Topo
pesquisar
Em 07/11/2018 16h09, atualizado em 07/11/2018 16h20

Enem 2018: Professor dá dicas para a prova de Matemática

Notícias

Conhecer o formato da prova, ler atentamente as questões e identificar os seus níveis de dificuldade ajudam o estudante. Por Lorraine Vilela Campos
Professor Pedro Ítalo recomenda começar pelas questões fáceis
Professor Pedro Ítalo recomenda começar pelas questões fáceis
PUBLICIDADE

A prova de Matemática do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 será aplicada no próximo domingo, 11 de novembro. A disciplina deixa parte dos estudantes com receio pela complexidade de algumas questões e o tempo disponível para a resolução das perguntas. Para chegar preparado (a) neste segundo dia do Enem, confira as dicas do professor Pedro Ítallo.

Conheça o formato da prova

De acordo com o professor de Matemática, a prova do Enem se baseia na Taxonomia de Bloom, uma pirâmide que divide os tipos de conteúdo em níveis de conhecimento:

  1. A base tem o conteúdo mais fácil, os chamados níveis básicos;
  2. O meio tem o conteúdo médio, o que são conhecidos com níveis operacionais;
  3. O topo tem as perguntas mais difíceis, chamados de níveis globais por envolverem os conhecimentos dos outros níveis.
Taxonomia de Bloom: níveis de dificuldade do conteúdo / Reprodução YouTube (Brasil Escola)

Faça uma leitura atenta

Agora que o formato da prova foi explicado e o conceito da pirâmide dos níveis de dificuldade já foi apresentado, o próximo passo é ler atentamente a pergunta da questão e as alternativas e, se necessário, retornar ao enunciado para entender qual o comando. 

Veja dicas de Matemática para o Enem

Segundo Pedro Ítallo, ao ler as perguntas com atenção o estudante conseguirá identificar o nível da questão: fácil; média fácil; médias difícil ou difícil. Um exemplo do nível fácil é quando a pergunta pode ser resolvida facilmente sem conta e de forma rápida, enquanto uma média fácil continua com sua facilidade, mas exige que seja feita alguma operação matemática para achar o resultado. 

Uma dica para treinar a identificação dos níveis nas questões do Enem antes do próximo domingo (11) é acessar provas anteriores

Foque no que você consegue responder

A dica é fazer as questões mais fáceis e deixar as difíceis por último. A prioridade na resolução do que é considerado menos difícil está ligada à forma de correção adotada no Enem: a Teoria de Resposta ao Item (TRI)

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A TRI leva em consideração o número de acertos de cada questão e seu nível de dificuldade. Pedro destaca que o método identifica mais facilmente quando o estudante chutou a resposta. Se perguntas difíceis tiverem maiores acertos que as fáceis, ficará entendido que houve chute ao responder e, consequentemente, a nota será menor. Por esse motivo, vários estudantes podem acertar o mesmo número de questões e ainda assim ter pontuações diferentes.

Com as provas dos anos anteriores tendo as questões já identificadas como fáceis, médias ou difíceis, conforme a dica do tópico anterior, é possível treinar esse método de resolver o que for prioritário. Desta maneira, você já tem noção de como será na hora do Enem 2018

Já uma opção para ter noção do tempo que você leva em cada questão é fazer o simulado online do Brasil Escola! No seu computador, tablet ou celular é possível responder as questões gratuitamente e ver qual a duração total do seu treino e como foi seu desempenho. 

Como será o segundo dia do Enem 2018?

Além das 45 questões de Matemática, o segundo dia do Enem 2018 terá a prova de Ciências da Natureza (Química, Física e Biologia), também com 45 perguntas. 

Por se tratar de um dia que exige do estudante contas para resolver as diferentes questões, o Inep ampliou o tempo do exame para 5h totais neste domingo. Os portões serão fechados às 13h e o Enem começará às 13h30 (horário de Brasília). 

Mais informações no especial do Enem 2018 no Brasil Escola!

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Enem Brasil Escola