Em 06/04/2020 11h17 , atualizado em 06/04/2020 13h05

Enem 2020 começa com erro no sistema de isenção de taxa

Notícias

Estudantes não conseguem fazer o pedido depois de informarem o CPF e a data de nascimento. Inep pede para ligar na central de atendimento que não recebe ligações feitas por celulares. Por Adriano Lesme
PUBLICIDADE

O prazo para solicitar isenção da taxa de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 foi aberto na manhã de hoje, 6 de abril, mas estudantes reclamam que não estão conseguindo acessar o sistema. O prazo vai até o dia 17 de abril.

Faça aqui seu pedido de isenção do Enem 2020

O erro acontece quando o participante informa a sua data de nascimento. Imediatamente, aparece uma mensagem dizendo que "a data de nascimento informada não está de acordo com o cadastro da Receita Federal". Nós também constatamos o problema ao tentar fazer o cadastro.

Mensagem com falso erro impede que participantes peçam isenção

Nas redes sociais, estudantes reclamam do problema e relembram os vários erros que aconteceram depois do resultado do Enem 2019

Estudantes reclamam no Facebook sobre erro na isenção do Enem

Em contato feito pelo Brasil Escola, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) pede para que os estudantes que se deparam com esse problema entrem em contato com o canal de atendimento telefônico (0800-616161) para receber orientações individualizadas sobre como resolver a ocorrência.

No entanto, o canal de atendimento não recebe ligações feitas por aparelhos celulares, somente fixo. Questionamos o Inep sobre o que as pessoas sem telefone fixo devem fazer, mas até o momento não recebemos uma resposta.

Nós ligamos na central de atendimento por um telefone fixo, aguardamos cerca de 20 minutos e não fomos atendidos.

Quem pode pedir isenção no Enem?

A gratuidade da taxa do Enem 2020 é exclusiva para três grupos de estudantes:

- Que estão no último ano do ensino médio em escola pública;

- Que cursaram todo o ensino médio em escola pública ou em colégio particular como bolsista integral e que tenham renda familiar mensal de até 1,5 salário mínimo por pessoa (R$ 1.567,50);

- Que possuem renda familiar mensal de até meio salário mínimo por pessoa (R$ 522,50) ou total de até três salários mínimos (R$ 3.135) – neste caso é necessário informar o Número de Identificação Social (NIS).

Veja passo a passo como pedir isenção no Enem

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Justificativa de ausência

Os estudantes de baixa renda que conseguiram a isenção de taxa no Enem 2019 e não compareceram às provas deverão justificar a ausência para terem o benefício novamente no Enem 2020. Quem não tem a intenção de participar do Enem este ano não precisa justificar.

O prazo para justificar ausência é o mesmo da isenção: 6 a 17 de abril. A justificativa deve ser acompanhada de documentos que comprovem o motivo da ausência. Os motivos aceitos são:

- Acidente de Trânsito;
- Assalto ou furto;
- Casamento;
- Morte na família;
- Acompanhamento de cônjuge;
- Saúde ou emergência médica;
- Maternidade;
- Paternidade;
- Privação de liberdade (prisão);
- Trabalho;
- Intercâmbio acadêmico;
- Atividade curricular.

Veja mais detalhes no Anexo II do Edital do Enem

Passo a passo de como justificar ausência no Enem

No dia 24 de abril, o Inep irá divulgar o resultado dos pedidos de isenção de taxa e das justificativas de ausência. Quem tiver a solicitação negada poderá entrar com recurso entre os dias 27 de abril e 1º de maio. Os resultados finais serão liberados no dia 7 de maio.

A aprovação da isenção não significará a inscrição automática no Enem 2020, devendo os beneficiados se inscreverem entre 11 e 22 de maio. A taxa para os não isentos será de R$ 85.

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES