Topo
pesquisar
Em 07/07/2014 10h50, atualizado em 09/07/2014 08h50

Termoquímica no Enem

Enem

As questões de Termoquímica no Enem envolvem a relação entre a quantidade de calor das reações com assuntos como combustão, combustíveis, alimentação e fotossíntese. Por Jennifer Rocha Vargas Fogaça
Há uma grande chance de cair conteúdos relacionados com Termoquímica no Enem
Há uma grande chance de cair conteúdos relacionados com Termoquímica no Enem
PUBLICIDADE

Olá, pessoal! 

Hoje iremos dar dicas de termoquímica para o Enem. Esse conteúdo já foi cobrado em anos anteriores e pode ser exigido novamente porque ele está relacionado com aspectos importantes do meio ambiente, como a fotossíntese; bem como com a tecnologia e a sociedade, como alimentação, calorias, carboidratos e reações de combustão. 

A termoquímica é o ramo que estuda a quantidade de calor liberada ou absorvida nas reações químicas e em determinados fenômenos físicos (mudanças de estado físico). Assim, as questões de termoquímica no Enem costumam relacionar a quantidade de calor com os fenômenos citados. 

Para se sair bem no Enem nesse conteúdo, é necessário que o candidato preste atenção em alguns aspectos importantes, dentre eles, podemos destacar:

* Diferenciar reações ou processos endotérmicos e exotérmicos: O processo endotérmico é o que absorve calor e o exotérmico libera calor;
* Saber o que é entalpia (H),  variação de entalpia (∆H), entalpia-padrão (H0) e variação de entalpia padrão (∆H0);
* Saber escrever e interpretar equações termoquímicas. É importante lembrar que, nas equações termoquímicas, aparece o valor da variação de entalpia (∆H), isto é, do calor envolvido nessas reações ou processos físicos; e que, se o valor de ∆H é negativo, a reação é exotérmica, mas se é positivo, a reação é endotérmica. 
* Lembrar-se da Lei de Hess, que, resumidamente, diz que o valor de ∆H depende somente dos estados inicial e final da reação, além de ser sempre o mesmo, independente do caminho pelo qual ela é realizada (direta ou por meio de várias etapas).

Detalhes sobre esses e outros assuntos estudados em termoquímica podem ser vistos nos textos listados na seção abaixo:

-Termoquímica.

Agora, vamos ver alguns exemplos de questões de termoquímica que caíram no Enem em provas passadas e como proceder para resolvê-las:

Exemplo 1: Enem 2009 – caderno azul:

Questão 43 do Enem – 2009 sobre termoquímica
Questão 43 do Enem – 2009 sobre termoquímica 

Resolução:

Observe que essa questão engloba também os conteúdos de reações de combustão e combustíveis. Desse modo, é importante você saber escrever as equações químicas que representam esse tipo de reação e relacionar os coeficientes estequiométricos com o que foi pedido. O texto Entalpia de Combustão ensina que a variação de entalpia-padrão é determinada somente para reações de combustão completas (não para incompletas), e o artigo Combustão Completa e Incompleta ensina que toda combustão completa de compostos orgânicos, como os combustíveis listados nessa questão, tem a sua equação escrita da seguinte forma:

Combustível + O2 → CO2 + H2

Assim, para resolver essa questão, basta escrever as equações de combustão completa de cada combustível (metano (gás natural), butano (GLP) e octano (gasolina)) e relacionar os coeficientes da equação com o valor da variação de entalpia-padrão (∆H0). É claro que não podemos nos esquecer de realizar o balanceamento das equações. Veja:

I. Metano (gás natural):

1 CH4+ 2 O2 → 1 CO2 + 2 H2

1 mol de  CH4  produz 1 mol de CO2, liberando 890 kJ (segundo dado fornecido na tabela).

