Whatsapp
Em 25/06/2018 17h39 , atualizado em 25/06/2018 17h40

Fies: mais de 450 mil estudantes inadimplentes poderão renegociar dívidas

Notícias

Possibilidade de revisão dos débitos estará disponível no segundo semestre. Atrasos alcançam os R$ 10 bilhões. Por Lorraine Vilela Campos
Crédito da Imagem: mec
PUBLICIDADE

O Ministério da Educação (MEC) anunciou nesta segunda-feira, 25 de junho, que 453 mil estudantes que estão inadimplentes com o pagamento do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) poderão renegociar suas dívidas a partir do segundo semestre. A decisão integra a Lei 13.682 (Lei dos Fundos Constitucionais de Financiamento), publicada na última semana. 

Confira a Lei 13.682

Saiba como é o Fies

De acordo com o MEC, a possibilidade de renegociar o débito é um passo importante para a sustentabilidade do Fies. Atualmente, o Fundo de Financiamento Estudantil conta com 2,7 milhões de contratos ativos, dos quais 453 mil estão em situação de inadimplência. A dívida total está estimada em R$ 10 bilhões, o que dificulta a manutenção sustentável do programa. 

Para o Ministro Rossieli Soares, a renegociação dos débitos do Fies ajudará os estudantes a se programarem em outras áreas. “Essa medida vai beneficiar, especialmente, os alunos que estão inadimplentes e ela é importante para que eles se recoloquem, inclusive com a possibilidade de buscar outras modalidades de financiamentos, como o habitacional, por exemplo”, destaca.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Leia também: Novo Fies não emplaca e MEC tenta atrair bancos

A renegociação também poderá beneficiar outros estudantes do Fies, já que 826 mil contratos estão na fase de amortização e ainda vão começar a quitar o empréstimo. 

Como renegociar a dívida?

Os estudantes poderão pedir a revisão da dívida a partir de agosto. A renegociação será feita com a Caixa Econômica Federal, agente financeiro do Fies. O Comitê Gestor do Fies (CG-Fies) definirá as regras para que os inadimplentes possam procurar o banco para fazer o acordo. 

Segundo o MEC, a decisão do Comitê Gestor deverá ser regulamentada de forma que os descontos na renegociação sejam atrativos para os estudantes. 

Novas Regras do Fies

O MEC anunciou no início de junho as novas regras do Fies para o segundo semestre de 2018:

=> Aumento no valor máximo de financiamento;
=> Financiamento mínimo de 50%;
=> Adequação do preço das mensalidades;
=> Transferência de vagas. 

As regras detalhadas para o Fies do 2º semestre de 2018 podem ser conferidas nesta notícia

Com informações no Ministério da Educação

Relacionados
Chega ao fim nesta quarta-feira, 23 de maio, o prazo para convocação da lista de espera do Fies 2018/1. Candidatos devem acompanhar no site oficial.
O MEC publicou hoje (22) a portaria que regulamenta a oferta de vagas remanescentes do Fies 2018/1. O edital sairá nos próximos dias com o cronograma e as regras da seleção.
O Ministério da Educação (MEC) anunciou as datas em que estarão abertas as inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). A expectativa é oferecer cerca de 150 mil nova vagas, totalizando as 310 mil oportunidades previstas para 2018.
Está aberto até dia 22 de julho, o prazo para inscrições no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) 2018/2. A expectativa é de que sejam disponibilizadas cerca de 150 mil novas vagas, totalizando as 310 mil oportunidades previstas para 2018.
O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) vai receber inscrições para as vagas remanescentes no processo seletivo 2018. Os prazos variam, conforme a categoria em que o estudante se enquadra e os registros devem ser feitos pela internet.
O MEC anunciou hoje (6) as novas regras para o FIES a partir do 2º semestre de 2018. Mudanças incluem financiamento mínimo obrigatório de 50%, aumento no valor financiado e transferência de vagas
Lançado no final do ano passado, o Programa de Financiamento Estudantil (P-FIES) não emplacou no primeiro semestre de 2018. Das 75 mil vagas oferecidas, apenas 800 contratos foram firmados. O MEC culpa a gestão anterior que, de acordo com a nota, promoveu um “descalabro na gestão do Fundo”.
O Ministério da Educação (MEC) publicou no Diário Oficial da União uma portaria com as regras do processo seletivo do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e P-Fies, referente ao primeiro semestre de 2019.
  • Facebook Brasil Escola
  • Instagram Brasil Escola
  • Twitter Brasil Escola
  • Youtube Brasil Escola
  • RSS Brasil Escola
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES