Topo
pesquisar
Em 15/10/2014 14h37, atualizado em 15/10/2014 14h51

Combustíveis no Enem

Enem

O tema de Combustíveis no Enem envolve a composição, os benefícios e os malefícios dos combustíveis fósseis e dos renováveis, além de como ocorrem as reações de combustão. Por Jennifer Rocha Vargas Fogaça
Estude sobre os combustíveis fósseis e os biocombustíveis!
Estude sobre os combustíveis fósseis e os biocombustíveis!
PUBLICIDADE

Olá, pessoal! O Enem está se aproximando, e para te ajudar no estudo sobre os assuntos mais cobrados, trouxemos mais uma preciosa dica de Química! Hoje falaremos de Combustíveis no Enem.

Esse é um tema que cai em praticamente todas as edições do Enem, tendo em vista que o ser humano precisa dos combustíveis para sobreviver e para o desenvolvimento de sua sociedade. Além disso, o uso dos combustíveis gera impactos ambientais.

Assim, para se sair bem em questões do Enem relacionadas com esse tema, você precisa conhecer principalmente os três seguintes aspectos:

1. Reações de combustão completa e incompleta;
2. Impacto ambiental do uso dos combustíveis fósseis;
3. Tipos de combustíveis: combustíveis fósseis e combustíveis renováveis.

Veja cada caso:

1. Reações de combustão completa e incompleta:

Para a obtenção da energia dos combustíveis, principalmente energia elétrica, térmica e mecânica (que faz os veículos movimentarem-se), precisamos queimá-los, isto é, são realizadas reações de combustão. A combustão converte a energia química contida nas ligações dos átomos em calor e luz, que são utilizados para gerar eletricidade, aquecimento e movimento. Estes são essenciais para a manutenção da vida e para o nosso bem-estar.

Portanto, o primeiro aspecto sobre os combustíveis que você precisa saber é como ocorrem as reações de combustão completa e incompleta. É importante lembrar que toda reação de combustão ocorre entre o combustível e o gás oxigênio (O2). 

Além disso, visto que os principais combustíveis são compostos orgânicos, isto é, são compostos do carbono, a sua reação de combustão completa sempre libera dióxido de carbono (CO2) e água (H2O). Já a combustão incompleta (quando não há oxigênio suficiente) libera, no lugar do CO2, monóxido de carbono (CO) ou fuligem (C). 

A regra geral para você escrever a equação que representa uma reação de combustão é:

Combustão completa: Combustível + O2 → CO2 + H2O

Combustão incompleta: Combustível + O2 → CO + H2O ou 
                Combustível + O2 → C + H2O

Não se esqueça de realizar o balanceamento dessas equações químicas.

2. Impacto ambiental do uso dos combustíveis fósseis:

O CO2 liberado é considerado por muitos o grande vilão do aquecimento global, pois ele é um dos gases do efeito estufa. Acredita-se que o fato de ele ser liberado nas reações de queima dos combustíveis fósseis tem aumentado a sua concentração na atmosfera, intensificando o efeito estufa e, consequentemente, causando o aquecimento global

Além disso, outras impurezas que estão presentes nos combustíveis fósseis, como compostos que contêm enxofre e nitrogênio, também sofrem combustão e formam óxidos que são lançados na atmosfera. Esses óxidos reagem com a água e formam ácidos, gerando outro problema ambiental grave: a chuva ácida. 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

3. Tipos de combustíveis: 

3.1. Combustíveis fósseis:

O primeiro combustível usado pelo homem foi a madeira, mas com o advento da Revolução Industrial em meados do século XVIII, os combustíveis fósseis (petróleo, carvão mineral e gás natural) passaram a ser os principais combustíveis utilizados no mundo. Atualmente a maior parte da demanda mundial de energia (cerca de 75%) é suprida por meio da utilização de combustíveis fósseis, que são aqueles originados da decomposição de organismos animais e vegetais durante milhares de anos em camadas profundas do solo ou do fundo do mar.

O petróleo passa por um processo de refinamento e craqueamento para que suas várias frações de compostos, que formam os derivados do petróleo, sejam obtidas. Entre esses derivados, o de maior importância comercial é a gasolina

Porém, conforme dito, os combustíveis fósseis liberam grandes quantidades de gases poluentes e, ainda por cima, não são renováveis, podendo acabar algum dia. Então, entram em cena os combustíveis renováveis:

3.2. Combustíveis renováveis:

A categoria de renováveis é composta pela biomassa, geotérmica, eólica (ventos), solar e hidrelétrica. São fontes de biomassa os restos de madeira, colheita, plantas, alimentos, animais e algas.

Os principais biocombustíveis que você precisará estudar são o etanol e o biodiesel. As outras fontes energéticas citadas podem ser vistas em mais detalhes no texto Energia Limpa.

Agora veja como esse conteúdo já foi cobrado em provas anteriores do Enem:

Exemplo 1: Enem - 2010 – caderno azul:

Questão 79 do Enem 2010 no caderno azul
Questão 79 do Enem 2010 no caderno azul

Resolução:

Alternativa “d”.

A equação balanceada de combustão completa do octano é dada por:

C8H18(g) + 25/2 O2 (g) → 8 CO2(g) + 9 H2O(l)  

A- Incorreta. Pela equação da combustão, vemos que o oxigênio não é liberado como produto, mas ele é, na verdade, um dos reagentes.
B- Incorreta. O coeficiente estequiométrico para a água é de 9 para 1 de octano.
C- Incorreta. No processo não há consumo de água, mas sim liberação.
D- Correta. O coeficiente estequiométrico para o oxigênio é de 12,5 ou 25/2 para 1 do octano.
E- Incorreta. O coeficiente estequiométrico para o gás carbônico é de 8 para 1 do octano.

Exemplo 2: Enem -2011 – caderno azul:

Questão 71 do Enem 2011 no caderno azul
Questão 71 do Enem 2011 no caderno azul

Resolução:

Alternativa “a”.

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Enem Brasil Escola