Whatsapp
Em 03/01/2013 21h58 , atualizado em 03/01/2013 22h29

Justiça determina que Inep disponibilize redações do Enem

Notícias

Justiça Federal no Ceará acatou o pedido do MPF no Ceará e em Alagoas; Ministério da Educação vai recorrer. Por Thiago Ribeiro
PUBLICIDADE

A Justiça Federal no Ceará determinou hoje (3) que o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) disponibilize para os alunos que fizeram o Enem 2012 as provas de redação corrigidas e acompanhadas das justificativas da pontuação. O Ministério Público Federal no Ceará e em Alagoas entraram com ação em caráter de urgência para garantir que a redação do Enem 2012 e o espelho da correção pudessem ser acessados pelos estudantes.

A previsão do Inep era disponibilizar a prova a partir do dia 6 de fevereiro, quase um mês depois do encerramento das inscrições no Sistema de Seleção Unificado (Sisu). O sistema usa a nota do Enem como critério para dar acesso às universidades.

Para o procurador da República Marcial Duarte Coêlho, a divulgação em fevereiro traria prejuízo aos estudantes, já que o período de inscrição Sisu vai de 7 a 11 de janeiro. Ele pede que o Inep adie o prazo de abertura do Sisu, para que os alunos possam ter acesso às suas redações e os critérios que determinaram suas notas antes do início das inscrições.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

As ações na Justiça foram provocadas por um documento assinado por oito mil estudantes de todo Brasil, com a queixa de que as notas atribuídas não obedeceram aos critérios de correção expostos no edital. O Ministério da Educação informou que vai recorrer da decisão da Justiça Federal no Ceará.

Aline Leal
Repórter da Agência Brasil

Relacionados
Maior nota possível em uma das quatro provas objetivas foi 955,2 pontos em Matemática.
Estudantes querem ver a prova antes da abertura das inscrições para o SiSU 2013/1.
Participantes poderão usar as notas para concorrer às vagas do SiSU 2013/1.
Mesmo com liminar, inscrições para o sistema estão sendo feitas normalmente.
Média exigida para participação no programa passou de 400 para 450 pontos.
Manual apresenta o complexo método de correção das questões objetivas.
Tribunal Regional Federal decidiu a favor do Ministério da Educação em disputa na Justiça.
Oscar Costa Filho já propôs 11 ações judiciais contra Enem e SiSU desde 2010.
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES