Topo
pesquisar
Em 29/03/2018 14h44, atualizado em 03/04/2018 11h38

Atualidades Vestibular e Enem - março de 2018

Atualidades

Assassinato da vereadora Marielle Franco e morte do cientista Stephen Hawking foram os assuntos mais comentados em março. Por Adriano Lesme
Assassinato de Marielle Franco chocou os brasileiros em março
Assassinato de Marielle Franco chocou os brasileiros em março
PUBLICIDADE

Março de 2018 ficará marcado pela violência no Brasil. O assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL), no Rio de Janeiro, chocou o país e escancarou para o mundo a crise que vivemos na segurança pública. Nos noticiários internacionais, o assunto mais publicado foi a morte do físico e cientista Stephen Hawking.

Para saber mais detalhes sobre os principais acontecimentos de março de 2018 e preparar-se para os vestibulares e Enem 2018, clique nos hiperlinks. Você será direcionado para notícias do UOL e Folha de São Paulo e artigos do Brasil Escola que aprofundam o assunto.

Brasil

Retomada da Economia
Diferente do restante do mês, o início começou com uma notícia boa para o Brasil. O nosso Produto Interno Bruto (PIB) cresceu 1% em 2017, depois de ter encolhido 3,5% em 2015 e 2016. Apesar do crescimento, economistas afirmam que o Brasil levará, pelo menos, mais dois anos para voltar ao nível antes da crise.

Questões sobre PIB podem aparecer nas provas de Geografia dos vestibulares e na prova de Ciências Humanas do Enem. Veja alguns exercícios sobre PIB.

Assassinato de Marielle
A violência no Rio de Janeiro segue sendo pauta dos jornais brasileiros. No começo de março, o Governo Federal anunciou a expansão da intervenção do Exército para outras quatro regiões do estado: Paraty, Angra dos Reis, Niterói e São Gonçalo. No entanto, reportagem da Folha de São Paulo mostrou que a intervenção está ignorando áreas dominadas por milícias.

Justamente as milícias são as principais suspeitas do assassinato da vereadora Marielle Franco. Na noite do dia 14, a ativista dos direitos humanos foi executada com quatro tiros na cabeça quando voltava de carro de um evento sobre Jovens Negras. A polícia identificou nove disparos, que também mataram o motorista Anderson Gomes.

Marielle Franco era uma crítica da intervenção federal/militar no Rio de Janeiro e, dias antes do seu assassinato, havia denunciado a violência de policiais militares do 41º Batalhão da PM, em Irajá, na Favela do Acari. Segundo a vereadora, policiais militares estavam “aterrorizando e violentando” os moradores da favela.

Além da comoção, o assassinato de Marielle também provocou discursos de ódio e publicação de fake news por grupos de direita, como o Movimento Brasil Livre (MBL). A Justiça determinou que o Facebook e o YouTube retirasse as publicações e vídeos da rede.

Até o momento, a Polícia Civil não identificou os responsáveis pelo assassinato da vereadora. O que se sabe é que ela foi seguida por dois carros quando saiu do evento em que estava. A Organização das Nações Unidas (ONU) cobra a demora na apuração da morte de Marielle.

Como Marielle era ativista dos direitos humanos, é possível que vestibulares e até o Enem cobre o tema em redações. Vale lembrar que o item que zerava as redações que desrespeitassem os direitos humanos foi retirado do edital do Enem 2017 e não consta no edital do Enem 2018.

Intolerância política
A caravana do ex-presidente Lula foi atacada a tiros quando passava pelo Paraná. Havia marca de tiros em dois ônibus, mas ninguém se feriu. A presidente do PT, Gleise Hoffmann, afirmou que “querem matar o presidente”, enquanto Jair Bolsonaro, adversário de Lula nas eleições presidenciais, afirmou que os tiros partiram dos próprios petistas.

O tema “intolerância política” também pode ser abordado em vestibulares e Enem, principalmente na redação.

Ainda sobre Lula, ele teve seu recurso negado na segunda instância e agora aguarda decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) para saber se será preso. Ele foi condenado a 12 anos e um mês de prisão pelo caso do Triplex do Guarujá. Mesmo não sendo preso, Lula poderá ficar inelegível pela Lei Ficha Limpa

Mundo

Morte de Stephen Hawking

Stephen Hawking
Stephen Hawking morreu aos 76 anos

No dia 14 de março, faleceu Stephen Hawking, um dos maiores físicos e cientistas da história. Ele foi responsável por criar teses pautadas nas teorias da gravidade, termodinâmica e mecânica quântica, que nos dão pistas sobre o funcionamento do Universo.

Resolva exercícios de termodinâmica

Resolva exercícios com gravidade

Hawking sofreu mais de 50 anos com uma doença incurável, a Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA). A doença atinge os nervos motores, promovendo a atrofia dos músculos. Ao final de sua vida, Stephen se comunicava por meio de um sintetizador de voz acionado pelos músculos da bochecha.

Privacidade no Facebook
O Facebook, maior rede social do mundo, se envolveu em um grande escândalo em março. A rede foi acusada de liberar dados dos usuários para empresas de marketing político. Uma reportagem do jornal britânico The Guardian mostrou que a consultoria Cambridge Analytica usou os dados de 50 milhões de usuários para manipular as eleições americanas a favor de Donald Trump, atual presidente dos Estados Unidos.

Os vestibulandos e participantes do Enem podem ter que dissertar sobre privacidade na internet, manipulação e fake news, até onde se expor nas redes sociais e os perigos da internet.

Atentado contra ex-espião Russo
Um atentado contra o ex-expisão russo Sergei Skripal, que vive na Inglaterra, causou uma crise diplomática entre a Rússia e várias potênciais mundiais. Governos de 23 países, incluindo Estados Unidos e vários europeus, anunciaram a expulsão de dezenas de diplomatas russos em retaliação ao atentado. Sergei é considerado inimigo da Rússia por, supostamente, ter repassado informações sigilosas de seu país para o MI6, o serviço secreto britânico.

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola