Whatsapp
Em 17/03/2022 15h41 , atualizado em 17/03/2022 18h22

MEC anuncia como será o Novo Enem

Notícias

Novo formato deve contemplar capacidade curricular do aluno e proporcionar oportunidade de vida e melhora profissional Por Silvia Tancredi
Victor Godoy Veiga, Secretário Executivo do MEC
Victor Godoy Veiga, Secretário Executivo do MEC
Crédito da Imagem: Reprodução YouTube
PUBLICIDADE

O Ministério da Educação (MEC) apresentou oficialmente, no início da tarde hoje, 17 de março, como será o Novo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O anúncio foi feito em coletiva de imprensa em Brasília (DF).

"Hoje anunciamos a pedra fundamental de um novo marco para o Ensino Médio: o Novo Enem. A partir de agora, o exame possibilitará que os estudantes experimentem uma oferta educacional contextualizada e tecnológica", destacou o ministro da educação, Milton Ribeiro.

Conforme o ministro, a proposta para o Novo Enem foi cuidadosamente elaborada e organizada em 2021, contando com vários representantes, entre os quais as secretarias de educação de todos os estados. Ribeiro ressaltou ainda que o novo formato do Enem tem como base novas referencias nacionais e internacionais.

Novo Ensino Médio

O Conselho Nacional de Educação (CNE) já havia aprovado um parecer na última segunda-feira (14) confirmando que o Enem mudaria a partir de 2024. As alterações no exame educional são necessárias para que as provas sejam adaptadas ao Novo Ensino Médio.

O Novo Ensino médio começou a ser implantado em 2022 para o primeiro ano do ensino médio. Até 2024, mais de 29 mil escolas do ensino médio já terão se adequado ao novo formato.

Saiba tudo sobre o Novo Ensino Médio

O ministro Milton Ribeiro reforçou que o Novo Ensino Médio possibilita aos estudantes se aprofundarem em áreas de maior interesse. Para ele, esses caminhos são como trilhas que o aluno vai percorrer dentro do seu projeto de vida, permitindo que ele siga os estudos do nível superior ou carreira técnicas e acrescente mais prática à carreira escolhida.

"O Ensino Médio mudou e o Enem também precisa se atualizar para contemplar as diretrizes do novo Ensino Médio. Com isso, os sistemas de acesso ao ensino superior também precisam se atualizar, se adaptar ao desejo da sociedade brasileira", afirma o ministro da educação. 

Ribeiro destaca que, com o novo Enem, a proposta é dar mais oportunidade para que quem fez um curso técnico também possa fazer um superior. "O ensino técnico e o ensino superior precisam conversar. O Novo Enem concederá uma bonificação na nota do estudante, de acordo com a aderência entre sua formação técnica e o curso superior que ele quer fazer", antecipa.

Novidades do novo Enem 

De acordo com o MEC, o novo Enem terá características como:

  • Valorizar ainda mais a capacidade de reflexão do estudante;

  • Contemplar a capacidade curricular do aluno, permitindo que ele seja representado;

  • Proporcionar uma nova oportunidade de vida e melhora profissional;

  • Possibilitar que o estudante escolha seu projeto de vida, aptidões e objetivos.

Formato do Novo Enem

Segundo o MEC, as provas do Enem a partir de 2021 terão duas etapas. Confira abaixo:

1ª etapa: provas objetivas e interdisciplinares de conhecimentos gerais + redação

2ª etapa: provas objetivas e discursivas de conhecimentos específicos (blocos)

Veja abaixo como serão os blocos das provas da segunda etapa do Novo Enem:

Estudantes terão que optar por um dos quatro blocos

No primeiro dia de provas, os participantes responderão questões objetivas de múltipla escolha, mas sobre todas as disciplinas do ensino médio. As questões cobrarão mais habilidades interpretativas do que conteudistas e “conversarão” entre si, ou seja, serão interdisciplinares.

No segundo dia, o estudante responderá apenas questões relativas ao bloco que escolheu na inscrição do Enem. As instituições de ensino superior ficarão encarregadas de definir em qual bloco pertence cada curso de graduação oferecido.

Com essa mudança, o candidato terá que ter uma noção do curso de interesse antes de fazer a inscrição no Enem. No SiSU, por exemplo, ele só poderá concorrer aos cursos que pertencem ao bloco que escolheu no Enem.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Questões discursivas

O CNE também prevê que o Novo Enem tenha questões discursivas na segunda etapa, como nos vestibulares da Fuvest e Unicamp. No entanto, essa novidade requer mais corretores e mais questões no Banco Nacional de Itens, o que pode adiar a implantação para depois de 2024.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) ficará responsável por definir uma nova Matriz de Referência para o Enem, que é a mesma desde 2009, e definir a quantidade de questões em cada uma das etapas.

Enem 2022

O Inep já definiu as datas de aplicação das provas do Enem 2022: 13 e 20 de novembro. O formato seguirá o mesmo das edições anteriores, com provas em dois domingos consecutivos e divididas entre as quatro áreas de conhecimento mais a redação.

O edital com as regras e as datas de inscrição do Enem 2022 será divulgado nas próximas semanas.

Relacionados
Em todas as edições, os dados consolidados do Enem foram publicados junto ao resultado, mas isso não aconteceu com o Enem 2021.
O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) mudará a partir de 2024, de acordo com um parecer aprovado pelo Conselho Nacional de Educação (CNE). Veja!
O Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou nesta terça-feira, 29 de março, que o período para solicitar isenção de taxa de inscrição do Enem 2022 será de 4 a 15 de abril.
Entenda o que é o Novo Enem, o que vai mudar na prova, quando ele começará a valer e mais informações.
  • Facebook Brasil Escola
  • Instagram Brasil Escola
  • Twitter Brasil Escola
  • Youtube Brasil Escola
  • RSS Brasil Escola
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES