Whatsapp
Em 16/03/2018 13h33

Brasil já é o 5º país que mais envia estudantes à Austrália

Estudar no Exterior

País foi eleito o terceiro destino de estudo mais popular entre os brasileiros Por Hotcourses Brasil
PUBLICIDADE

A Austrália recebeu um novo recorde de 624.000 estudantes internacionais em 2017, segundo o Departamento Australiano de Educação e Treinamento (DET). O número representa um aumento de 13% em relação ao ano anterior.

 As universidades australianas continuam sendo o chamariz dos estrangeiros, com 44% (ou 350.470), 15% a mais do que em 2016. Depois, o setor de Educação e Treinamento Vocacional, com as famosas instituições TAFEs (Educação Técnica e Continuada), com 27%, um crescimento apresentável de 17%. Já o setor de cursos de inglês recebeu 19% (155.450) dos estudantes internacionais em 2017.

Brasileiros na Austrália

Aproximadamente 200 nacionalidades estão representadas nestes mais de 620 mil estrangeiros que estavam estudando na Austrália em 2017. No entanto, mais da metade de todos estes estudantes internacionais – mais especificamente 53% - são de cinco nacionalidades:

    • Chineses (30%);
    • Indianos (11%);
    • Nepaleses (5%);
    • Malaios (4%);
    • Brasileiros (4%).

O Brasil é o quinto principal país a enviar estudantes à Austrália em 2017, eleita o terceiro destino de estudo mais popular entre os brasileiros no mesmo ano, segundo a pesquisa nacional Selo Belta, atrás apenas do Canadá e Estados Unidos, vencendo Irlanda, Inglaterra e Nova Zelândia. 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Em 2002, o Brasil aparecia em 14º lugar entre as nacionalidades na Austrália, e em 2013, era 8º. A mesma pesquisa acredita que o número de brasileiros cairá para 7º devido ao número de paquistaneses, filipinos, indonésios e vietnamitas.

Mas a China deverá permanecer o principal mercado. Três em dez estudantes internacionais matriculados na Austrália já são chineses!

Confiança

As universidades australianas estão confiantes em relação à situação atual da educação internacional no país. Segundo a chefe executiva do grupo Universities Australia, as pessoas estão considerando estudar na Austrália graças às suas instituições de ensino superior mundialmente renomadas, o estilo de vida do país, e suas comunidades acolhedoras e seguras.

O cenário de recorde faz com que o governo e as instituições invistam cada vez mais em programas e melhorias na qualidade do ensino de maneira geral para atrair mais estudantes estrangeiros talentosos ao país.

Artigos Relacionados
Separamos três opções de cidades incríveis com o potencial para ser o seu destino de estudo na Austrália, além de Sydney. Conheça Perth, Melbourne e Brisbane.
Confira as universidades mais multiculturais dos EUA, Inglaterra, Austrália e Nova Zelândia pelo Hotcourses Diversity Index (HDI).
A Curtin University, na Austrália, está com processos seletivos abertos até novembro de 2018 para diferentes bolsas de estudo destinadas a candidatos latino-americanos interessados em cursar um programa de graduação na instituição.
De acordo com dados reunidos pelo AUIDF, quase três quartos dos estudantes internacionais na Austrália se inscreveram nas universidades do país com o intermédio de um agente educacional
Os resultados da Austrália e da China no Ranking Acadêmico de Universidades Mundiais melhoraram em relação a 2015
A Austrália é um dos países que permitem o trabalho com um visto de estudante, como a Irlanda e a Nova Zelândia. Saiba quais são as regras e os direitos
A Universidade de Queensland (UQ) está com o processo aberto até o dia 30 de abril de 2019 para bolsas de estudo de liderança de 50% a 100% especialmente direcionadas a estudantes latino-americanos interessados em cursar uma graduação ou pós-graduação na instituição mais antiga do estado.
  • Facebook Brasil Escola
  • Instagram Brasil Escola
  • Twitter Brasil Escola
  • Youtube Brasil Escola
  • RSS Brasil Escola
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES