Topo
pesquisar
Em 16/01/2020 17h28 , atualizado em 20/01/2020 08h19

Unicamp libera respostas esperadas da 2ª fase do Vestibular 2020

Notícias

Provas discursivas foram marcadas por abordar temas atuais, como o filme Bacurau. Por Lorraine Vilela Campos
Crédito da Foto: Antoninho Perri/SEC Unicamp
Crédito da Foto: Antoninho Perri/SEC Unicamp
PUBLICIDADE

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) divulgou as respostas esperadas das provas da segunda fase do Vestibular 2020. A etapa discursiva da seleção foi aplicada em 12 e 13 de janeiro para mais de 12 mil candidatos.

Confira as respostas esperadas da Unicamp

Esta foi a primeira vez que a Unicamp realizou a segunda etapa do Vestibular em dois dias, já que anteriormente os candidatos passavam pelas provas durante três dias seguidos. 

A Unicamp classificou para a segunda fase 13.589 vestibulandos com base nas notas da primeira fase (provas objetivas) de 17 de novembro. Destes, 12.106 estiveram presentes, sendo a abstenção de 10,9% a menor desde a seleção de 2012. 

Veja também: professores comentam primeira fase da Unicamp

Como foi a segunda fase?

O primeiro dia do Vestibular 2020 contou com as provas iguais para todos os cursos. Já o segundo questões gerais para todos os candidatos com caráter interdisciplinar de Ciências Humanas, Ciências da Natureza e Matemática, além das específicas conforme a graduação escolhida.  

=> 1º dia

As provas de domingo foram compostas por 8 questões discursivas de Língua Portuguesa e Literatura, 3 perguntas interdisciplinares de Inglês, além da Redação. Pela primeira vez, os candidatos puderam escolher uma das duas propostas de redação para a produção textual, diferente das edições anteriores em que o vestibulando tinha que desenvolver dois textos sobre temas definidos pela Unicamp. 

A Unicamp deu aos candidatos duas opções de temas e formatos de redação no Vestibular 2020:

- Relação entre biodiversidade e caráter multiétnico e multicultural do Brasil: podcast

- Micromachismos na sociedade: crônica 

Para o professor Antunes Rafael, diretor-pedagógico do Oficina do Estudante, as propostas de redação do Vestibular 2020 foram bem atuais. No podcast, os candidatos tiveram que fazer a relação entre a biodiversidade e as diversidades social e cultural do Brasil e sua importância para sustentabilidade. Já a crônica exigiu uma reflexão sobre os episódios de micromachismo que os vestibulandos já vivenciaram, sendo necessário abordar situações cotidianas que contam com preconceitos de gênero e nem sempre são percebidas como machismo. 

A prova de Língua Portuguesa e Literaturas reforçou o caráter atual do Vestibular da Unicamp. Um dos assuntos presentes na mídia e que apareceu para os candidatos foi o filme brasileiro Bacurau, obra cinematográfica de 2019 e que foi aclamado pela crítica. A parte de gramática cobrou conteúdos tradicionais como figuras de linguagem e interpretação de texto. 

A parte de Inglês esteve presente nas provas de todos os cursos, no primeiro dia, mas não se resumiu somente ao conteúdo da disciplina. A Língua Inglesa é trabalhada pela Unicamp de forma interdisciplinar e, para o professor de inglês do Oficina do Estudante, Pantoja, a pergunta mais difícil relacionou o idioma com História ao abordar o ataque ao World Trade Center em 11 de setembro de 2001. "Muitos candidatos ainda eram muito pequenos. Por outro lado, quem estudou e acompanha jornal acertou sem problemas. E a prova foi bem legal porque envolveu muita compreensão, e não só do texto", destaca. 

=> 2º dia

As provas do segundo dia se dividiram entre temas clássicos do vestibular e assuntos atuais e contextualizados. Todos os candidatos tiveram que responder seis questões de Matemática, duas de Ciências Humanas e duas de Ciências da Natureza. Já as provas específicas do segundo dia foram divididas assim:

  • Cursos de Ciências Biológicas: seis questões de Biologia e seis questões de Química;
  • Cursos de Ciências Exatas: seis questões de Física e seis questões de Química;
  • Cursos de Humanas/Artes: seis questões de Geografia e seis questões de História (considerando Filosofia e Sociologia). 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Por ser voltada para todos os candidatos, a prova de Matemática se manteve com conteúdos básicos como trigonometria, geometria espacial e matriz. Os assuntos foram abordados de forma direta, sem muita contextualização com o cotidiano dos estudantes, diferente das outras disciplinas da seleção. 

Os candidatos que contaram com a disciplina de Física encontraram uma prova que tentou contextualizar a matéria com o dia a dia. Foram cobrados assuntos clássicos como cinemática, hidrostática, elétrica, calorimetria e ótica.

Em Química, o foco da Unicamp foi Química Ambiental. Segundo Antunes Rafael, a prova foi bem técnica e exigiu dos estudante o domínio do conteúdo para que se saísse bem. As questões não tiveram cálculos, mas cobraram bastante os conceitos para a resolução. 

Questão de Química abordou as manchas de óleo no litoral brasileiro

As questões interdisciplinares de História foram bem estruturadas e foram bem relacionadas com Geografia, segundo Antunes. Assuntos do Brasil Contemporâneo estiveram presentes, houve abordagem da veiculação de notícias nas mídias digitais e os candidatos se depararam com pergunta sobre negacionismo histórico (ao mostrar a negação ao holocausto). O professor destaca um item sobre a Revolução Puritana, tema pontual e específico que não costuma ser tratado no ensino médio e nos cursinhos. 

Geografia foi voltada para a atualidade e trouxe temas de Geopolítica como separatismo de Hong Kong (imagem) e a exploração mineral do continente africano. 

Biologia foi considerada complexa por Antunes Rafael, já que as definições eram abrangentes e os enunciados amplos, o que pode ter causado dificuldade para o candidato. Foram cobrados assuntos clássicos como evolução, parasitologia e impacto do ser humano nos ecossistemas e os vestibulandos precisaram estar bem preparados para resolver as perguntas da disciplina que é uma das mais importantes para cursos concorridos como o de Medicina.

Habilidades Específicas

O Vestibular continua para os cursos de Artes Cênicas, Artes Visuais, Dança e Arquitetura e Urbanismo, já que as graduações terão as provas de habilidades específicas em janeiro.

  • Artes Cênicas e Artes Visuais: 20 a 22 de janeiro
  • Dança: 20 a 23 de janeiro
  • Arquitetura e Urbanismo: 24 de janeiro

Música foi o único curso que teve prova de habilidade específica de forma antecipada. O teste foi aplicado para os candidatos em 13 e 14 de outubro. 

Resultado e Vagas

A Unicamp divulgará o resultado do Vestibular 2020 em 10 de fevereiro. A previsão é de que outras chamadas sejam realizadas nos dias 13, 18 e 21 de fevereiro; 4, 10, 16, 20, 27 e 31 de março.

O Vestibular preencherá 2.570 vagas, quantidade que corresponde a 80% do número de oportunidades da Unicamp. Os cursos são ministrados em Campinas, Limeira, Paulínia e Piracicaba.

A reserva para negros ou pardos é equivalente ao mínimo de 15% e um máximo de 27,2% das vagas do Vestibular 2020.

Mais informações no Manual do Candidato e pelo site do Vestibular

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Vestibular Brasil Escola