II. Butano (GLP):

1 C4H10+ 13/2 O2 → 4 CO2 + 5 H2

1 mol de C4H10 produz 4 mol de CO2, liberando 2.878 kJ (segundo dado fornecido na tabela). Mas queremos saber o calor fornecido para 1 mol de CO2. Então:
4 mol ---- 2.878 kJ
1 mol ---- x
x = 719,5 kJ

III. Octano (gasolina):

1 C8H18+ 25/2 O2 → 8 CO2 + 9 H2

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

1 mol de C8H18 produz 8 mol de CO2, liberando 5.471 kJ (segundo dado fornecido na tabela). Mas queremos saber o calor fornecido para 1 mol de CO2. Então:
8 mol ---- 5.471 kJ
1 mol ---- y
y = 683,9 kJ

Desse modo, temos que, do ponto de vista da quantidade de calor obtida por mol de CO2 gerado, a ordem crescente desses três combustíveis é: gasolina, GLP e gás natural. A alternativa correta é a letra “A”.

Exemplo 2: Enem 2010 – caderno azul:

Questão 69 do Enem – 2010 sobre termoquímica
Questão 69 do Enem – 2010 sobre termoquímica 

Resolução:

Nas alternativas, mencionam-se os conteúdos de energia por litro, assim, precisamos transformar a densidade dos combustíveis de g/mL para g/L:

dmetanol = 0,79  g/mL = 790 g/L;
detanol = 0,79  g/mL = 790 g/L 

As massas moleculares do metanol e do etanol são dadas por:

Mmetanol = 32 g/mol;
Metanol = 46 g/mol. 

Se você tem alguma dúvida sobre como encontrar as massas moleculares das substâncias, leia o artigo: Massa molecular.

Agora nós relacionamos a quantidade em massa com a quantidade em mol:

1 mol ------ 32 g                1 mol ------ 46 g
nmetanol ------ 790 g            netanol ------ 790 g
nmetanol = 24,6875 mol            netanol = 17,1739 mol

Enfim, podemos calcular a quantidade de energia em “mol”:

Metanol:                Etanol:
1 mol ------------- 726 kJ            1 mol ------------- 1367 kJ
24,6875 mol --- x                17,1739 mol ---- y
x = 17923,125 kJ ou 17,9 MJ            y = 23476,7213 kJ ou 23,5 MJ

A alternativa correta é a letra “d”.

Exemplo 3: Enem 2011 – caderno azul:

Questão 50 do Enem – 2011 sobre termoquímica
Questão 50 do Enem – 2011 sobre termoquímica 

Resolução:

Do mesmo modo que no exemplo 1, vamos escrever as equações de combustão completa para cada combustível devidamente balanceadas e relacionar a quantidade de energia liberada com a quantidade de mols de CO2 produzida. Como essa questão quer saber para a mesma quantidade de energia produzida, iremos estabelecer um valor de 1000 kJ:

1. Benzeno: 1 C6H6 + 15/2 O2 → 6 CO2 + 3 H2
6 mol de CO2 ------ 3268 kJ
        nCO2 ------------ 1000 kJ
nCO2 = 1,83 mol de CO2

2. Etanol: 1 C2H5OH +  3 O2 →  2 CO2 +  3 H2
2 mol de CO2 ------ 1368 kJ
        nCO2 ------------ 1000 kJ
nCO2 = 1,46 mol de CO2

3. Glicose: 1 C6H12O6 +  6 O2 →  6 CO2 +  6 H2
6 mol de CO2 ------ 2808 kJ
        nCO2 ------------ 1000 kJ
nCO2 =  2,13 mol de CO2

4. Metano: 1 CH4+ 2 O2 → 1 CO2 + 2 H2O  
1 mol de CO2 ------ 890 kJ
  nCO2 ------------ 1000 kJ
nCO2 =  1,12 mol de CO2

5. Octano: 1 C8H18+ 25/2 O2 → 8 CO2 + 9 H2
8 mol de CO2 ------ 5471 kJ
        nCO2 ------------ 1000 kJ
nCO2 =  1,46 mol de CO2

Observe que o combustível que libera a maior quantidade de CO2 para a mesma quantidade de energia é a glicose. A alternativa correta é a letra “c”.

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Enem Brasil Escola