Topo
pesquisar
Em 07/11/2019 17h41, atualizado em 07/11/2019 18h16

Enem: você sabe o que é verdade e o que é mentira sobre a prova?

Blog do Vestibular

O artigo não representa a opinião do site. A responsabilidade é do autor do texto.

Provas já começaram a ser aplicadas e muitos assuntos são discutidos pelos participantes. Veja os principais mitos que são falados sobre o Enem! Por Giullya Franco
PUBLICIDADE

As provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 começaram a ser aplicadas no último domingo (3/11) e se engana quem pensa que a tensão dos estudantes passa após começar o exame. Mesmo que o primeiro dia, com a temida redação, já tenha ficado para trás, novas preocupações começam a surgir, pelo menos, para boa parte dos participantes.

Surgem os gabaritos da prova, diversos comentários sobre a redação e qual seria a melhor proposta de intervenção, e alguns participantes começam a se preocupar se foram bem no primeiro dia e já ficam desanimados antes mesmo de terminarem todo o exame. Nessa hora é preciso manter a calma, afinal, outra maratona de questões ainda vai ser enfrentada no próximo domingo (10/11) e, além disso, muitos mitos giram em torno da prova do Enem. 

Veja algumas verdades e mentiras sobre o exame:

“Tenho como saber a minha nota pela quantidade de questões que eu acertei?”

Não. De acordo com a Teoria de Resposta ao Item (TRI), que foi adotada pelo Inep em 2010, o que vai definir sua nota no Enem não é a quantidade de questões que você acertou, mas sim quais são as questões que foram acertadas, levando em consideração o nível de dificuldade de cada uma.

“É verdade que um participante que acerta menos questões pode ter uma nota superior ao que acertou mais?”

Sim. A TRI cria uma base de dados a partir dos erros e acertos dos estudantes e com essas informações consegue classificar o grau de dificuldade de cada questão. Por isso, se sai melhor o candidato que acerta mais questões fáceis e médias do que as difíceis. No caso, um participante que acertar 160 questões pode receber uma nota menor do que o que acertar 155, dependendo de quais questões cada um acertou.

“Tem como saber se eu chutar as questões?”

Sim. Existe a possibilidade de saber quando você chuta uma resposta das questões do Enem. Isso acontece porque a TRI entende que se você acertar apenas as questões mais difíceis, existe a chance de ter chutado a resposta em vez de ter conseguido resolvê-la. Como a teoria pode indicar o chute, sua nota pode ser mais baixa nessas questões.

“Posso usar qualquer cor de caneta pra fazer a prova?”

Não. Para a prova do Enem você só pode usar caneta esferográfica de tinta na cor preta e ela precisa ser fabricada em material transparente. O uso de caneta de outras cores pode causar eliminação.

Saiba mais: O que levar para as provas do Enem 2019

“Esqueci de colocar título na minha redação, posso perder ponto?”

Não. Colocar título na redação é opcional. Se você colocar o título ele vai apenas contar com uma linha utilizada na sua produção textual. Porém ele não é avaliado pelas competências exigidas para a redação do Enem na Cartilha do Participante.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Mais: Enem 2019 terá mais de 5 mil corretores da redação

“Posso tirar nota 1000 nas questões objetivas da prova do Enem?”

Não. A nota 1000 é possível apenas para a redação do Enem. Nas questões objetivas as notas variam em cada uma das edições do Enem que, também através da TRI, classifica o nível de dificuldade das áreas de conhecimento da prova. Assim, depois da leitura de todos os cartões respostas, é possível estabelecer uma média. Ou seja, quanto mais acima da média for sua nota, melhor será o seu desempenho.

“O Enem aprova os participantes?”

Não. O Enem é um meio para que os estudantes possam ser aprovados em diversas universidades do país, mas cada uma delas utiliza uma forma de seleção por meio de exame. As notas do Enem podem ser utilizadas no Sistema de Seleção Unificada (SiSU) para aqueles que sonham em ingressar em instituições públicas, no Programa Universidade Para Todos (ProUni) para quem deseja tentar bolsas de estudos em universidades particulares, e em processos seletivos realizados pelas próprias universidades. Instituições em Portugal também já aceitam as notas do Enem.

“Esqueci de preencher no cartão a cor da minha prova. Vou ser eliminado?”

Não. Anteriormente os participantes deveriam marcar a cor da prova e transcrever a frase de identificação no cartão. Agora os cartões de reposta já vêm com a cor da prova identificada e os participantes precisam transcrever apenas a frase que vem na capa da prova.

“O Inep pode olhar minhas redes sociais para saber se postei fotos da prova?”

Sim. Para tentar garantir que não haja vazamento das provas o Inep pode monitorar as redes sociais dos participantes, já que o compartilhamento não é permitido pela instituição e pode causar a eliminação do exame.

Veja também: Dicas de alimentação para o Enem 2019

Agora que você já sabe quais as informações são verdadeiras e quais são falsas sobre o Enem é hora de se concentrar para mandar bem no segundo dia de provas. Serão 5 horas para responder 45 questões de Matemática e suas Tecnologias e 45 questões de Ciências da Natureza e suas Tecnologias (Biologia, Química e Física).

E não se esqueça, a partir das 19h, o Brasil Escola fará a correção comentada da prova do Enem 2019 em tempo real. Clique aqui para ver a correção do primeiro dia e acompanhar o gabarito do segundo dia. Boa prova!

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola