Em 21/01/2020 07h16 , atualizado em 24/01/2020 16h57

SiSU 2020: inscrições estão abertas

Notícias

Plataforma é a principal forma de ingresso nos cursos superiores de instituições públicas no país. Inscrição é gratuita. Por Giullya Franco
PUBLICIDADE

As inscrições do Sistema de Seleção Unificada (SiSU) 2020 do primeiro semestre foram abertas nesta terça-feira, 21 de janeiro. O prazo vai até domingo, 26 de janeiro, e a inscrição é gratuita.

Inscreva-se no SiSU 2020

Para participar do programa o estudante deve ter feito as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 e não pode ter tirado nota zero na redação. O estudante também não pode ter feito as provas como “treineiro”, ou seja, é preciso ter concluído o ensino médio.

O prazo de inscrição no SiSU 2020 foi alterado ontem. O período encerraria no dia 24, mas o Inep anunciou que houve um erro na correção das provas do Enem 2019 e cerca de 6 mil estudantes tiveram suas notas afetadas, principalmente na Bahia e em Minas Gerais. Segundo o Inep, os problemas aconteceram na impressão das provas e gerou a alteração na hora da correção, já que as provas são ligadas ao gabarito pela cor.

Mais: SiSU 2020/1: erro no Enem faz MEC ampliar prazo de inscrição

Em entrevista coletiva realizada na noite da última segunda-feira (20), o presidente do Inep, Alexandre Lopes, informou a correção da pontuação do Enem 2019. No sábado anterior, uma força tarefa do Inep fez a varredura das provas e a detecção de quais estavam com erro. Em um post no domingo à noite, o órgão divulgou um canal exclusivo para que os participantes solicitassem a revisão de suas notas até as 10h de ontem. 

Como fazer a inscrição no SiSU 2020?

O Ministério da Educação (MEC) recebe as inscrições no programa por meio da página do SiSU e permite que os candidatos escolham até duas opções de vagas. Veja as instruções abaixo:

1) No Site do SiSU o estudante deve se cadastrar utilizando o número de inscrição e senha do Enem 2019 até as 23h59 do dia 26 de janeiro;

2) Com o login pronto, é hora do candidato confirmar seus dados. Se tiver alguma informação errada é só alterar e confirmar os novos dados. Com os dados confirmados é hora de começar a inscrição;

3) Como o candidato pode escolher dois cursos, no primeiro momento ele deve pesquisar a primeira opção. Ele pesquisa por cidade e instituição de ensino, além de poder conferir a quantidade de vagas para ampla concorrência e sistema de cotas;

4) Com a escolha do curso feita, é hora do estudante observar as informações sobre as modalidades de concorrência e selecionar em qual deseja concorrer. Os documentos exigidos para a matrícula também devem ser verificados para que o candidato possa providenciá-los até a data de matrícula;

5) O procedimento deve ser repetido para escolher o curso de segunda opção. O estudante tem até o último dia de inscrição para alterar os cursos escolhidos;

6) Acompanhe as notas de corte que serão liberadas a partir do segundo dia de inscrições.

Entenda as notas de corte do SiSU

A nota de corte do SiSU é a média mínima exigida no Enem para ser aprovado em um curso. Essas notas são liberadas pelo sistema a partir do segundo dia de inscrição, e variam conforme a modalidade de concorrência.

Saiba como calcular a média do Enem

A nota de corte pode alterar de um dia para outro, por isso é importante acompanhar todos os dias e analisar a possibilidade de aprovação. Os estudantes podem alterar suas opções de curso até o último dia de inscrição.

Saiba mais sobre as notas de corte do SiSU

Resultado e Matrículas

O MEC vai liberar o resultado do SiSU 2020/1 no dia 28 de janeiro e os aprovados deverão se matricular entre os dias 29 de janeiro e 4 de fevereiro, na instituição que foi aprovado. Antes da matrícula é necessário conferir todos os documentos exigidos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Lista de espera

Os candidatos que não forem chamados em nenhuma das duas opções de curso devem manifestar interesse na lista de espera, entre os dias 29 de janeiro e 4 de março. O participante deve escolher entre um dos cursos que selecionou durante a inscrição.

As chamadas das listas de espera são realizadas pelas próprias universidades. Os estudantes devem acompanhar os meios de divulgação das instituições entre os dias 7 de fevereiro e 30 de abril.

Saiba mais sobre a lista de espera do SiSU

Vagas

Este ano o MEC está oferecendo 237.128 vagas em 128 instituições de ensino. O número é maior do que o oferecido no SiSU 2019/1, que teve a oferta de 235.476 vagas.

Quase todas as universidades federais aderiram ao SiSU 2020. Algumas exceções são as federais do Pará (UFPA), Oeste do Pará (UFOPA), de Brasília (UnB) e de Rondônia (Unir). Todos os institutos e centros federais de educação tecnológica também estão no SiSU e algumas universidades estaduais também optaram por participar, como a Universidade de São Paulo (USP).

Veja todas as instituições que aderiram ao SiSU

Cronograma - SiSU 2020

Inscrições: 21 a 26 de janeiro de 2020
Resultado: 28 de janeiro
Matrículas: 29 de janeiro a 4 de fevereiro
Inscrição na lista de espera: 29 de janeiro a 4 de fevereiro

O SiSU é a principal forma de ingresso nos cursos superiores de instituições públicas no país e abre inscrições duas vezes por ano. A próxima edição deve acontecer em junho.

Para mais informações acesse a Página do SiSU 2020 ou consulte o edital.

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES