Whatsapp
Em 20/11/2014 07h59

MPF/CE quer esclarecimentos sobre vazamento do Enem 2014

Notícias

Órgão está investigando a denúncia e enviou um ofício ao Inep cobrando providências. Por Dayse Luan
PUBLICIDADE

Um ofício foi encaminhado ontem, 19 de novembro, pelo Ministério Público Federal no Ceará (MPF/CE) para o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Francisco Soares, solicitando esclarecimentos sobre o que está sendo feito em relação ao suposto vazamento do tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2014.

No documento, que foi enviado por Sedex, é solicitada "menção expressa" do Inep sobre as providências adotadas internamente para "preservar a moralidade e o tratamento isonômico entre todos os alunos participantes do Enem de 2014".

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Após o recebimento do ofício, o Inep tem 24h para responder. O MPF/CE instaurou procedimento para apurar as denúncias feitas na semana passada sobre a antecipação do assunto que seria abordado na redação do exame. O envio do documento é parte das investigações.

Em entrevista na última sexta-feira, Francisco Soares, descartou a possibilidade da edição 2014 do exame ser cancelada. No mesmo dia, a Polícia Federal predeu uma quadrilha que fraudava o Enem e outros vestibulares através da venda de gabaritos.

Por Dayse Luan
Com informações da Agência Brasil

Relacionados
Prazo é para quem se matriculou na instituição em que deseja concorrer. Para os não matriculados término foi em setembro.
Esclareça suas dúvidas sobre gabarito, cálculo das notas, critérios para correção e eliminação das provas e outras etapas do Enem 2014.
Quadrilha também agia em outros vestibulares, principalmente para Medicina. Inep solicitou informações sobre o caso.
Boletim de desempenho é esperado apenas para janeiro. Confira a correção comentada feita pelo Vestibular Brasil Escola.
Estudante do Piauí afirma ter recebido a imagem com o assunto em seu celular antes da prova.
Eles tiveram acesso ao gabarito do 1º dia de provas, via celular. Crime de fraude em certames de interesse público prevê pena mínima de um ano de reclusão.
A Polícia Federal deflagrou uma quadrilha acusada de fraudar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e vestibulares na Região Nordeste.
Perícia atestou veracidade da imagem divulgada por aplicativo de celular. Investigações ainda não terminaram.
  • Facebook Brasil Escola
  • Instagram Brasil Escola
  • Twitter Brasil Escola
  • Youtube Brasil Escola
  • RSS Brasil Escola
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES