada e completa, contribuindo para uma boa noite de sono e o bem-estar no dia seguinte.

Os alimentos devem conter nutrientes como ferro, ácido fólico e vitaminas antioxidantes (A, C, E) que possuem efeitos neuroprotetores e melhoram o desempenho intelectual. Exemplos:

  • Ferro: Brócolis, couve e feijão
  • Vitamina A: Cenoura e mamão
  • Vitamina C: Acerola, caju, laranja e limão
  • Vitamina E: Castanhas

O que consumir: O arroz, feijão ou outras leguminosas (ervilha, lentilha ou grão de bico), que podem estar presentes em purês ou até em alguns hambúrgueres, vegetais verde-escuros (couve, brócolis, espinafre, etc), cenoura, tomate, abobrinha são boas opções de consumo. Espinafre, beterraba, chia e cereais integrais também são fontes de magnésio, que reduz os sintomas de fadiga, como tensão muscular e tremores e melhoram a qualidade do sono.

O que evitar: Alimentos ricos em gorduras saturadas como carnes e laticínios são de digestão mais difícil, portanto é aconselhável evitar o consumo no período.

Veja: Como controlar a ansiedade antes do Enem

  •  Domingo (dia da prova)

Café da Manhã: No dia da prova é importante pensar em alimentos que vão ajudá-lo a manter a concentração, energia e funcionamento intestinal regulado. O tradicional ‘cafézinho’ pode ser mantido, desde que a pessoa já seja habituada e, mesmo assim, sem exageros, já que pode causar efeitos como dores de cabeça e nervosismo. As vitaminas C e E, alimentos integrais e ácidos graxos poliinsaturados também podem ser consumidos. Exemplos:

  • Vitamina C: Acerola, caju, couve, kiwi, laranja, morango e pimentão (Auxiliam na redução dos níveis de cortisol, melhoram a imunidade e controlam o hormônio do estresse, diminuindo a ansiedade antes da prova)
  • Ômega-3 e Ômega-6: Chia e Linhaça (ácidos graxos poliinsaturados que têm efeitos benéficos para a cognição, caso haja baixa ingestão desses ácidos é possível a perda de memória)

O que consumir: Comer frutas in natura é importante, pois são ricas em fibras fundamentais para o funcionamento intestinal e otimização da absorção dos nutrientes que atuarão na melhora da concentração. Os alimentos integrais também devem ser priorizados devido a excelente quantidade de fibras e fornecimento de energia adequada.

O que evitar: O consumo de bebidas energéticas não é aconselhado. Os alimentos ricos em açúcar refinado, de acordo com estudos, estão associados à dificuldade de concentração e atenção e devem ser evitados. Consumir Alimentos de origem animal também não é indicado devido às gorduras presentes nesses alimentos.

Prefira a ingestão de frutas nas vésperas da prova e evite o consumo de alimentos ricos em açúcar

Almoço: É provável que o almoço será feito um pouco mais cedo do que nos outros dias, já que os portões dos locais de prova do Enem serão fechados às 13h (horário de Brasília) e os participantes devem chegar com antecedência. Assim como no jantar, a refeição deve ser balanceada e rica em nutrientes essenciais para a memória e concentração.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

De preferência, o almoço deve ser realizado em casa para que seja um momento mais tranquilo, no qual o estudante possa realizar a refeição sem pressa, o que também contribui para uma melhor digestão.

O que consumir: Opte por carboidratos de baixo índice glicêmico, que levam mais tempo para serem digeridos e não elevam muito os níveis de açúcar no sangue, evitando variações glicêmicas bruscas e mantendo a energia até a hora da prova. Eles também aumentam a concentração e memória. Alimentos como cenoura crua, brócolis, espinafre, alface, tomate, nozes, batata doce e arroz integral são exemplos de alimentos que controlam a glicemia.

O que evitar: Os alimentos ricos em açúcares, já que podem ter influência na concentração e atenção.

Lanche: As provas do Enem são extensas e cansativas, com duração de 5h30 e 5h, em cada um dos domingos. Para não ficar com fome ou sentir-se mal na hora da prova é importante ter um tipo de lanche reserva para ser consumido, mas não precisa ser nada exagerado, assim evita-se a perda da concentração e sacia a necessidade de comer. Veja as dicas da nutricionista:

  • Levar frutas, mix de nozes e castanhas e até mesmo um sanduíche mais leve com vegetais, pode ser uma ótima opção para lanchar durante a prova;
  • Levar água para a prova também é muito importante, já que a hidratação junto com a ingestão dos alimentos adequados ajuda no bom desempenho.
Água, frutas e sanduíche natural são ótimas opções de lanche durante a prova

Mas não se esqueça das regras! O Inep permite levar lanches para as provas, mas alguns cuidados precisam ser tomados. Leve a água, preferencialmente, em um recipiente transparente e sem rótulo. A recomendação também vale para os alimentos, que podem ser colocados em recipiente transparente. Lembrando que o fiscal de prova tem autonomia e autoridade para fiscalizar tudo o que você levar.

Veja também: O que fazer e levar para as provas do Enem 2019


Cuidados!

- Para aliviar o stress, mastigar balas e chicletes ajuda?

As balas e chicletes possuem açúcares refinados que são prejudiciais, pois podem provocar desequilíbrio na glicemia, levando à chamada hipoglicemia de rebote. Essa condição pode promover a fadiga e a baixa concentração, podendo prejudicar o desempenho do estudante. Para aliviar o estresse, substitua os doces por snacks de sementes que, por sua vez, beneficiam a concentração.

- O que não comer pra evitar dor de barriga?

O nervosismo pré-prova gera muitos efeitos nos participantes e alimentação pode ajudar no equilíbrio

Além da ansiedade e o nervosismo que também afetam o trato gastrointestinal, alguns alimentos podem causar aquela incômoda dor de barriga e prejudicar o estudante no seu dia de prova. Portanto, é interessante consumir alimentos que ajudem na diminuição da ansiedade, como castanhas, sementes de abóbora e cúrcuma.

Evitar os alimentos gordurosos e frituras, que são de difícil digestão, e podem causar uma alta liberação da bile, que irrita o cólon, causando a dor de barriga. Os leites e derivados também costumam causar esse problema. Como, na maioria das pessoas, a concentração da enzima responsável pela degradação do açúcar do leite (a lactase) é baixa, ocorrem falhas na digestão do alimento e consequentemente as diarreias.

Enem 2019

Mais de 5 milhões de participantes são esperados para as provas do Enem 2019 nos dias e 3 e 10 de novembro. No primeiro dia, as provas serão de Redação, Ciências Humanas e Linguagens e Códigos. No segundo, de Matemática e Ciências da Natureza.

Em parceria com o Oficina do Estudante, o Brasil Escola fará a correção comentada do Enem 2019 ao vivo. A correção vai começar logo depois das provas, às 19h no dia 3 e às 18h30 no dia 10.

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Enem Brasil Escola