Topo
pesquisar
Em 19/01/2012 11h27

Ministro da Educação afirma que determinação da Justiça prejudicará Enem 2012

Notícias

Primeira edição estava prevista para os dias 28 e 29 de abril. Por Mayara Alves de Oliveira
PUBLICIDADE

O Ministro da Educação, Fernando Haddad, afirmou hoje, 19 de janeiro, que a determinação da Justiça Federal do Ceará poderá prejudicar a realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) duas vezes por ano, como está previsto para 2012. O Judiciário determinou na última terça-feira, dia 17, que mais de 4 milhões de estudantes que fizeram o exame no último ano, tenham acesso as provas e redações corrigidas.

Ontem, 18 de janeiro, o órgão informou que iria recorrer da decisão da Justiça Federal. A medida também permitiu aos candidatos o direito de solicitarem a revisão administrativa das provas, bem como utilizar suas novas pontuações no resultado do Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

O MEC alegou que não há condições tecnológicas para permitir o acesso as cópias das correções da prova e redação do exame de 2011. Além disso, o órgão não teria uma ferramenta digital que possibilitasse os milhões de consultas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

As provas da primeira edição do Enem estão previstas para serem aplicadas nos dias 28 e 29 de abril. Em agosto de 2011, o MEC firmou um acordo com o Ministério Público Federal (MPF) se comprometendo a possibilitar o acesso às redações nas edições do Enem 2012.

Veja também: 
18/01 - Justiça concede acesso de todos os candidatos às redações do Enem
19/01- Matrículas da 1ª chamada do SiSU 2012/1 acontecem hoje e amanhã

Por Mayara Oliveira
Com informações da Agência Brasil

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola