Whatsapp
Em 29/11/2021 16h23 , atualizado em 30/11/2021 09h43

Enem 2021 termina com a menor participação em mais de uma década

Notícias

Com apenas 2,1 milhões, número de participantes do Enem caiu pela metade em quatro anos. Por Adriano Lesme
PUBLICIDADE

Entre os 3,1 milhões de inscritos na edição de 2021 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), cerca de 2,1 milhões compareceram aos dois dias de provas. É o menor número de participantes desde que o Enem foi reformulado, em 2009.

Os dados do Enem 2021 foram divulgados na tarde de hoje, 29 de novembro, em coletiva de imprensa com a participação do ministro da Educação, Milton Ribeiro, e do presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Danilo Duplas.

As provas impresas e digitais do Enem 2021 foram realizadas ontem, 28, e no último dia 21. No primeiro dia, 26% dos inscritos não compareceram às provas. A abstenção do segundo dia de provas foi de 29,9%.

 
Edição Inscritos Presentes* Abstenção
2021 3.109.800 2.179.559 29,9%
2020 5.616.115 2.699.806 51,9%
2019 5.095.338 3.709.809 27,19%
2018 5.554.790 3.933.499 29,19%
2017 6.763.122 4.460.344 34,05%
2016 8.681.686 5.885.885 32,20%
2015 7.792.024 5.662.559 27,33%
2014 8.722.283 5.984.845 31,41%
2013 7.153.577 5.032.783 29,84%
2012 5.814.644 4.113.556 29,26%
2011 5.380.857 3.881.321 27,87%
2010 4.626.096 3.271.011 29,29%
2009 4.148.721 2.448.583 40,98%

*Estudantes que participaram dos dois dias de provas do Enem regular.

Enem mais elitista

A edição de 2021 do Enem vem sendo apontada como a mais elitista da história, pois teve um baixo número de inscritos entre estudantes de baixa renda. O Enem 2021 registrou 3.109.800 inscrições confirmadas, o menor número desde 2005.

No Enem 2020, os estudantes que declararam carência e que estudavam em escola pública representaram 74,9% dos inscritos. Em 2021, o índice caiu para 55,6%. Entre os motivos podem estar a crise econômica, que fez vários estudantes abandonarem os estudos para ajudar no sustento da casa, e a baixa qualidade do ensino remoto durante a pandemia.

Na entrevista coletiva do primeiro dia do Enem 2021, Milton Ribeiro culpou professores da rede pública pela queda no número de participantes dessas escolas. Segundo o ministro, "o MEC não refutou esforços para o retorno às aulas presenciais", mas os professores eram contra.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

“Muitos jovens, sobretudo das classes mais humildes, não puderam fazer a prova porque estudavam em escolas públicas em que os professores não queriam dar aula.” (Milton Ribeiro, ministro da Educação)

Como foi o Enem 2021

No primeiro dia do Enem 2021, os participantes responderam 45 questões objetivas de Linguagens e Códigos, 45 de Ciências Humanas e elaboraram uma redação. O tema foi “Invisibilidade e registro civil: garantia de acesso à cidadania no Brasil”.

Para Fernando Santo, gerente de inteligência educacional e avaliações do Poliedro Educação, a prova foi boa e o aspecto pedagógico prevaleceu ao político. Houve questões sobre escravidão, povos indígenas, refugiados, trabalho, urbanização, Era Vargas, entre outros. Pelo terceiro ano seguido não teve questão sobre a Ditadura Militar. Em relação aos textos, a prova trouxe letras de músicos nacionais, como Zé Ramalho e Chico Buarque.

Ontem, segundo dia do Enem, os estudantes fizeram provas de Ciências da Natureza e Matemática. De acordo com Fernando Santo, a prova foi alheia a discussões políticas, sendo mais tradicional e sem abordar temáticas recentes como vacinas e pandemia. Para o gerente do Poliedro, isso demonstra uma escassez do banco nacional de itens.

Em Matemática, questões sobre razões, proporções e porcentagens formaram a maioria da prova. Em Ciências da Natureza, houve predominância de temas de Ecologia, como extinção de animais no Pantanal, impacto ambiental do rompimento da barragem de Mariana-MG, poluição gerada pela agroindústria, entre outros.

Gabarito e resultado

Na próxima quarta-feira, 1º de dezembro, o Inep publicará os cadernos de provas e os gabaritos oficiais do Enem 2021. Em parceria com o Poliedro Educação e o Colégio e Curso Oficina do Estudante, divulgamos a correção e o gabarito extraoficial do Enem 2021.

O resultado do Enem 2021 será divulgado no dia 11 de fevereiro. Com as notas do Enem 2021 será possível participar das edições de 2022 do Sistema de Seleção Unificada (SiSU), Programa Universidade para Todos (ProUni) e Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Brasileiros também podem estudar em Portugal usando as notas do Enem.

Relacionados
Corretores das redações do Enem 2021 terão que avaliar cerca de 1.200 textos em até 20 dias. Veja como funciona o processo de correção.
No segundo dia do Enem 2021, a prova foi alheia a discussões políticas, sendo mais tradicional e pouco conteudista. Foram aplicadas provas de Ciências da Natureza e Matemática.
Estudantes comentaram o segundo dia de provas do Enem 2021. Domingo contou com questões de Ciências da Natureza e Matemática.
O Inep divulgou os resultados das solicitações de reaplicação do Enem 2021. Provas serão realizadas nos dias 9 e 16 de janeiro de 2022.
O resultado do Enem 2021 será divulgado no dia 11 de fevereiro de 2022. A informação foi dada pelo presidente do Inep, Danilo Dupas.
Com duas edições já realizadas, Enem Digital enfrenta problemas e não atrai os estudantes. Novo formato foi anunciado em 2019 pelo Governo Bolsonaro.
Começou hoje, 29 de novembro, o prazo para solicitar a reaplicação do Enem 2021. Período vai até 3 de dezembro.
  • Facebook Brasil Escola
  • Instagram Brasil Escola
  • Twitter Brasil Escola
  • Youtube Brasil Escola
  • RSS Brasil Escola
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES