Topo
pesquisar
Em 11/05/2018 11h33, atualizado em 11/05/2018 11h40

Qual faculdade fazer? Aprenda como escolher o curso ideal!

Orientação Vocacional

Apesar de parecer algo simples, muitos vestibulandos quebram a cabeça até encontrarem qual faculdade fazer e o curso ideal Por Érica Caetano
Saiba qual faculdade fazer e aprenda escolher o curso ideal
Saiba qual faculdade fazer e aprenda escolher o curso ideal
PUBLICIDADE

Finalmente chegou a hora de escolher qual curso fazer e, consequentemente, a carreira. Falando assim parece tão simples, não é mesmo? O que muita gente não sabe é o martírio que muitos estudantes enfrentam ao se deparar com essa questão.

Definir tão jovem a profissão que deseja seguir o resto da vida não é tão simples quanto parece. Há aqueles estudantes que já possuem isto definido desde muito cedo, por se espelharem na carreira dos pais ou mesmo por já se identificarem como a atuação do curso. Contudo, é bem comum que outros tantos fiquem em dúvida e, até mesmo, angustiados com a decisão que precisa ser tomada. 

Para facilitar e tornar esse momento menos angustiante, separamos algumas dicas para escolher qual faculdade fazer.

1- Separe os cursos que mais se identifica

Geralmente, o vestibulando já tem algumas opções de cursos em que demonstra estar mais interessado. É importante identificar a quais áreas eles pertencem, se de Ciências Exatas, Humanas, Sociais Aplicadas, Artes e Linguagens, Engenharia e Tecnologia, etc. 

Posteriormente, para tirar a dúvida de vez, o estudante deve listar todos eles, apontando os prós e contras que, ao seu ponto de vista, possuem. 

A partir daí você já poderá notar se tem alguma preferência e continuar o seu filtro, dentro das grandes áreas.

2- Pesquise sobre a atuação do curso no mercado de trabalho

É interessante após este filtro que o estudante busque saber mais sobre como é a atuação de cada um desses cursos após finalizado, ou seja, a atuação e aplicabilidade dos mesmos no mercado de trabalho. O que se faz, onde estão concentradas as melhores vagas, a média salarial, carga horária, leque de áreas de atuação e etc, são alguns dos itens importantes de serem pesquisados.

3- Teste vocacional

Tradicional ferramenta utilizada a fim de facilitar a escolha do curso, o teste vocacional é aquele formado por várias perguntas objetivas que têm como intuito apontar as possíveis áreas de atuação que o estudante deverá seguir. 

Apesar de bastante utilizado, até mesmo por profissionais de educação, sua aplicabilidade tem estado em baixa. Profissionais da área apontam o resultado do teste como impreciso, o que pode confundir ainda mais o vestibulando. 

Mas mesmo assim vale a tentativa, já que alguns estudantes apontam o teste como eficaz no auxílio à escolha de qual faculdade fazer. Estes testes podem ser feitos em consultórios de psicólogos ou nas próprias escolas, com o devido acompanhamento pedagógico.

4- Conversar com familiares

Apesar de muitos vestibulandos acreditarem que a família só poderá atrapalhar “se metendo” na escolha do curso que deseja fazer, é importante levar em consideração o que os pais têm a dizer. Tirar dúvidas, conversar com quem tem mais experiência e compartilhar as angústias podem tornar esta fase menos tensa. 

Veja: Devo seguir a profissão dos meus pais?

No entanto, a família deve ser neutra e não influenciar na escolha. É preciso que o estudante se encontre, se identifique com o curso pretendido, até para não se tornar futuramente um profissional frustrado e infeliz com ramo que atua.

5- Gastos

O vestibulando no momento em que está decidindo a opção do curso também precisa avaliar quais as instituições de ensino superior oferecem a graduação desejada. 

Pode ocorrer do curso pretendido não ser ofertado em instituições públicas, somente em faculdades pagas. Então, é necessário verificar valores, se ele (e a família) possuem recursos para custear os gastos, se há oferta de bolsas ou de programas de financiamentos, como o ProUni e Fies, para que estes itens não sejam empecilhos lá na frente.

6 - Localização

Outro fator que deve ser pesado no momento da escolha do curso é a localização, principalmente se a faculdade ficar em outra cidade. Vou precisar me mudar? Quanto tempo leva da faculdade até minha casa? Quanto custa o transporte? É seguro? Isso tudo pesa na hora de tomar uma decisão tão importante.

7 – Credibilidade e renome

Este item tem um peso grande na hora de decidir a faculdade ideal. Dependendo do reconhecimento e tradição da instituição, vale a pena alguns sacrifícios para frequentar as aulas. É o caso, por exemplo, das universidades federais, que atraem estudantes até de outros países.

Analise a qualidade do curso, o corpo docente (quantidade de professores com mestrado ou doutorado), se a faculdade possui pesquisas e programas de pós-graduação, tudo isso interfere no seu aprendizado e na qualidade do seu diploma.

Mas lembre-se: somente você poderá tomar a decisão. E temos a certeza de que terá sucesso na escolha sendo auxiliado pelas nossas dicas. Estamos na torcida. Boa sorte!

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola