Topo
pesquisar
Em 26/06/2015 14h17, atualizado em 26/06/2015 15h55

Ministro da Educação confirma 61,5 mil vagas para o Fies 2015/2

Notícias

Edital será publicado em 3 de julho com as datas desta edição. Por Lorraine Vilela Campos
PUBLICIDADE

O ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, anunciou nesta sexta-feira, 26 de junho, que a segunda edição de 2015 do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) oferecerá 61,5 mil vagas. O comunicado foi publicado em sua página pessoal no Facebook. 

Veja o pronunciamento

Saiba como funciona do Fies

O Edital será divulgado em 3 de julho, conforme divulgado pelo ministro em seu pronunciamento.  De acordo com o Janine, o número de vagas oferecidas nas duas edições deste ano, que juntas contabilizam 314 mil, é satisfatório, levando em conta o período de restrições orçamentárias que o Governo Federal tem enfrentado. 

Janine Ribeiro citou quais mudanças o Fies 2015/2 apresentará. A primeira delas é a prioridade para graduações com conceitos 4 e 5 nas avaliações do Ministério da Educação (MEC). "Assim se garante que os estudantes estarão pagando e o país financiando cursos que serão melhores para sua formação", afirma o ministro. 

Outra alteração está ligada à prioridade em conceder os financiamentos à algumas áreas de formação. Segundo o ministro, haverá um aumento nos cursos de engenharia, com o objetivo de contribuir para o crescimento da economia brasileira, além das graduações de formação de professores, visando melhorar a educação básica e, ainda, na área de saúde, para a melhoria deste setor no país. 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O MEC adotou, ainda, um critério que tem como objetivo reduzir as desigualdades regionais. "O destaque será dado para as regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, excluindo o DF, para que as regiões que têm certos atrasos em relação ao Sul e Sudeste possam se aproximar mais do patamar delas", ressalta Janine Ribeiro. 

No entanto, Janine ressalta que as regiões Sul e Sudeste também contarão com vagas, assim como os cursos com conceito 3. 

Além das mudanças citadas, os juros também sofrem um reajuste e passam de 3,4 para 6,5%, valor alinhado à inflação atual, segundo o ministro. 

O MEC conseguiu um desconto nos preços dos cursos, o que é inédito na trajetória do Fies. O desconto é de 5% em relação ao preço estabelecido pela instituição. 

Por Lorraine Vilela

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Enem Brasil Escola