Whatsapp
Em 01/10/2018 09h21 , atualizado em 01/10/2018 09h43

Enem 2018: divulgada cartilha com orientações para a redação

Notícias

Item que zerava redações com desrespeito aos direitos humanos foi retirado do manual. Provas serão dias 4 e 11 de novembro. Por Adriano Lesme
Crédito da Imagem: INEP
PUBLICIDADE

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) disponibilizou a Cartilha do Participante - Redação no Enem 2018. O material contém as instruções para a prova de redação, as competências avaliadas e exemplos de redações nota máxima no Enem 2017.

Baixe a Cartilha de Redação do Enem 2018

Veja: 10 temas para a redação do Enem 2018

Pela primeira vez, a cartilha foi divulgada também em vídeo em Língua Brasileiras de Sinais (Libras), para surdos e deficientes auditivos. A versão adaptada pode ser assistida no vídeo abaixo.

Segundo o Inep, o objetivo do Manual de Redação do Enem é “tornar o mais transparente possível a metodologia de avaliação da redação, bem como o que se espera do participante em cada uma das competências avaliadas”. 

Redação no Enem

O Enem cobra dos participantes uma redação dissertativo-argumentativo sobre um tema cultural, social científico ou político em relação ao Brasil. É preciso apresentar uma proposta de intervenção social para o problema apresentado e defendê-la com argumentos consistentes, estruturados com coerência e coesão. 

A redação do Enem passa por dois corretores, que avaliam as seguintes competências:

Competência 1

- Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa.

Competência 2

- Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Competência 3

- Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Competência 4

- Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Competência 5

- Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Cada competência recebe uma nota de 0 a 200. Caso haja uma divergência superior a 80 pontos em uma competência ou superior a 100 na nota final, a redação é corrigida por um terceiro corretor. Persistindo a divergência, o texto é avaliado por uma banca presencial formada por três professores.

Entenda: como funciona a correção da redação do Enem

Direitos Humanos

O item que zerava as redações do Enem que desrespeitassem os direitos humanos foi retirado da cartilha. No ano passado, a Justiça Federal determinou a retirada do item, atendendo uma ação da Associação Escola Sem Partido. Na época, o relator do processo, desembargador federal Carlos Moreira Alves, justificou a decisão como “garantia ao direito constitucional de liberdade de manifestação de pensamento e opinião”.

Confira: como não ferir os direitos humanos na redação do Enem

Apesar de a redação do Enem não poder mais ser zerada por desrespeitos aos direitos humanos, o participante ainda perderá pontos por cometer tal prática. A competência 5 exige que os estudantes elaborem uma proposta de intervenção para o problema abordado que respeite os direitos humanos.

Relacionados
Confira sete apostas de temas que podem cair na redação do Enem 2018. Conteúdos sociais que abrangem minorias brasileiras têm sido cobrados nas últimas edições do exame educacional.
O presidente Michel Temer resolver atender o pedido do Ministério da Educação (MEC) e adiou o início do horário de verão. A mudança nos relógios estava prevista para o dia 4 de novembro, primeiro dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018, mas deve começar no dia 18 do mesmo mês.
Com apenas 17 anos, Isabella Barros Castelo Branco, de Teresina, no Piauí, está entre o seleto grupo de participantes que tiraram nota máxima na redação do Enem 2017.
Fique ligado para não desrespeitar os direitos humanos na redação do Enem. Incitação ao ódio, preconceito e apologia ao crime ferem os direitos humanos e faz com que o estudante perca pontos na redação do Enem.
Inep divulgou na manhã de hoje, 19 de março, o espelho da redação do Enem 2017. O texto está disponível apenas para consulta.
O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) liberou na manhã de hoje, 20 de outubro, o acesso ao Cartão de Inscrição do Enem 2018. No documento é possível saber os locais em que o candidato deve realizar as provas, marcadas para os dias 4 e 11 de novembro.
O Governo Federal retorna em sua decisão e mantém o início do novo horário para 4 de novembro, dia da primeira prova do Enem 2018. Veja quando os portões serão fechados nos horários locais de cada estado.
Faltando um mês para o Enem 2018, o Brasil Escola traz tudo o que você precisa saber sobre o exame que será realizado em 4 e 11 de novembro! Tire suas dúvidas e confira dicas para estudar nesta reta final de preparação para a prova.
  • Facebook Brasil Escola
  • Instagram Brasil Escola
  • Twitter Brasil Escola
  • Youtube Brasil Escola
  • RSS Brasil Escola
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES