Topo
pesquisar
Em 28/06/2018 13h45, atualizado em 28/06/2018 13h48

Cotas no ProUni – como funcionam

ProUni

Programa reserva parte das bolsas para estudantes autodeclarados pretos, pardos e indígenas Por Lorraine Vilela Campos
Instituições de ensino têm que reservar parte de suas bolsas para pretos, pardos e indígenas
Instituições de ensino têm que reservar parte de suas bolsas para pretos, pardos e indígenas
PUBLICIDADE

O Programa Universidade Para Todos (ProUni) é uma iniciativa do Ministério da Educação (MEC) para conceder bolsas de estudos para estudantes de escolas públicas, bolsistas integrais em colégios particulares, professores da rede pública e Pessoas com Deficiência (PcD). Dentro desse público, as instituições ainda têm que reservar parte de suas oportunidades aos cotistas raciais/etnia.

Como funciona o ProUni

Entenda a Lei de Cotas

Para participar do ProUni é preciso se enquadrar em alguns casos, independente da modalidade de concorrência (ampla concorrência ou cotas).

1º: Ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), na sua última edição, obtendo média de 450 pontos nas provas e não zerar a redação. Esta etapa é obrigatória para todos os participantes, incluindo professores da rede pública de ensino e PcD.

2º: É obrigatório ser de escola pública ou bolsista integral em colégio particular, exceto nos casos dos professores e das PcD. 

3º: É necessário comprovar renda, com exceção dos professores da rede pública.

Participantes com renda familiar mensal de até 1,5 salário mínimo por pessoa podem concorrer às bolsas integrais (totalmente gratuitas). Quem tem renda entre 1,5 e 3 salários mínimos por pessoa pode se inscrever para as bolsas de 50%. 

Quem faz parte das cotas no ProUni?

Parte das bolsas oferecidas pelas faculdades credenciadas no ProUni são reservadas para os candidatos autodeclarados pretos, pardos e indígenas, independente de renda. 

A reserva de vagas para os cotistas é garantida pela portaria do ProUni e pela lei que regulamenta o Programa.

O percentual de bolsas leva em consideração os dados do Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), ou seja, a quantidade de pessoas destas etnias por região, avaliando a demanda social das cotas. 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Como se inscrever no ProUni como cotista?

O ProUni tem duas edições regulares por ano, realizadas de forma semestral. O cadastro dos participantes é gratuito e feito pela internet. Confira abaixo os passos da inscrição:

1º: No período de inscrições do ProUni, o participante precisa entrar na Página Oficial, informar seu CPF e senha cadastrados no site do Enem. 

2º: Feito o login, o estudante terá que informar um e-mail válido. 

3º: Escolher até duas instituições de ensino, local de oferta, curso, turno e tipo de bolsa (conforme a renda familiar), respeitando a ordem de preferência para o caso de ser aprovado.

4º: Informar a modalidade de concorrência (cotas ou ampla concorrência). O candidato não poderá se inscrever em mais de uma modalidade de concorrência para o mesmo curso (na mesma instituição). 

Como saber se ganhei a bolsa?

O MEC determina um dia para divulgação dos pré-selecionados nas bolsas disponíveis. Estes participantes precisam verificar a documentação necessária para cada modalidade e comparecer às instituições de ensino para comprovar as informações e se matricularem. 

A perda do prazo para entrega de documentos nas instituições de ensino faz com o estudante fique sem a bolsa. A oportunidade remanescente vai para a convocação da segunda chamada regular do ProUni, a qual é feita com base nos estudantes que possuem a pontuação necessária e não foram chamados na primeira lista. 

Mais informações estão disponíveis na portaria do ProUni.

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola