Topo
pesquisar
Em 30/08/2016 16h13, atualizado em 30/08/2016 16h19

Universidades do exterior procuram estudantes brasileiros

Notícias

Feira em São Paulo vai trazer representantes de instituições de três países. Por Adriano Lesme
Representantes de instituições estrangeiras vêm ao Brasil captar estudantes
Representantes de instituições estrangeiras vêm ao Brasil captar estudantes
PUBLICIDADE

Muitos brasileiros sonham em estudar no exterior, seja pela qualidade dos cursos ou a experiência de conhecer um novo país e cultura. No entanto, o alto custo e o rigor das admissões dificultam a realização desse sonho. Para facilitar esse processo, universidades estrangeiras estão vindo ao Brasil captar alunos.

No dia 4 de setembro, vai acontecer em São Paulo um evento que reúne universidades estrangeiras interessadas em estudantes brasileiros. O QS World University Tour contará com universidades dos Estados Unidos, Holanda e Espanha. Também participará da feira uma agência holandesa que oferece informações sobre bolsas de estudos do país.

De acordo com Leonardo Andrade, diretor de Marketing da QS, as universidades estrangeiras buscam brasileiros para dar maior diversidade a seu quadro de estudantes ou porque já possuem ex-alunos do Brasil e querem aumentar sua presença no país. Além disso, a internacionalização das instituições aumenta a posição nos rankings de qualidade.

Custo

Em período de crise econômica, pode parecer loucura estudar no exterior, mas Leonardo Andrade afirma que as universidades estrangeiras estão cientes da dificuldade financeira de boa parte dos brasileiros e, por isso, podem ser mais flexíveis nos valores dos cursos. Uma outra opção para fugir do alto curso, segundo o diretor de Marketing, é evitar cidades como Londres, Paris e Nova Iorque, além de tentar financiamento ou bolsas de estudo.

Uma bolsa de estudo ou financiamento é justamente a esperança de Tales Paiva estudar no exterior. Ele é um dos 800 jovens que comparecerão ao evento do dia 4 de setembro. O estudante de 17 anos, morador de Buritama, interior de São Paulo, sonha em fazer Medicina no exterior, mas ainda não escolheu a instituição. “Tem uma universidade na Itália que me interessou, pois gostei dos laboratórios e do centro de pesquisa, mas vou ao evento para conhecer todas as possibilidades”.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Tales quer fazer Medicina no exterior
Tales quer fazer Medicina no exterior

As bolsas de estudo no exterior são concedidas de acordo com o mérito, ou seja, as universidades oferecem mais oportunidades para estudantes que tenham alto potencial. “A melhor maneira de conseguir uma bolsa é tirando boas notas nos exames internacionais, como o GMAT, GRE e SAT (o Enem dos Estados Unidos) e certificados de inglês que a universidade venha a requisitar” - comenta Leonardo.

Como ser aceito

Nas universidades estrangeiras, como as dos Estados Unidos, não há vestibular. O processo de admissão pode variar de acordo com a instituição e curso, mas, geralmente, é analisado o histórico escolar, atividades extraclasse, certificado de idioma (principalmente inglês), cartas de recomendação (essay) e entrevista.

Tales está por dentro das exigências e, atualmente, se prepara para o Enem e TOEFL, que é um teste que avalia o nível de inglês do estudante. “Sei que preciso aprimorar meu currículo para conseguir estudar no exterior” - avalia.

A Feira

O QS World University Tour será realizado no Hotel Transamérica (Av. das Nações Unidas, 18591), das 12h30 às 17h30. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pela internet. Todos os inscritos terão direito a uma consulta gratuita de 30 minutos antes da feira, a fim de se preparar para o evento.

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola