Em 20/12/2019 15h39 , atualizado em 20/12/2019 16h49

Exemplos de universidades estrangeiras que aceitam a nota do Enem

Estudar no Exterior

Instituições podem usar o desempenho no Enem como um dos parâmetros de avaliação. Por Hotcourses Brasil
New York University reconhece o Enem para ingresso de alunos estrangeiros
New York University reconhece o Enem para ingresso de alunos estrangeiros
PUBLICIDADE

Apesar de ainda modesto, o número de universidades internacionais que aceitam a nota do Exame Nacional de Ensino Médio brasileiro, mais conhecido como Enem, tem crescido a cada ano. E não é só em Portugal, onde mais de 40 instituições públicas e privadas já reconhecem o resultado no Enem como prova de seleção. Atualmente, você pode usar o exame nacional em universidades dos Estados Unidos, Canadá, Irlanda, entre outros.

Leia também: Exemplos de universidades do Reino Unido que consideram a nota do ENEM ou vestibular

A possibilidade de utilizar a nota no Enem para a seleção no exterior é uma via de mão dupla – traz benefícios para ambas as partes envolvidas.

  • Para os estudantes brasileiros, significa não precisar passar por outros exames de admissão no exterior e usar o mesmo resultado aceito por instituições brasileiras.
  • Pas universidades estrangeiras, significa avaliar o estudante dentro do sistema brasileiro, onde ele concluiu os anos obrigatórios de ensino, com os mesmos padrões que as instituições brasileiras, e também ampliar o leque de nacionalidades em seu corpo discente.

Dos dois lados, é uma maneira mais acessível e justa de seleção.

De maneira geral, as universidades estrangeiras que aceitam a nota do Enem admitem o estudante brasileiro em algum tipo de preparatório, ou Foundation no original, antes de darem início aos estudos acadêmicos definitivos. Isso se faz necessário para que o estrangeiro se adapte ao novo sistema de ensino e adquira todas as habilidades semelhantes aos estudantes que concluíram o ensino médio no país.

Algumas instituições, como as canadenses Humber College e a Trent University, informam em seus sites oficiais que os candidatos brasileiros devem providenciar um Certificado de Conclusão do Segundo Grau ou de Ensino Médio e também o resultado no vestibular, caso prestado. Como o Enem já substitui o vestibular em vários casos, especialmente em faculdades particulares, o resultado no exame nacional pode ser usado para a sua inscrição em ambas as instituições.

No entanto, é importante compreender que mesmo com um bom resultado no Enem, a admissão nestes países é holística. Você ainda precisará de outros documentos para se qualificar, como histórico escolar, proficiência no inglês e declaração pessoal. Em alguns casos, há inclusive uma entrevista com o candidato.

Exemplos de universidades estrangeiras que aceitam a nota do ENEM

A University College Dublin (UCD), famosa instituição da Irlanda, exige dos candidatos brasileiros um Certificado de Conclusão do Ensino Médio ou um Certificado de Conclusão de Segundo Grau brasileiro e também o resultado no Enem, especialmente para cursos de graduação com admissão competitiva da Universidade.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Juntamente a uma boa nota no Enem, o candidato brasileiro precisa de um resultado satisfatório em uma prova de proficiência na língua inglesa. Caso estes requisitos não sejam atingidos, ele tem a opção de fazer o Ano Preparatório (Foundation Year) da UCD.

A Ryerson University, do Canadá, tem regras semelhantes: ela aceita um Certificado de Conclusão de Ensino Médio brasileiro e solicita um resultado no vestibular ou no Enem como parte do processo seletivo dos candidatos do Brasil.

Estados Unidos

Nos Estados Unidos, algumas universidades passam a lista o vestibular e o Enem como métodos de avaliação reconhecidos. Os brasileiros interessados em graduações na Temple University, por exemplo, podem concorrer a uma vaga de três formas:

  • Resultado oficial no SAT/ACT;
  • Certificado de Conclusão de Ensino Médio + Vestibular;
  • Resultado oficial no Exame Nacional de Ensino Médio (Enem).

Como praticamente todos os casos, ainda será necessário comprovar proficiência adequada no inglês por meio de uma das provas padronizadas admitidas pela Temple (TOEFL iBT, IELTS, PTE Academic, ITEP Academic Plus, Cambridge C1 Advanced ou Cambridge C2 Proficiency).

A renomada New York University adotou um uma política de “Avaliação Flexível”, portanto reconhece diversos exames estrangeiros como parte do processo seletivo de suas graduações. Ela tem os mesmos critérios que a Temple no caso dos brasileiros: eles podem concorrer com um histórico escolar dos três anos de ensino médio e um Certificado de Conclusão de Ensino Médio. Além disso, a NYU exige um resultado no Enem como avaliação e comprovação de conclusão do ensino médio.

Mas não é só isso, não: também é possível concorrer à NYU com um Diploma de Técnico de Nível Médio/Diploma de Ensino Médio com Habilitação e resultado oficial no vestibular.

Com essas novas alternativas, o estudante brasileiro passa a ter mais portas abertas para uma carreira acadêmica no exterior, em especial nos destinos de estudo mais famosos do mundo, como os citados acima.

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES