Patrocínio:

Whatsapp
Em 08/12/2021 10h35 , atualizado em 08/12/2021 16h41

ProUni tem regras alteradas e divide opiniões

Blog do Vestibular

O artigo não representa a opinião do site. A responsabilidade é do autor do texto.

Programa agora contemplará estudantes de escolas particulares não bolsistas. Por Érica Caetano
PUBLICIDADE

O presidente Jair Bolsonaro liberou o acesso de estudantes de escolas privadas que estudaram sem bolsa de estudos ao Programa Universidade para todos (ProUni). A Medida Provisória (MP) foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) de ontem, 07 de dezembro, e vem dividindo opiniões.

Antes da alteração feita por Bolsonaro, só estavam aptos a participar do Programa estudantes que fizeram todo o ensino médio em escola pública ou em escola privada com bolsa integral. Agora, com a MP, passam a poder participar os estudantes que estudaram em escolas privadas sem bolsa.

Entre outras modificações da MP no regulamento do ProUni estão a distribuição e divisão de cotas para pretos, pardos e indígenas e pessoas com deficiência (PcD). O Artigo 7º prevê a seguinte divisão:

A) Pessoa com deficiência (PcD).
B) Indígenas e negros (pretos e pardos).

Os percentuais serão iguais aos registrados pelo Censo do IBGE em cada local de oferta.

Critérios de renda

Já os critérios de exigência de renda para ingresso foram mantidos. Ou seja, para ser beneficiado com a bolsa integral é preciso comprovar renda familiar mensal de até 1,5 salário mínimo por pessoa, enquanto para bolsa parcial a renda sobe para até 3 salários mínimos por pessoa.

Desigualdade ou inclusão?

Desde que foi publicada, a decisão tem dividido opiniões favoráveis e contra. Uns acreditam que o ProUni para alunos de escolas particulares que não tenham sido bolsistas seja uma forma de ampliar ainda mais as desiguldades da educação no Brasil. Por outro lado, muitos crêem que possa ser uma forma de incluir mais jovens na universidade.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Prós

As associações de universidades privadas têm vibrado desde a decisão do presidente, alegando que a medida aumentará o número de alunos nas instituições e, com isso, diminuirá o número de vagas ociosas. Atualmente, o ProUni vem tendo um alto índice de ociosidade nas bolsas de estudo, principalmente em cursos de licenciatura. 

Veja como as universidades utilizam a nota do Enem nos vestibulares

Segundo o Instituto Semesp, a partir de dados da Pnad/IBGE, cerca de 40% dos alunos de escolas particulares do ensino médio são das classes D e E. Não há informação sobre quantos são bolsistas.

Contra

Em contrapartida, profissionais ligados à área da educação receiam que a medida cause maior exclusão dos mais pobres. De acordo com o Censo da Educação Básica 2020, somente 12,26% dos matriculados no ensino médio brasileiro estão em escolas privadas.

Para eles, a ociosidade registrada no ProUni deveria ser corrigida através de políticas públicas que viabilizassem a ampliação do acesso de estudantes mais necessitados ao Programa.

Outra negativa seria o risco de fraudes, já que a MP também traz uma menor burocraria no que diz respeito a comprovação de renda do estudante da escola particular.

E você? é a favor ou contra a nova medida do ProUni? Responda nossa enquete!

Relacionados
Estudantes de escolas particulares, pagantes ou bolsistas parciais, poderão se inscrever no ProUni. Decisão foi assinada pelo presidente Jair Bolsonaro.
Corretores das redações do Enem 2021 terão que avaliar cerca de 1.200 textos em até 20 dias. Veja como funciona o processo de correção.
O resultado do ProUni 2021/2 está disponível. Veja a lista de convocados na 1ª chamada.
O Ministério da Educação (MEC) divulgou os cronogramas dos processos seletivos 2022/1 do SiSU, ProUni e Fies, que usarão as notas do Enem 2021.
Foi deflagrada pela Polícia Federal a Operação Bancarrota, que investiga suposta corrupção nas contratações das gráficas do Enem entre 2010 e 2019.
  • Facebook Brasil Escola
  • Instagram Brasil Escola
  • Twitter Brasil Escola
  • Youtube Brasil Escola
  • RSS Brasil Escola
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES